Sermão para Culto de Natal: Cristo é Natal

Sermão para Culto de Natal com o tema: Cristo é Natal. Esboço de Sermão apropriado para se pregar em culto especial de Natal.

TÍTULO: Cristo é Natal

TEXTO desse Sermão de Natal: Hebreus 1: 1-4

INTRODUÇÃO desse Sermão de Natal:

ILUSTRAÇÃO: AS GRANDES NOTÍCIAS

Em dezembro de 1903, depois de muitas tentativas, os irmãos Wright tiveram sucesso em fazer decolar sua “máquina voadora”.

Empolgados, eles telegrafaram esta mensagem para sua irmã Katherine: “Na verdade, voamos 36 metros. Estaremos em casa no Natal.”

Katherine correu para o editor do jornal local e mostrou-lhe a mensagem.

Ele olhou para ele e disse: “Que bom. Os meninos estarão em casa no Natal.”

Ele perdeu totalmente a grande notícia: o homem tinha voado!

Muitas pessoas hoje cometem um erro semelhante ao ouvir a palavra Natal. Eles não pensam em Jesus e em Seu nascimento milagroso. Em vez disso, eles pensam em família, reuniões, refeições festivas, decorações e presentes.

Mas se isso é tudo o que o Natal significa para nós, estamos perdendo seu verdadeiro significado.

Você já se perguntou por que temos Natal? Não é só dar e ganhar presentes. Não é só para decorar a casa.

E… não é apenas para tirar férias. Como você sem dúvida já ouviu antes, Jesus é a razão desta época!

O Natal realmente é Cristo. Sem Ele, realmente não há Natal. Tente imaginar como seria o Natal sem Cristo.

Que pensamento sombrio e miserável que muitos celebram esta época sem Ele.

Em uma breve passagem, o escritor de Hebreus resume o que Jesus, como Filho, veio fazer à terra. Ele não veio apenas para nos dar o feriado de Natal, mas Ele veio para nos dar muito mais.

I. Cristo revelou a pessoa de Deus (v.3)

A. “Quem é o resplendor de sua glória e a expressa imagem de sua pessoa.”

1. Em todas as épocas, os homens têm tentado encontrar Deus por meio de suas próprias forças, mas em todas as épocas eles falharam.

2. O resultado dessa busca é visto na variedade de filosofia e religião.

3. Mas não podemos conhecer a Deus, exceto por meio de Suas revelações de Si mesmo a nós.

4. Pois, ter verdadeiro conhecimento de Deus é ter vida eterna.

5. Mas, os homens resistem fortemente a esta verdade.

B. Aqui vemos que é o Filho quem revela o pai.

“Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto” (João 14:7).

1. Jesus disse aos Seus discípulos que eles já tinham visto o Pai.

2. Filipe O questionou sobre isso.

3. Jesus respondeu com uma repreensão gentil.

“8 Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta. 9 Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” (João 14: 8-9).

C. Jesus Cristo veio para nos revelar Deus.

1. A encarnação é Deus se fazendo homem.

2. E assim, para conhecer a Deus, devemos conhecer a Cristo.

3. Deus nos deu Seu Filho e o Filho nos deu Deus.

II. Cristo revelou o poder de Deus (v.3)

A. “Sustentando todas as coisas pela palavra do seu poder.”

1. O objetivo é mostrar-nos a capacidade infinita de Cristo.

2. Ele é totalmente competente para o trabalho que lhe foi confiado.

3. Ele traz o poder divino para o cumprimento de Sua missão.

B. Jesus Cristo não é apenas Deus no nome.

1. Ele é Deus em todo o Seu poder e glória.

2. Nota: Colossenses 1: 14-17; 19

3. O próprio Deus interveio por nós. (2 Coríntios 5:19)

“Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação”.

III. Cristo revelou o perdão de Deus (v.3)

A. “Quando ele mesmo purificou nossos pecados.”

1. É disso que se trata o Natal.

2. O dom gratuito de Deus é a vida eterna por meio de Jesus Cristo.

3. A cruz cobriu a manjedoura.

4. Jesus nasceu para morrer por você e por mim.

B. O pecado é o problema supremo do homem.

1. Paulo disse: “…Cristo Jesus veio a este mundo para salvar os pecadores…” (1 Timóteo 1:15).

4 Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, 5 Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos” (Gálatas 4: 4-5).

2. Isso é o que está faltando nos pensamentos da maioria das pessoas no Natal.

3. Observe o poema: “O RESTO DA HISTÓRIA”

Estamos acostumados a cantar sobre os pastores E a glória celestial resplandecente, dos anjos e sua mensagem Naquela noite santa e pacífica. Mas tantas vezes terminamos a história quando ela apenas começou, pois falhamos em dar a mensagem de que esta criança é Deus o filho aqui para dar a si mesmo um resgate, crucificado na árvore do
calvário, por meio de seu sangue provendo perdão, purificação perfeita, plena e livre. E o túmulo, graças a Deus, está vazio; Jesus está sentado à direita de Deus Agora um amoroso e poderoso Salvador; Levar a notícia a todas as terras.

IV. Cristo revelou a provisão permanente de Deus (v.3)

A. “Sentou-se à direita da Majestade nas alturas.”

1. Não apenas como Alguém que completou Sua obra e poderia se aposentar para desfrutar Seu descanso e recompensa.

2. Mas como Alguém que, tendo feito uma parte preliminar de Sua obra, assume uma posição adequada para continuá-la permanentemente.

3. As visões de Estêvão e de Paulo em Damasco indicam a atividade do Cristo glorificado.

B. Nota: Hebreus 7:25

“Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles”.

1. Jesus completou a obra de salvação no Calvário.

2. Mas Ele continua a interceder por nós.

Conclusão desse Sermão de Natal:

A. Cristo é a razão do Natal

  1. Cristo Revelou a Pessoa de Deus
  2. Ele revelou o poder de Deus
  3. Cristo revelou o perdão de Deus
  4. Cristo revelou a provisão permanente de Deus

B. Apelo

Você conhece Deus? Ele se revelou a nós por meio de Seu Filho, Jesus Cristo. É disso que se trata o Natal.

Não se trata de árvores, presentes e papai-noel! É sobre Deus vindo como um bebê em uma manjedoura. O Cordeiro de Deus que foi sacrificado por nós, para que nossos pecados fossem perdoados.

Jesus revelou Sua pessoa, poder, perdão e provisão. Você recebeu o presente da vida eterna?

Veja também: Desvendando Cristo nas Festas Bíblicas.

Botão Voltar ao topo