Quem foi Lia na Bíblia? A história da esposa desprezada de Jacó

A história de Lia na Bíblia, faz parte das tristes e amargas histórias de amor, com muito desprezo e solidão. Contudo, nos deixa um grande legado de fé e esperança.

Vamos então, nos aprofundar em mais uma das “novelas” bíblicas de Gênesis e descobrir quem foi Lia, quais as suas qualidades e também aprender as mais valiosas lições com a irmã mais velha de Raquel, Lia.

Quem foi Lia na Bíblia?

Lia na bíblia, foi a esposa desprezada de Jacó, irmã mais velha de Raquel, filha de Labão e sobrinha de Rebeca. Lia foi também prima e a primeira esposa de Jacó, da qual gerou 6 filhos e 1 filha. Os filhos de Lia e Jacó são Rúben, Simeão, Levi, Judá, Issacar, Zebulom e a filha Diná.

O nome Lia ou Léia como aparece em algumas traduções bíblicas, vem do hebraico Le’ah (לאה), que significa “vaca selvagem”, significando fartura ou abundância. Alguns estudiosos também apontam para o significado de “bezerra” ou “olhos doces ou tristes” para o nome Leah ou Lia.

A história de Lia é encontrada no livro de Gênesis, aparecendo também no Livro de Rute.

Aqui estão os versículos bíblicos onde Lia é citada:

  • Gênesis 29-30
  • Gênesis 49:31
  • Rute 4:11

O que tinha de errado nos olhos de Lia?

Lia tinha os “olhos baços” ou “ternos” ou “tenros”, ou seja, ela tinha um olhar cansado que a deixava menos atraente e bonita. Talvez até algum tipo de deficiência em sua visão. Embora, não sabemos ao certo, o que tinha de errado com os olhos dela, o que podemos afirmar é que sua irmã Raquel, era mais bonita e atraente.

“Lia tinha olhos tenros, mas Raquel era de formoso semblante e formosa à vista.” (Gênesis 29:17)

Qual a história de Lia na Bíblia?

história de Lia

A história de Lia na Bíblia, aparece logo após Jacó ter trabalhado sete anos para se casar com Raquel e no dia do casamento, Labão um homem infiel e ganancioso, envia sua filha mais velha, Lia para a noite de núpcias. A história de desprezo e angústia de Lia inicia-se aí, imagine um pai fazer de suas filhas objetos de comércios, vendendo-as em troca de serviço.

Embora alguns estudiosos acreditem que Lia teve participação na fraude, devemos considerar que antigamente as mulheres não tinham voz, e provavelmente Lia era uma moça obediente e respeitava as decisões de seu pai.

Então através de uma trapaça, Lia se tornou a primeira esposa de Jacó, passando a amar Jacó, seu marido e sendo devota a ele. Contudo, Jacó não amava a Lia, ele amava e desejava mesmo se casar com Raquel. Então Jacó decidiu trabalhar mais sete anos em troca de Raquel. Passados uma semana, a confusão estava completa, pois Labão, deu a sua filha Raquel como esposa para Jacó, também.

Agora Lia estaria sob a maldição de um casamento poligâmico, embora fosse aceito pelos homens, nunca foi o plano Divino para o casamento e para a família.

Lia era desprovida de beleza física, diferentemente de sua irmã Raquel que é relatada como bela e formosa. Lia passou então a ser desprezada pelo seu marido e por sua irmã. Deus vendo isso permitiu que Lia fosse uma mulher fértil, dando filhos a Jacó, gerando ainda mais ódio e desunião entre as duas irmãs, já que Raquel era estéril e não podia gerar filhos.

Ela teve a honra de ser mãe do filho primogênito de Jacó, Rúben. Contudo, de forma equivocada Lia pensava que conquistaria o amor de seu esposo, somente porque tinha a benção de gerar, como qualquer mulher, ela tinha uma intensa necessidade de ser amada.

Lia, somente enxergava aquilo que estava lhe faltando e se sentindo infeliz, porém, no dia que ela resolveu agradecer ao Senhor pelo que Ele já lhe havia concedido, Deus se agradou dela fazendo com que em seu filho mais novo, Judá fosse traçada a linhagem messiânica.

