4 Lições sobre o fracasso da liderança de Saul

Esboço de sermão expositivo em 1 Samuel 13:1-23 sobre os erros de Saul. Pregação com o tema: 4 Lições sobre o fracasso da liderança de Saul.

INTRODUÇÃO:

Saul teve a oportunidade de ser um grande rei, quem sabe o maior de Israel. Mesmo conhecendo seu coração e sabendo do futuro, Deus não deixou de ajudá-lo.

No que dependesse de Deus, Ele fez para que Saul se tornasse um bom rei para Israel. No entanto, as atitudes de Saul revelaram um coração que rejeitou a palavra de Deus.

Por isso, Deus escolhe um rei segundo o seu coração. Davi, ao contrário de Saul aproveitou a oportunidade dada por Deus e se torna o maior rei que Israel já teve.

Mas, o lindo na Bíblia é que podemos aprender muito não só com as qualidades dos bons, mas sim com os erros dos ruins.

Vamos aprender sobre os erros de Saul para não cometermos os mesmos erros que ele. Na passagem de 1 Samuel 13, podemos destacar 4 atitudes erradas que levaram Saul ao fracasso como líder.

I. Saul busca glória para si mesmo (1 Samuel 13:1-4)

2 – Saul escolheu para si três mil homens de Israel; e estavam com Saul dois mil em Micmás e na montanha de Betel, e mil estavam com Jônatas em Gibeá de Benjamim; e o resto do povo despediu, cada um para sua casa.

3 – E Jônatas feriu a guarnição dos filisteus, que estava em Gibeá, o que os filisteus ouviram…

(1 Samuel 13:2-3a)

A) Saul confia mais na força humana do que na força de Divina.

De 3 mil homens, Saul escolhe 2 mil para ele e manda 1 mil para Jônatas. Se Saul era mais experiente, não era para ele levar mil com ele e deixar 2 mil para Jônatas?

Mesmo estando com menos homens que seu pai Saul, Jônatas é quem vence os filisteus.

B) Ao invés de Saul reconhecer a vitória de Jônatas, ele toma a glória para si.

3 – …pelo que Saul tocou a trombeta por toda a terra, dizendo: Ouçam os hebreus.

4 – Então todo o Israel ouviu dizer: Saul feriu a guarnição dos filisteus, e também Israel se fez abominável aos filisteus. Então o povo foi convocado para junto de Saul em Gilgal.

(1 Samuel 13:3b-4)

Que injustiça! Saul era o tipo de pessoa que gostava de fazer nome nas costas dos outros.

II. Saul não consegue motivar seus homens (1 Samuel 13:5-7)

5 – E os filisteus se ajuntaram para pelejar contra Israel, trinta mil carros, e seis mil cavaleiros, e povo em multidão como a areia que está à beira do mar; e subiram, e se acamparam em Micmás, ao oriente de Bete-Áven.

6 – Vendo, pois, os homens de Israel que estavam em apuros (porque o povo estava angustiado), o povo se escondeu pelas cavernas, e pelos espinhais, e pelos penhascos, e pelas fortificações, e pelas covas.

7 – E alguns dos hebreus passaram o Jordão para a terra de Gade e Gileade; e, estando Saul ainda em Gilgal, todo o povo ia atrás dele tremendo.

A) A falta de caráter de um líder causa insegurança no grupo.

A Bíblia diz que o povo estava angustiado. Certamente pela falta de confiança no líder Saul pelos seus erros recentes.

B) Um líder motivado pode contagiar todo grupo, mas Saul não motiva.

A Bíblia diz que “…todo o povo ia atrás dele tremendo.” (v.7)

Se o próprio Saul não tinha confiança em Deus, como que o povo teria?

III. Saul faz o que não era pra ele fazer (1 Samuel 13:8-14)

8 – E esperou Saul sete dias, até ao tempo que Samuel determinara; não vindo, porém, Samuel a Gilgal, o povo se dispersava dele.

9 – Então disse Saul: Trazei-me aqui um holocausto, e ofertas pacíficas. E ofereceu o holocausto.

10 – E sucedeu que, acabando ele de oferecer o holocausto, eis que Samuel chegou; e Saul lhe saiu ao encontro, para o saudar.

