5 Passos para aprender a ter paciência e economizar dinheiro

“O dinheiro nunca fez o homem feliz, nem fará, não há nada em sua natureza para produzir felicidade. Quanto mais se tem, mais se quer”. –Benjamin Franklin

Só um pouco mais… Essa é provavelmente a resposta que a maioria de nós daria, se perguntado, quanto dinheiro precisamos para viver uma vida satisfeita.

Você já se fez esta pergunta: Quanto é suficiente? Se você estabelecer limites de quanto precisa para viver, alcançará a liberdade financeira simplesmente aprendendo a viver dentro de suas possibilidades.

Mas que tal ficar rico um dia? O que há de errado em comprar um bilhete de loteria ocasional na esperança de ganhar uma boa quantia de dinheiro? 

Afinal, pense em todas as dívidas que você poderia pagar e em quão generoso você poderia se tornar!

Bem, há apenas uma coisa errada com esse cenário, e até as estatísticas provam isso. Não funciona!

Você sabia que ganhar em uma mega sena, por exemplo, pode aumentar a probabilidade de você falir? 

Você está ciente de que 70% dos ganhadores de loteria desperdiçaram seus ganhos em apenas alguns anos? 

Há também outro lado sombrio para ficar rico da noite para o dia, é o preço emocional que os ganhadores da loteria costumam enfrentar. Isto inclui ser aproveitado por amigos e familiares, tornando-se alvo de golpes de ações judiciais e relacionamentos, rupturas conjugais.

O que a Bíblia Sagrada nos ensina sobre finanças

Assim, enquanto sonhamos acordados em conseguir um grande sucesso um dia, ignoramos completamente a fórmula de Deus, não reconhecendo que Deus é maior que nossos problemas financeiros. 

Sim, a palavra de Deus nos oferece grande sabedoria sobre este assunto. Ela nos adverte, para evitar a ganância e o desejo de ficar rico rapidamente e aplicar tempo e paciência ao processo.

“Aqueles que querem ficar ricos caem em tentação e armadilha e em muitos desejos tolos e nocivos que lançam as pessoas na ruína e na destruição”. (1 Timóteo 6:9)

“A riqueza de procedência vã diminuirá, mas quem a ajunta com o próprio trabalho a aumentará”. (Provérbios 13:11)

Gastar menos do que ganha, isto é praticar o autocontrole e economizar o resto sempre será uma estratégia financeira vencedora! 

Reunir pouco a pouco não apenas desenvolve nosso caráter, mas também se mostra uma estratégia de longo prazo muito melhor para reter nosso dinheiro suado.

Aqui estão cinco passos para todos nós que queremos nos tornar pacientes e poupadores constantes.

1. O que os olhos não vêem o coração não sente

Portanto, se você está lutando com gastos excessivos, considere uma retirada regular automática de sua conta corrente. 

Converse com seu banco e peça que depositem uma certa quantia de dinheiro em sua conta poupança, e coloque restrições.

Isto, no entanto lhe ajudará, à resistir à tentação de sacar o dinheiro de volta. 

Afinal, este é um grande passo para construir lentamente as reservas financeiras à maneira de Deus. 

2. Onde você está desperdiçando dinheiro? 

Em primeiro lugar, cada um de nós tem uma área em que gastamos mais.

Para encontrar suas áreas de gastos pessoais, faça um acompanhamento por 30 dias. Com cereteza, vai ser muito revelador! 

Contudo, depois de avaliar seus hábitos de consumo, tenho certeza de que você encontrará alguns valores extras por mês, que podem ser transferidos de desperdício para economia. 

3. Aonde você pode economizar pagando menos? 

Todos nós usamos os serviços diariamente. Seja celular, TV a cabo, internet, seguro de carro, seguro residencial, seguro de vida, etc.

Habitue-se a revisar seus serviços a cada 6 meses. 

Pois há tanta concorrência no mercado que apenas reavaliando sua gama de serviços regularmente, você certamente encontrará uma economia mensal. 

Afinal, você poderá usar esses fundos extras para aumentar o valor da sua poupança.

4. Regra de espera

Se os gastos excessivos habituais forem o seu principal problema, institua uma regra de espera de 30 dias nas compras. 

Qualquer novo item ficará em uma lista de espera por 30 dias. 

Isso o ajudará a desenvolver paciência, lhe dará tempo para considerar “Eu realmente preciso disso?” e lhe dará espaço para comparar preços. 

Afinal, a compra impulsiva é uma das principais causas da dívida, então liberte-se dela de uma vez por todas!

5. Pare de usar as dívidas como desculpa para não poupar 

A menos que você comece a construir reservas de poupança, você terá muita dificuldade em quebrar seu ciclo de dívida. 

Honrar a Deus primeiro e depois economizar uma certa quantia de dinheiro (não importa quão pequena seja no início) deve ser sua prioridade.

Use a sabedoria de Deus para construir hábitos financeiros sólidos. 

Pois o mundo nos oferece muita tolice quando se trata de finanças; então não caia nas mentiras. 

Tudo que vale a pena ter, vale a pena lutar e esperar. 

Então seja paciente. Construa recursos financeiros aos poucos e um dia você se encontrará em um lugar de verdadeira liberdade financeira.

Autora: Megan 

Botão Voltar ao topo