8 Temas essenciais para trabalhar com jovens na Igreja

Elaborar temas para trabalhar com jovens na Igreja pode ser uma tarefa muito difícil e trabalhosa, requer bom senso e criatividade para os líderes que trabalham nessa área.

Lembre-se que os jovens fazem parte de um grupo muito especial. A juventude traz em si muita vitalidade, criatividade e acima de tudo paixão por tudo que gosta e faz.

Sendo assim, com essas características, podem promover grandes mudanças sociais, se tornarem sujeitos de sua história.

Então, formar jovens cristãos conscientes e com Deus em seu coração se torna cada vez mais urgente, pensando nesse fato, separei para você, alguns temas para trabalhar com os mesmos, vamos lá?

1. Os desafios do mundo atual para a juventude

Esse tema é bastante abrangente, mas por isso mesmo é que precisa se trabalhar com ele. O mundo hoje traz uma série de desafios para a juventude moderna, e devemos prepará-los para enfrentar esses desafios.

E que desafios são esses? Podemos citar como exemplo o mundanismo, desemprego, drogas, relativismo, entre outros.

2. A visão de oração

Lembre-se que a base da vida em Deus é a espiritualidade. No entanto, muitos jovens não encontram facilidade em avançar no seu caminho espiritual. Muitos deles até se esforçam, tentando achar esse caminho, mas ficam perdidos, sem saber por onde começar.

Por isso é válido recomendar a Escola Bíblica Dominical, os estudos bíblicos e outros eventos que sua Igreja realiza especialmente visando a oração e o comprometimento com Deus.

3. Afetividade e sexualidade

Um tema bastante delicado, mas que não pode ser deixado para trás, porque vivemos em um mundo onde a castidade não é mais valorizada, dessa forma se torna muito complicado para o jovem resistir às tentações mundanas e caindo nessas tentações podem sofrer bastante.

Abordar essa temática pede muita delicadeza e conhecimento, pois a Igreja enfrenta nessa área grandes inimigos, como a televisão e as mídias sociais. Fazer com que os jovens tenham uma visão crítica sobre o que assistir e acessar é um grande desafio, mas que deve ser enfrentado pela Igreja.

4. Santidade: um chamado de Deus para os Jovens

Os jovens têm a tendência a tentar superar a si mesmos, mas nem sempre reconhecem que ser santo é caminhar seguindo os passos de Jesus, ou seja, caminhar com generosidade. Esse caminho só será possível trilhar com a luz do Espírito Santo.

Cabe a Igreja e os líderes que trabalham com a juventude, abordar esse assunto tão importante, pois termos dentro da casa de Deus jovens comprometidos em seguir Jesus é crucial para termos uma igreja vibrante e repleta do amor de Cristo Jesus.

5. A relação pai e filho: convivência e amor na Família

Tratar desse ponto, que a relação familiar, é de vital importância para a formação dos jovens, pois, muitas vezes, temos famílias desestruturadas, onde falta o diálogo, o amor, a compreensão e acima de tudo o temor a Deus.

Como o jovem pode ser sujeito de sua história e promover ele mesmo a reconciliação e a união, dentro de sua família?

Responder essa pergunta é um grande desafio, mas, precisa se vencer.

6. Vocação: caminho de felicidade e oferta

Todo jovem está a procura de saber para o que foi feito, qual o seu caminho a seguir, esses questionamentos podem ser o início de um questionamento vocacional.

Temos jovens missionários, cheios de vigor e amor a Cristo espalhados pelo mundo inteiro, essa vocação certamente foi despertada ou dentro da própria família, que é temente a Deus e ensina os princípios cristãos aos filhos, como também dentro da própria Igreja.

7. O ambiente digital e seus perigos

Não é errado afirmar que o jovem hoje em dia vive na era digital. Ele está cercado pelo mundo virtual e á um dos principais alvos de produtos, marcas, cursos e redes sociais que povoam esse meio.

Devido a esse fato, se torna muito importante que os jovens recebam uma orientação adequada sobre o que acessar, como acessar e como participar das redes sociais de forma que não se afaste de Deus, isto pode e deve ser feito primeiro pela família e a Igreja, é claro, pode auxiliar e muito nesse processo de alerta sobre os perigos das redes sociais em excesso.

8. Alcançando os sonhos em Deus

O jovem é uma pessoa sonhadora em sua essência, pois, busca saber qual é o seu “destino” o tempo inteiro. Tem uma vontade muito grande de saber qual é o seu lugar no mundo e para isso, sonha e imagina seu futuro sendo trilhado.

Mas isso tudo é normal, a juventude deve sonhar mesmo, o importante é que sejam sonhos que vão de encontro aos valores cristãos, desde um trabalho íntegro e próspero, até uma vida digna.

Então cabe primeiro a família encaminhar esses jovens, no sentido de clamarem a Deus por seus objetivos e esperarem no Senhor e também cabe à Igreja auxiliar nessa orientação.

Teríamos outros temas a serem abordados, como por exemplo, os seguintes:

  • A Bíblia nossa de cada dia
  • Cristo e o jovem cristão
  • O pecado e o jovem cristão
  • Prudência ao falar
  • Honrar pai e mãe
  • Como escolher nossas amizades
  • Esperar com paciência no Senhor
  • Namoro cristão

Botão Voltar ao topo