28 Versículos da bíblia que falam sobre a Trindade e suas evidências

A mente humana, com suas limitações finitas, não consegue abarcar completamente a natureza de Deus, que é um em essência e ser, mas revelado na bíblia como três Pessoas distintas. Assim como as doutrinas da soberania de Deus na salvação e do livre-arbítrio do homem para crer e receber, são duas faces da mesma moeda, a Trindade é uma verdade que exige aceitação pela fé, não pela razão.

Don Stewart define a doutrina da Trindade assim:

“A Bíblia ensina que existe um Deus eterno que é o Criador e Sustentador do universo. Ele é o único Deus que existe. Contudo, dentro da natureza deste Deus único existem três pessoas, ou três centros de consciência – o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Estas três Pessoas são coiguais e coeternas. Eles também são distinguíveis ou distintos um do outro. Estas três Pessoas distintas são o único Deus. Tudo o que é verdade sobre Deus é verdade sobre o Pai, o Filho e o Espírito Santo.”

Veja a doutrina da Trindade não como uma mera busca acadêmica ou conhecimento superior. Não considere estas verdades sobre Deus como meros fatos para acumular e armazenar, pois isso é perder o foco.

Pois, o único Deus verdadeiro, o Criador e Sustentador de tudo, revelou-se para que pudéssemos conhecê-lo e adorá-lo. À medida que meditamos e ponderamos sobre verdades tão grandiosas, obtemos vislumbres da natureza divina do Deus a quem servimos. Ele se revela porque deseja que O conheçamos.

Neste artigo, vamos conhecer alguns versículos bíblicos que falam de Trindade, oferecendo uma visão mais profunda dessa doutrina fundamental do Cristianismo.

28 Versículos poderosos sobre a Trindade

“Depois de ser batizado, Jesus saiu imediatamente da água; e eis que os céus se abriram, e ele viu o Espírito de Deus descendo como uma pomba e pousando sobre Ele, e eis que uma voz vinda dos céus disse: ‘Este é meu Filho amado, em quem me comprazo.’ ”

Mateus 3:16-17

“E Jesus, aproximando-se, falou-lhes, dizendo: Toda a autoridade me foi dada no céu e na terra. Ide, portanto, e fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a observar tudo o que vos ordenei; e eis que estou sempre com vocês, até o fim dos tempos.’”

Mateus 28:18-20

“Mas, estando cheio do Espírito Santo, olhou atentamente para o céu e viu a glória de Deus, e Jesus em pé à direita de Deus; e ele disse: ‘Eis que vejo os céus abertos e o Filho do Homem em pé à direita de Deus’”.

Atos 7:55-56

“Segundo a presciência de Deus Pai, pela obra santificadora do Espírito, para obedecer a Jesus Cristo e ser aspergido com o Seu sangue: Que a graça e a paz sejam vossas em plena medida.”

1 Pedro 1:2

“A graça do Senhor Jesus Cristo, e o amor de Deus, e a comunhão do Espírito Santo sejam com todos vocês.”

2 Coríntios 13:14

Porque Deus, que disse que das trevas resplandecesse a luz, ele mesmo resplandeceu em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de Deus, na face de Jesus Cristo.

2 Coríntios 4:6

E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.

João 1:14

Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do Pai, esse o deu a conhecer.

João 1:18

Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.

Mateus 4:1

E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito de Jesus não lho permitiu.

Atos 16:7

Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para ser apóstolo, separado para o evangelho de Deus, o qual antes havia prometido pelos seus profetas nas santas Escrituras, acerca de seu Filho, que nasceu da descendência de Davi segundo a carne, declarado Filho de Deus com poder, segundo o Espírito de santidade, pela ressurreição dentre os mortos, Jesus Cristo, nosso Senhor.

Romanos 1:1-4

E, se o Espírito daquele que dos mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dos mortos ressuscitou a Cristo Jesus vivificará também os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita.

Romanos 8:11

Não me lances fora da tua presença, e não retires de mim o teu Espírito Santo.

Salmos 51:11

Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não só quebrantava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus.

João 5:18

Porque nele habita corporalmente toda a plenitude da divindade.

Colossenses 2:9

Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operações, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos.

1 Coríntios 12:4-6

Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.

1 Coríntios 12:11

Mas agora Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.

1 Coríntios 12:18

Ora, vós sois o corpo de Cristo, e seus membros em particular.

1 Coríntios 12:27

E João testificou, dizendo: Vi o Espírito descer do céu como pomba, e repousar sobre ele. Eu não o conhecia, mas o que me mandou a batizar com água, esse me disse: Sobre aquele que vires descer o Espírito, e sobre ele repousar, esse é o que batiza com o Espírito Santo. E eu vi, e tenho testificado que este é o Filho de Deus.

João 1:32-34

Vós sois as minhas testemunhas, diz o Senhor, e meu servo, a quem escolhi; para que o saibais, e me creiais, e entendais que eu sou o mesmo, e que antes de mim deus nenhum se formou, e depois de mim nenhum haverá.