11 – Então disse Samuel: Que fizeste? Disse Saul: Porquanto via que o povo se espalhava de mim, e tu não vinhas nos dias aprazados, e os filisteus já se tinham ajuntado em Micmás,

12 – Eu disse: Agora descerão os filisteus sobre mim a Gilgal, e ainda à face do SENHOR não orei; e constrangi-me, e ofereci holocausto.

13 – Então disse Samuel a Saul: Procedeste nesciamente, e não guardaste o mandamento que o SENHOR teu Deus te ordenou; porque agora o SENHOR teria confirmado o teu reino sobre Israel para sempre;

14 – Porém agora não subsistirá o teu reino; já tem buscado o SENHOR para si um homem segundo o seu coração, e já lhe tem ordenado o SENHOR, que seja capitão sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o SENHOR te ordenou.

A) Saul não teve paciência de esperar por Samuel e fez o que era para ele não fazer.

Era para Saul orar, motivar o povo e sair para a batalha. Mas ele não faz isso.

O holocausto era para Samuel oferecer e não Saul.

B) Saul não busca a Deus como prioridade.

Veja que o próprio Saul fala: “…e ainda à face do SENHOR não orei.” (v.12)

C) No teste de Deus, Saul é reprovado e perde a oportunidade.

Samuel disse: “Procedeste nesciamente, e não guardaste o mandamento que o SENHOR teu Deus te ordenou… Porém agora não subsistirá o teu reino…” (v.13-14)

IV. Saul não faz o que era pra ele fazer (1 Samuel 13:15-23)

15 – Então se levantou Samuel, e subiu de Gilgal a Gibeá de Benjamim; e Saul contou o povo que se achava com ele, uns seiscentos homens.

16 – E Saul e Jônatas, seu filho, e o povo que se achou com eles, ficaram em Gibeá de Benjamim; porém os filisteus se acamparam em Micmás.

17 – E os saqueadores saíram do campo dos filisteus em três companhias; uma das companhias foi pelo caminho de Ofra à terra de Sual.

18 – Outra companhia seguiu pelo caminho de Bete-Horom, e a outra companhia foi pelo caminho do termo que dá para o vale Zeboim na direção do deserto.

19 – E em toda a terra de Israel nem um ferreiro se achava, porque os filisteus tinham dito: Para que os hebreus não façam espada nem lança.

20 – Por isso todo o Israel tinha que descer aos filisteus para amolar cada um a sua relha, e a sua enxada, e o seu machado, e o seu sacho.

21 – Tinham porém limas para os seus sachos, e para as suas enxadas, e para as forquilhas de três dentes, e para os machados, e para consertar as aguilhadas.

22 – E sucedeu que, no dia da peleja, não se achou nem espada nem lança na mão de todo o povo que estava com Saul e com Jônatas; porém acharam-se com Saul e com Jônatas seu filho.

23 – E saiu a guarnição dos filisteus ao desfiladeiro de Micmás.

A) Saul não preparou seus homens com armamentos de guerra.

Veja que o texto deixa claro que “…no dia da peleja, não se achou nem espada nem lança na mão de todo o povo que estava com Saul e com Jônatas…” (v.22)

  • Falta de estratégia
  • Falta de planejamento
  • Falta de preparação

Conclusão

Logo a frente no capítulo 14, Jônatas coloca Deus na sua frente e vence (1 Samuel 14:1-23). Isso é um contrastes das atitudes erradas de Saul e certas de Jônatas.

Nestes capítulo, há uma mensagem clara de Deus para nós: Se me obedecer e me colocar em primeiro lugar em sua vida, você terá vitórias.

Gostou deste esboço de pregação sobre o fracasso de Saul como líder, então veja mais sermões impactantes.

André Lourenço

Bacharel em Teologia, Graduado em Gestão da Qualidade e Pós Graduando em Psicologia nas Organizações, André possui mais de 17 anos de experiência na pregação e ensino da Bíblia. É Professor de cursos de Homilética e Hermenêutica. Já escreveu centenas de estudos bíblicos e ministra aulas na EBD. Se considera um eterno aprendiz e apaixonado por Compartilhar a Palavra de Deus!
Botão Voltar ao topo