O número 12 na Bíblia

12 na Bíblia é o número representativo do povo de Deus e da administração perfeita do governo divino sobre o mundo, Israel e a Igreja.

E aparece 162 vezes nas Escrituras? Então, observe bem:

O NÚMERO 12 NA BÍBLIA

  • 12 são os meses do ano;
  • 12 são os signos do zoodíaco;
  • E 12 são as horas do dia.

12 príncipes procederam de Ismael (Gn 17.20; 25.13-16)

“E quanto a Ismael, também te tenho ouvido; eis aqui o tenho abençoado, e fá-lo-ei frutificar, e fá-lo-ei multiplicar grandissimamente; doze príncipes gerará, e dele farei uma grande nação.”

12 príncipes procederam de Israel (Nm 1.44).

“Estes foram os contados, que contaram Moisés e Arão, e os príncipes de Israel, doze homens, cada um era pela casa de seus pais.

12 era o número das tribos de Israel (Mt 19.28)

“E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.”

12 era o número de pedras preciosas no peitoral do juízo (Êx 28.21)

“E serão aquelas pedras segundo os nomes dos filhos de Israel, doze segundo os seus nomes; serão esculpidas como selos, cada uma com o seu nome, para as doze tribos.”

Havia 12 fontes de águas em Elim (Êx 15.27)

“Então vieram a Elim, e havia ali doze fontes de água e setenta palmeiras; e ali se acamparam junto das águas.”

Havia 12 pães de flor de farinha sobre a mesa de ouro perante o Senhor (Lv 24.5-6)

“Também tomarás da flor de farinha, e dela cozerás doze pães; cada pão será de duas dízimas de um efa. E os porás em duas fileiras, seis em cada fileira, sobre a mesa pura, perante o SENHOR.”

De Jacó procederam 12 patriarcas (At 7.8)

“E deu-lhe a aliança da circuncisão; e assim gerou a Isaque, e o circuncidou ao oitavo dia; e Isaque a Jacó; e Jacó aos doze patriarcas.”

Foram depositadas 12 pedras por ocasião da travessia no meio do Rio Jordão (Js 4.8)

“Fizeram, pois, os filhos de Israel assim como Josué tinha ordenado, e levantaram doze pedras do meio do Jordão como o SENHOR dissera a Josué, segundo o número das tribos dos filhos de Israel; e levaram-nas consigo ao alojamento, e as depositaram ali.”

Os 12 príncipes de Israel ofertaram: 12 pratos de prata, 12 bacias de prata e 12 recipientes de ouro (Nm 7.86)

Doze colheres de ouro cheias de incenso, cada colher de dez siclos, segundo o siclo do santuário; todo o ouro das colheres foi de cento e vinte siclos”

O mar de bronze do templo de Salomão assentava-se sobre 12 bois (1 Rs 7.25)

“E firmava-se sobre doze bois, três que olhavam para o norte, e três que olhavam para o ocidente, e três que olhavam para o sul, e três que olhavam para o oriente; e o mar estava em cima deles, e todas as suas partes posteriores para o lado de dentro.”

Salomão possuía 12 intendentes sobre todo o Israel (1 Rs. 4.7)

“E tinha Salomão doze oficiais sobre todo o Israel, que proviam ao rei e à sua casa; e cada um tinha que abastecê-lo por um mês no ano.”

Salomão possuía 12 mil cavaleiros (1 Rs 4.26)

“Tinha também Salomão quarenta mil estrebarias de cavalos para os seus carros, e doze mil cavaleiros.”

Havia 12 leões esculpidos no trono de Salomão (2 Cr 9.17-19)

“Fez mais o rei um grande trono de marfim, e o revestiu de ouro puro. E o trono tinha seis degraus, e um estrado de ouro, que eram ligados ao trono, e encostos de ambos os lados no lugar do assento; e dois leões estavam junto aos encostos. E doze leões estavam ali de ambos os lados, sobre os seis degraus; outro tal não se fez em nenhum reino.”

Foram enviados 12 espias a terra de Canãa (Nm 13.1-15)

 “E FALOU o SENHOR a Moisés, dizendo: Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel; de cada tribo de seus pais enviareis um homem, sendo cada um príncipe entre eles.

E enviou-os Moisés do deserto de Parã, segundo a ordem do SENHOR; todos aqueles homens eram cabeças dos filhos de Israel.

E estes são os seus nomes: Da tribo de Rúben, Samua, filho de Zacur; Da tribo de Simeão, Safate, filho de Hori; Da tribo de Judá, Calebe, filho de Jefoné; Da tribo de Issacar, Jigeal, filho de José; Da tribo de Efraim, Oséias, filho de Num; Da tribo de Benjamim, Palti, filho de Rafu; Da tribo de Zebulom, Gadiel, filho de Sodi; Da tribo de José, pela tribo de Manassés, Gadi filho de Susi; Da tribo de Dã, Amiel, filho de Gemali; Da tribo de Aser, Setur, filho de Micael; Da tribo de Naftali, Nabi, filho de Vofsi; Da tribo de Gade, Geuel, filho de Maqui”

O altar de Elias no Monte Carmelo foi edificado com 12 pedras representativas das 12 tribos de Israel (1 Rs 18.31)

“E Elias tomou doze pedras, conforme ao número das tribos dos filhos de Jacó, ao qual veio a palavra do SENHOR, dizendo: Israel será o teu nome.”

Havia duas colunas de 12 côvados, cada uma no templo do Senhor (1 Rs 7.15)

“E formou duas colunas de cobre; a altura de cada coluna era de dezoito côvados, e um fio de doze côvados cercava cada uma das colunas.”

Descubra os Segredos do Tabernáculo aqui.

Havia uma lareira de 12 còvados de largura por 12 côvados de comprimento no templo visto pelo profeta Ezequiel (Ez 43.16)

“E o altar terá doze côvados de comprimento, e doze de largura, quadrado nos quatro lados.”

A Cidade Santa vista por Ezequiel possuía 12 portas (Ez 48.31-34)

“E as portas da cidade serão conforme os nomes das tribos de Israel; três portas para o norte: a porta de Rúben uma, a porta de Judá outra, a porta de Levi outra.

E do lado oriental quatro mil e quinhentas canas, e três portas, a saber: a porta de José uma, a porta de Benjamim outra, a porta de Dã outra.

E do lado sul quatro mil e quinhentas canas por medida, e três portas: a porta de Simeão uma, a porta de Issacar outra, a porta de Zebulom outra.

Do lado ocidental quatro mil e quinhentas canas, e as suas três portas: a porta de Gade uma, a porta de Aser outra, a porta de Naftali outra.”

Foi com 12 anos que Jesus publicamente anunciou o seu relacionamento celeste e sua tarefa no mundo (Lc 2.42-49)

“E, tendo ele já doze anos, subiram a Jerusalém, segundo o costume do dia da festa.”

12 legiões de anjos marcam a perfeição dos poderes angelicais (Mt 26.53)

“Ou pensas tu que eu não poderia agora orar a meu Pai, e que ele não me daria mais de doze legiões de anjos?”

Jesus escolheu 12 Apóstolos (Mt 10.1)

“E, CHAMANDO os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal.”

Jesus curou uma mulher que padecia há 12 anos de um fluxo de sangue (Mt 9.20)

“E eis que uma mulher que havia já doze anos padecia de um fluxo de sangue, chegando por detrás dele, tocou a orla de sua roupa.”

A filha de Jairo que Jesus ressuscitou possuía 12 anos (Lc 8.41-42)

“E eis que chegou um homem de nome Jairo, que era príncipe da sinagoga; e, prostrando-se aos pés de Jesus, rogava-lhe que entrasse em sua casa;

Porque tinha uma filha única, quase de doze anos, que estava à morte. E indo ele, apertava-o a multidão.”

Após a multiplicação dos pães e peixes realizados por Jesus, foram recolhidos 12 cestos cheios que sobraram (Mt 14.20)

“E comeram todos, e saciaram-se; e levantaram dos pedaços, que sobejaram, doze alcofas cheias.”

As 12 tribos de Israel representam o povo de Deus do Antigo Testamento, e os 12 apóstolos representam o povo de Deus no Novo Testamento (Mt 19.28)

“E Jesus disse-lhes: Em verdade vos digo que vós, que me seguistes, quando, na regeneração, o Filho do homem se assentar no trono da sua glória, também vos assentareis sobre doze tronos, para julgar as doze tribos de Israel.”

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


  1. cada estudo um assunto maravilho e edificante prá nós sobre a importância dos números na bíblia sagrada. muito obriga do Deus abençoe a todos

Este site utiliza Cookies e Tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência. Ao utilizar nosso site você concorda que está de acordo com a nossa Política de Privacidade.