Como foi a morte de Lia e onde ela foi sepultada?

Lia foi uma mulher que teve uma vida muito sofrida, sendo desprezada pelo seu marido, vivendo em grande rivalidade com sua irmã mais nova. Contudo, mesmo a bíblia não nos informando sobre o fim de Lia e como ela morreu, sabemos que Deus fez com que ela fosse honrada em sua morte.

Lia foi sepultada na cova no campo de Macpela, que está em frente de Manre, na terra de Canaã, juntamente com os patriarcas e suas esposas.

“Ali sepultaram a Abraão e a Sara sua mulher; ali sepultaram a Isaque e a Rebeca sua mulher; e ali eu sepultei a Lia.” (Gênesis 49:31)

Quais os significados dos nomes dos filhos de Lia e Jacó?

Deus vendo que Lia era desprezada, fê-la fecunda. Veremos à seguir quem são os filhos de Lia e Jacó e os seus significados:

  1. Rúben: Porque o SENHOR atendeu à minha aflição, por isso agora me amará o meu marido.
  2. Simeão: Porquanto o SENHOR ouviu que eu era desprezada, e deu-me também este.
  3. Levi: Agora esta vez se unirá meu marido a mim, porque três filhos lhe tenho dado.
  4. Judá: Esta vez louvarei ao SENHOR.
  5. Issacar: Deus me tem dado o meu galardão, pois tenho dado minha serva ao meu marido
  6. Zebulom: Deus me deu uma boa dádiva; desta vez morará o meu marido comigo, porque lhe tenho dado seis filhos
  7. Diná: Que significa “vindicada” ou “julgada”, Lia possivelmente estava demonstrando sua insatisfação em seu relacionamento conjugal com Jacó.

Características de Lia na Bíblia

 Lia

Embora Lia fique um pouco ofuscada por sua irmã Raquel, ela tinha características peculiares que valem muito a pena ser ressaltadas.

1. Lia tinha beleza interior

Lia, como já vimos não era considerada uma moça bonita, quando comparada com sua irmã. Porém, a beleza que ela tinha dentro dela, era peculiar.

2. Lia carregava a dor da rejeição

Lia sofria a dor da rejeição pelas pessoas que mais amava. Começando por seu pai, que o fez se entregar e casar com um homem mediante uma trapaça. Logo após, o casamento seu marido a troca pela sua própria irmã, que passou a intimidar e maltratar.

3. Lia era uma mulher de fé

Deus conhecia Lia desde o início de sua história. Ela encontra o favor de Deus, que a tornou mãe de filhos, fazendo assim, que sua angústia fosse lentamente acalmada.

Cada vez que ela gerava um filho, ela reconhecia que as mãos de Deus estavam sobre ela e demonstrando grandiosa fé, apesar de todas as circunstâncias.

4. Lia era uma mulher solitária

Jacó não amava Lia, então ele não lhe dava a atenção e a companhia em que ela desejava e merecia. Lia foi se tornando solitária, sua relação com sua irmã era de rivalidade, então Lia não tinha ninguém para conversar. Vemos que até mesmo para ela conseguir, passar uma noite com seu esposo Jacó, ela precisou negociar algumas mándragoras com sua irmã, Raquel.

5. Ela era uma mulher infeliz e insegura

O ambiente em que Lia vivia era de infelicidade e insegurança, seu marido não a amava e sua irmã a odiava. Talvez ela convivesse com piadinhas do tipo que, se não fosse o nosso pai um enganador, você nunca teria se casado.

6. Lia era ousada

Quando Raquel desejou as mandrágoras que Rúben trazia para sua mãe, Lia não perdeu tempo e com muita ousadia, negociou com Raquel para que ela pudesse passar uma noite com seu esposo Jacó.

Raquel concordou, pois as de acordo com as superstições da época, mandrágoras significavam uma solução para a infertilidade, essa fruta afrodisíaca estimulava o desejo sexual e a fertilidade.

Jacó então passou a noite com Lia, da qual gerou o quinto filho, Issacar.

5 Lições que aprendemos com a história de Lia

Embora a vida de Lia tenha sido marcada por grandes tristezas, desprezo, amargura, insegurança, infelicidade. Aprendemos que em meio a tudo isso ela não se esqueceu de Deus, e no seu pior momento ela resolveu louvar ao Senhor, alcançando grande favor de Deus.

Veremos a seguir as lições que podemos aprender com essa personagem chamada Lia.

1. Beleza física não se põe a mesa

Quem nunca ouviu esse ditado popular, que beleza não põe à mesa?

Ditado esse, que faz todo o sentido na história de Lia. Deus viu a beleza que havia no interior dela e lhe abriu a madre. A sua beleza interior, fazia com que ela fosse lembrada e abençoada por Deus.

Ao contrário de sua irmã, que era bela e formosa, porém era amarga e invejosa.

2. Deus ama os desprezados  

Ao longo da Bíblia Sagrada, vemos Deus se voltando para os desprezados.

Quando olhamos para a história de Davi, vemos Deus escolhendo o menor da casa, aquele que estava esquecido no campo. No novo testamento, vemos Jesus curando o cego que estava à beira do caminho, ressuscitando o filho da viúva de Naim, entre muitos outros.

No caso de Lia, Deus se lembrou dela dando-lhe filhos, para que ela se sentisse amada.

3. Deus tem planos para os rejeitados

Embora Lia fosse rejeitada pelos de sua casa, Deus tinha grandes planos para ela. Lia ficou conhecida como a edificadora de Jerusalém. Seu filho Levi se tornou o pai da tribo israelita que se tornou os sacerdotes de Israel, e da descendência de Judá nasceu o Messias.

Portanto, não desista em meio as adversidades, mesmo quando todos se esqueceram de você, Deus jamais te esquecerá. Ele vai preparar uma situação para te exaltar e honrar a sua fidelidade.

4. Nossa vida espiritual tem altos e baixos

A vida de Lia foi marcada por muitos altos e baixos. No início da história, quando ela tem seu primeiro filho, ela enfrenta a decepção em saber que mesmo ela sendo mãe, Jacó não a amaria. Já no quando nasceu o quarto filho, vemos Lia louvando ao Senhor.

Não importa qual seja o momento de nossas vidas, lembre-se que o louvor jamais deve se apartar de nossos lábios.

Em qualquer situação devemos continuar acreditando que Deus está no controle das nossas vidas e que os dias ruins não duram para sempre.

5. Deus deve sempre ocupar o primeiro lugar em nossas vidas

Embora Lia acreditasse em Deus e até louvasse o Seu nome, ela não conseguia manter Deus em primeiro lugar na sua vida. Vemos que após sua irmã Raquel, ter sido mãe, elas entram novamente em conflito, fazendo com que o louvor se apartasse de seus lábios.

Independente de qualquer circunstância que estejamos vivendo, Deus precisa estar em primeiro lugar nas nossas vidas. Não devemos permitir jamais, que nada e nem ninguém venha roubar a nossa alegria de louvar a Deus.

O inimigo odeia nos ver vivendo em louvor a Deus e usará qualquer arma disponível para desviar a nossa fé e a nossa adoração.

Conclusão sobre a história de Lia

A conclusão que podemos tirar dessa história é que Deus não é como o homem, Deus não vê como o homem vê. Pode parecer que tudo está remando ao contrário, porém Deus vai usar essa situação, para confundir os sábios e exaltar a quem Ele quer.

Você pode até ser desprezado, rejeitado e humilhado pelos homens aqui na terra, mas saiba que Deus tudo está contemplando e no momento exato, Ele se levantará em teu favor.

Artigos relacionados:

Quem foi Jacó na Bíblia? História e lições do Patriarca do povo de Israel

Quem foi Rúben na Bíblia: História e Lições do primogênito de Jacó

Quem foi Raquel na Bíblia? A história da esposa amada de Jacó

Indiara Lourenço

Com mais de 20 anos atuando na Pregação e Ensino, Indiara possui experiência em ministério infantil, jovem e feminino. Estudante de Teologia e ministra aulas na EBD. Mãe, esposa e serva que ama fazer a obra de Deus. Contagia a todos com sua alegria e inspira com palavras motivadoras, deixando um impacto positivo por onde passa.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo