O poder da oração de Ana

A história de Ana está escrita em 1 Samuel e nos traz muitos ensinamentos de como nossa oração pode mudar tudo ao nosso redor.

Ana sonhava em ter um filho de seu marido Elcana, mas era estéril e por conta disso sofria muito.

Além disso, a tradição da época permitia que o homem tivesse mais de um casamento. Por isso, Elcana também tinha Penina como esposa e ela tinha filhos com ele. 

Penina gostava de zombar de Ana por ciúme, já que Ana tinha o amor de Elcana, enquanto Penina tinha a felicidade de dar a ele filhos.

O momento em que Ana orava no templo pedindo a Deus um filho e Eli chegou a achar que ela estava embriagada é um ponto chave nessa história. Pois através dessa oração tudo mudou.

O poder da oração de quem se entrega por inteiro

Ana sabia que apenas Deus poderia realizar o sonho dela ser mãe e por isso suas orações eram sem reservas, ela se entregava de todo coração. 

Não foi atoa que Eli achou que ela havia bebido demais naquele dia.

Ela não se importava com o que poderiam pensar, já que aquele choro se repetia ano após ano e ninguém imaginava o que realmente ela estava passando.

Essa atitude nos ensina que quando vamos orar, devemos fazer uma oração onde nossa alma seja entregue por completo, sem poupar palavras, pedidos, intenções ou lágrimas.

O poder da oração de quem sabe como clamar

O processo de clamar em oração até receber a realização passa por algumas etapas importantes, por isso você precisa entender que a sua entrega não pode ser de qualquer jeito. 

Observe como Ana agiu, em 1 Samuel 1. 16-18 podemos ver o ponto chave dessa história.

1 Samuel 1.16-18 ARA

Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque pelo excesso da minha ansiedade e da minha aflição é que tenho falado até agora.
Então, lhe respondeu Eli: Vai-te em paz, e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste.
E disse ela: Ache a tua serva mercê diante de ti. Assim, a mulher se foi seu caminho e comeu, e o seu semblante já não era triste.

Perceba a mudança de atitude de Ana após saber que seu clamor chegou aos céus e foi ouvido. Nosso clamor passa por 3 principais etapas até que possamos cantar a vitória

Ana orou, confiou e esperou, vamos entender essas etapas a seguir:

1 – Orar

Em primeiro lugar você deve apresentar em oração ao seu pai aquilo que seu coração deseja, Ele conhece o seu coração, mas deseja que o clamor venha de seus lábios.

Dessa maneira, você reconhece que tem um Deus em sua vida e que precisa dEle para todas as coisas. 

Entregar sua oração é admitir que quando você não consegue com suas forças você sabe que tem um Pai que trabalha a seu favor.

2 – Confiar na vontade de Deus

Em segundo lugar, além de entregarmos o desejo do nosso coração, precisamos também confiar na vontade do Senhor para nossas vidas.

Muitas vezes não está no tempo certo para vivermos aquilo que pedimos. Por isso, precisamos confiar plenamente que o nosso pedido foi ouvido, mas ainda não se realizará. 

Outras vezes, vamos precisar entender que talvez aquele pedido que parece tão perfeito aos nossos olhos não seja algo que está nos planos de Deus para nós. Sendo assim, o melhor é confiar que nosso Pai sabe o que é melhor para nós.

3 – Esperar o cumprimento

Em terceiro lugar, precisamos saber esperar. E só quem esperou em Deus por algo, sabe o quanto é um ato de fé. 

Ana esperou em Deus com tanta fé, que após ouvir as palavras de Eli, ela já mudou sua postura, parou de chorar e foi para junto das outras pessoas.

Precisamos fazer como Ana, confiar e esperar mesmo sem ver, contemplando a realização através da fé.

Por fim, quando colocamos nosso clamor aos pés de Cristo, as coisas começam a acontecer antes mesmo de contemplarmos a mudança.

Então, caso você já tenha clamado por algo, siga firme confiando na vontade do Senhor. E não se esqueça que Ele está no controle de tudo.

Além disso, esperar com confiança é uma caminhada e não um repouso. Enquanto você espera o seu clamor se tornar uma realidade continue se entregando por inteiro a serviço do reino de Deus.

Vitória Lemos

Vitória Lemos é uma sonhadora cativa nas palavras, Tia rica de risadas e ideias do Ministério Infantil, dedicada aos dons e talentos e serva fiel do Reino na @adtcmutirao.
Botão Voltar ao topo