Quantas tribos existiam em Israel, doze ou treze?

A questão “Quantas tribos existiam em Israel, doze ou treze?” frequentemente suscita debates, sendo comum ouvirmos afirmações de que o número de tribos em Israel é apenas doze. Talvez essa percepção seja influenciada pela recorrência do número doze na Bíblia, como nas “doze portas”, os “doze apóstolos”, e as “doze tribos“, entre outros exemplos.

Contudo, ao examinarmos mais detalhadamente esse assunto, torna-se evidente que a Bíblia apresenta um total de treze tribos, rompendo com a concepção tradicional de apenas doze tribos em Israel. Vejamos então:

A origem das tribos

A origem das tribos remonta aos doze filhos de Jacó, cujo nome foi posteriormente alterado por Deus para Israel (Gn 32:28-30). Jacó ou Israel teve esses doze filhos com suas duas esposas, Raquel e Lia, e com as duas concubinas, Bila e Zilpa.

Se seguirmos uma ordem cronológica, os filhos de Israel são assim apresentados na Bíblia Sagrada:

  • Os filhos de Lia ou Léia:
  1. Rúben (Gn 29:32)
  2. Simeão (Gn 29:33)
  3. Levi (Gn 29:34)
  4. Judá (Gn 29:35)
  • Os filhos de Bila:
  1. Dã (Gn 30:6)
  2. Naftali (Gn 30:8)
  • Os filhos de Zilpa:
  1. Gade (Gn 30:11)
  2. Aser (Gn 30:13)
  • Os filhos de Lia ou Léia:
  1. Issacar (Gn 30:18)
  2. Zebulom (Gn 30:20)
  • Os filhos de Raquel:
  1. José (Gn 30:24)
  2. Benjamim (Gn 35:18)

Entretanto, o versículo de Gênesis 35:22-26 revela que são mencionados treze filhos de Jacó: “E eram doze os filhos de Jacó: os filhos de Léia: Rúben, Simeão, Levi, Judá, Issacar e Zebulom; os filhos de Raquel: José e Benjamim; os filhos de Bila, serva de Raquel: Dã e Naftali; os filhos de Zilpa, serva de Léia: Gade e Aser. Estes são os filhos de Jacó, que lhe nasceram em Arã” (Gn 35:22-26).

Promessas de Deus para Israel

A origem das treze tribos

Apesar de nosso estudo anterior apontar para doze tribos, é crucial salientar que José teve dois filhos, Manassés e Efraim, que, após sua morte, deram origem a outras duas tribos: a tribo de Manassés e a tribo de Efraim.

Assim, a contagem, inicialmente de doze tribos com a inclusão de José, caiu para onze após sua morte. No entanto, com a contagem de seus dois filhos como tribos em seu lugar (Js 14:4), o número total de tribos subiu para treze (Nm 1:1-54).

A lista de todas as tribos, de acordo com o livro de Números no capítulo 1, é a seguinte:

  1. Rúben: Nm 1:5
  2. Simeão: Nm 1:6
  3. Levi: Nm 1:49
  4. Judá: Nm 1:7
  5. Issacar: Nm 1:8
  6. Zebulom: Nm 1:9
  7. Manassés: Nm 1:10
  8. Efraim: Nm 1:10
  9. Benjamim: Nm 1:10
  10. Dã: Nm 1:12
  11. Naftali: Nm 1:15
  12. Gade: Nm 1:14
  13. Aser: Nm 1:13

A Exclusão de Levi na Contagem

A aparente contradição entre doze e treze tribos é explicada pelo fato de que a tribo de Levi, por ser sacerdotal e não ter herança terrena, não era contada entre as tribos que recebiam porções de terra. Este é o motivo pelo qual encontramos frequentemente a expressão “doze tribos” na Bíblia (Números 1:47-49; Josué 14:4,5).

À luz dessas explicações, concluímos que as tribos de Israel, considerando Manassés e Efraim como tribos independentes, totalizavam treze, desmistificando a ideia comum de apenas doze tribos.

A compreensão desses detalhes não apenas esclarece uma aparente contradição, mas também destaca a riqueza e a complexidade da história das tribos de Israel, mostrando como a providência divina se desenrolou em sua identidade única.

Então, quando explorarmos esses aspectos, possamos apreciar a riqueza da Palavra e as nuances que ela revela sobre a história sagrada de Israel.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!