Isaías 43:10

Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele.

1 Coríntios 8:6

E isso ele disse do Espírito que haviam de receber os que nele cressem; pois o Espírito Santo ainda não fora dado, porque Jesus ainda não tinha sido glorificado.

João 7:39

E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre.

João 14:16

Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito.

João 14:26

Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito de verdade, que procede do Pai, ele testificará de mim.

João 15:26

Deus ressuscitou a este Jesus, do que todos nós somos testemunhas. De sorte que, exaltado pela destra de Deus, e tendo recebido do Pai a promessa do Espírito Santo, derramou isto que vós agora vedes e ouvis.

Atos 2:32-33

E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.

Gálatas 4:6

3 Evidências da Trindade na bíblia

Trindade na bíblia

1. Existe somente um Deus

“Declara e expõe a tua causa; na verdade, deixe-os consultar juntos. Quem anunciou isso desde antigamente? Quem já declarou isso há muito tempo? Não sou eu, o Senhor? E não há outro Deus além de mim, um Deus justo e um Salvador; não há ninguém além de mim.”

Isaías 45:21

“Assim diz o Senhor, o Rei de Israel e seu Redentor, o Senhor dos exércitos: ‘Eu sou o primeiro e sou o último, e não há Deus além de mim.’”

Isaías 44:6

Quando Deus deu os Dez Mandamentos a Moisés, o primeiro mandamento era que eles não teriam outros deuses diante deles (Êxodo 20:1-3).

As crianças hebreias receberam o ensinamento desde o nascimento que Deus era o único Deus, e que Ele era um só Deus:

“Ouve, ó Israel! O Senhor é o nosso Deus, o Senhor é um!”.

Deuteronômio 6:4

Que paz e segurança isso nos dá!

Adoramos um Deus, o único Deus verdadeiro que existe. Não há necessidade de procurar outros deuses para satisfazer as nossas necessidades ou prover a salvação das nossas almas. O nosso tempo, recursos, lealdade e gratidão e, na verdade, as nossas próprias vidas, podem ser concentrados numa direção, a do Altíssimo, o único Deus.

2. Deus existe em três pessoas

Tanto o Antigo quanto o Novo Testamento estão repletos de referências a Deus, o Pai, ao Espírito Santo de Deus e ao Filho de Deus, embora o nome do Filho de Deus, “Jesus”, não seja identificado até o Novo Testamento.

No Antigo Testamento, o Filho de Deus é o Messias vindouro (Daniel 9:24-26), o Redentor, citado 13 vezes no livro de Isaías, o Servo Justo e Sofredor (Isaías 53). Também encontramos a frase “Espírito do Senhor” ou “Espírito de Deus” mais de 35 vezes no Antigo Testamento.

Se Deus ordenou ao Seu povo que adorasse somente a Ele, só se pode concluir que a Pessoa do Filho de Deus, Jesus, e a Pessoa do Espírito de Deus são o mesmo Deus, e não Deuses diferentes.

Na verdade, não existem boas analogias para explicar como alguém é três, mas não está dividido e separado. Algumas pessoas utilizam água no seu estado líquido, gelada e vapor, sustentando que a essência, ou neste caso, a composição química do H2O, ainda é a mesma, embora em formas diferentes.

Outros usaram a ideia de tempo: Passado, presente e futuro, na medida em que vivenciamos o tempo de três maneiras, mas essencialmente, só existe o próprio tempo.

Uma maneira pela qual podemos ter uma pequena visão é a partir das próprias Escrituras, quando Paulo, em suas palavras finais aos crentes de tessalônica, nos lembra de como Deus nos criou:

“Agora, o próprio Deus de paz vos santifique inteiramente; e que o vosso espírito, alma e corpo sejam preservados completos e irrepreensíveis na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

1 Tessalonicenses 5:23

Acredito que isso é, pelo menos em parte, o que Deus quis dizer quando disse em Gênesis 1:26:

“Façamos o homem à NOSSA imagem, conforme a NOSSA semelhança”.

Quem é o “Nós”, exceto o Deus Triúno? O próprio Jesus estava presente e participando da Criação (Colossenses 1:15-17), e quem, a não ser o Espírito de Deus que pairava sobre a face da terra (Gênesis 1:2), poderia soprar o fôlego de vida no homem (Gênesis 2: 7)?

Como seres criados, somos feitos de corpo, alma e espírito, mas não somos três pessoas, mas uma só. Não somos “deuses”, mas fomos feitos à imagem e semelhança de Deus, que é um só Deus, mas distintamente três Pessoas.

Ele se revelou a nós e nos responde como o Espírito de Deus, Deus em corpo físico, ou seja o Jesus Encarnado e Deus Pai. A alma humana, como sede de nossas afeições, nossa mente, nossa vontade e nossas emoções, talvez exemplifique Deus, o Pai, a Pessoa da Trindade que amou o mundo de tal maneira que enviou Seu Filho unigênito para nos dar a salvação (João 3:16 ), e a pedido do Filho, enviou o Espírito de Deus para habitar naqueles que cressem (Lucas 11:13).

3. Todas as três pessoas são igualmente Deus

Como as Escrituras descrevem cada Pessoa da Trindade como tendo papéis distintos e separados, somos naturalmente levados a imaginá-los ou descrevê-los como existindo em relacionamentos que podemos compreender.

Se Deus Pai “enviou” Jesus para salvar a humanidade (1 João 4:14) e “enviou” o Espírito aos nossos corações (Gálatas 4:6), então Deus deve ser o Deus principal. O Espírito e o Filho devem de alguma forma ser subservientes ou menos um ao outro; alguém tem que ser o chefe.

Aqui está a nossa luta para compreender a Trindade: vemos com a perspectiva humana.

De acordo com as Escrituras, Deus o Pai, Jesus o Filho e o Espírito Santo são coiguais e plenamente Deus.

Pense nesta verdade: Deus enviou a si mesmo para ser o Salvador. A justiça e a santidade de Deus exigiam pagamento pelo pecado, por isso Ele exigia o preço de Si mesmo.

Ele satisfez Sua própria ira (Romanos 3:25 ; Hebreus 2:17). Ele mesmo entrou na carne humana, deixando de lado Sua glória, mas nunca Sua divindade (Filipenses 2:5-11), para viver e morrer como um sacrifício humano pelos pecados do mundo (1 João 2:2).

Então, Ele entrou no céu para oferecer Seu próprio sangue a Si mesmo em um altar celestial (Hebreus 9:24; 10:11-13) e retornou como prometido em Espírito para habitar em todos os homens, mulheres, meninos e meninas, que cressem pela fé, Nele.

Quando Tomé pediu para ver o Pai, Jesus respondeu:

“Quem me vê, vê o Pai… Acredite em mim que estou no Pai e o Pai está em mim”.

João 14:9-11

Novamente, em João 10:30, Jesus declara “Eu e o Pai somos um”. Todo o capítulo de João 17 dá provas de que Jesus e o Pai são Um, co-iguais, totalmente Deus. Efésios 4:4-6 descreve um Espírito, um Senhor, um Deus e Pai. Hebreus 1:1-4 nos diz que o Filho de Deus é a representação exata da natureza de Deus, o esplendor da Sua glória.

Deus, o Pai, é Deus.

Jesus, o Filho, é Deus.

O Espírito Santo é Deus.

Qual a importância da Trindade nos versículos da bíblia?

1 João 5:20 – “E sabemos que o Filho de Deus já veio e nos deu entendimento para que conheçamos aquele que é o verdadeiro; e estamos naquele que é verdadeiro, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.”

Devemos sempre lembrar que sem a Trindade não há salvação. Se Jesus não é Deus, então os nossos pecados não foram pagos, a Sua morte na cruz foi inútil e Ele foi apenas mais um homem “bom” que morreu pelas Suas crenças.

Se o Espírito Santo não é Deus, então estamos simplesmente seguindo os nossos sentimentos e o que resta da consciência humana. Uma vez então que Jesus não ressuscitou dos mortos e não retornou ao céu, cumprindo Sua promessa de enviar o Espírito de Deus para habitar nos crentes.

“AMADOS, não creiais a todo o espírito, mas provai se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo. Nisto conhecereis o Espírito de Deus: Todo o espírito que confessa que Jesus Cristo veio em carne é de Deus; E todo o espírito que não confessa que Jesus Cristo veio em carne não é de Deus; mas este é o espírito do anticristo, do qual já ouvistes que há de vir, e eis que já está no mundo.”

1 João 4:1-3

A beleza da Trindade é que Deus se deu a conhecer aos homens. Jesus, sendo Deus encarnado, nos redimiu. O Espírito fala conosco, ilumina nossas mentes para compreender as Escrituras, nos convence e nos guia.

Deus sempre foi quem Ele é e, em Sua essência Trina, fornece tudo que a alma, o espírito e o corpo humanos poderiam precisar ou desejar.

E porque não? Fomos feitos à Sua imagem para adorá-Lo tanto nas coisas que podemos conhecer quanto naqueles atributos incompreensíveis de Deus que só podemos perceber pela fé.

“Meditar nas três Pessoas da Divindade é caminhar em pensamento pelo jardim do Éden a leste e pisar em solo sagrado. Nosso esforço mais sincero para compreender o mistério incompreensível da Trindade deve permanecer para sempre fútil, e somente pela mais profunda reverência pode ser salvo da presunção real.” –AW Tozer

Veja também: Estudo Completo sobre a Doutrina da Trindade

Indiara Lourenço

Com mais de 20 anos atuando na Pregação e Ensino, Indiara possui experiência em ministério infantil, jovem e feminino. Estudante de Teologia e ministra aulas na EBD. Mãe, esposa e serva que ama fazer a obra de Deus. Contagia a todos com sua alegria e inspira com palavras motivadoras, deixando um impacto positivo por onde passa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo