Quem foi Débora, a profetisa?

Débora, a profetisa, foi uma pessoa importante na Bíblia, mas poucos crentes estão familiarizados com ela. Débora era uma mulher poderosa, corajosa, sábia, juíza de Israel. 

Muitas pessoas tentam contestar este fato, mas a Bíblia nos diz que Débora, de fato, manteve esta posição:

“Ora, Débora, uma profetisa, mulher de Lapidote, julgava Israel naquele tempo” (Juízes 4:4). 

É importante que todos os cristãos conheçam Débora e sua influência sobre o povo de Deus.

Débora, a profetisa

Como afirmado, a Bíblia nos diz que Débora era uma profetisa e juíza de Israel. Como Débora era uma profetisa, isso significava que ela podia conversar diretamente com Deus e consultá-lo sobre vários assuntos, assim como os profetas homens podiam conversar com Deus. 

Devido à grande sabedoria de Débora, o povo de Israel vinha consultá-la sobre uma infinidade de coisas diferentes. 

“Ela assentava-se debaixo das palmeiras de Débora, entre Ramá e Betel, nas montanhas de Efraim; e os filhos de Israel subiam a ela a juízo.” (Juízes 4:5). 

A partir desta passagem da Bíblia Sagrada, sabemos que Débora era sábia, inteligente e influente para o povo de Israel. 

Além de ser sábia, inteligente e influente, Débora também era uma guerreira extraordinariamente corajosa. 

Quando Baraque, filho de Abinoão, estava com medo de marchar para a batalha no Monte Tabor, ele disse a Débora que não iria para a batalha a menos que ela viesse com ele (Juízes 4:8). 

Débora concorda em ir e diz:

“Certamente irei com você; não obstante, a viagem que você está prestes a fazer não será para sua honra e glória, porque o Senhor entregará Sísera nas mãos de uma mulher” (Juízes 4:9 a). 

Assim, por meio dessa decisão, Débora provou ser uma guerreira corajosa e poderosa. 

Débora, marcou a importância das Mulheres na Bíblia

O próprio fato de Débora ser juíza demonstra que Deus dá igual valor a homens e mulheres. 

Débora, no entanto, como juíza, enfatizou a importância das mulheres na Bíblia e a importância de que as mulheres também pudessem tomar decisões em nome de Israel falando com Deus. 

Em outras palavras, ser uma profetisa era extremamente único e raro para o povo de Israel. 

De fato, as profetisas raramente são mencionadas no Antigo Testamento

Apesar das crenças populares dentro e fora da cultura cristã, Deus tem uma visão positiva das mulheres, pois ama homens e mulheres igualmente. 

Deus não mostra favoritismo (Rm 2:11). O Senhor ama todas as pessoas igualmente e entrega seus dons a cada um de Seus filhos. 

Como afirmado, poucas mulheres eram profetisas, o que as tornava únicas, mas não inexistentes. Embora haja muito menos profetisas do que profetas, isso não significa que Deus dê mais valor aos homens do que às mulheres. Em vez disso, Deus ama homens e mulheres igualmente, pois todos somos feitos à imagem de Deus (Gênesis 1:27). 

A Canção de Débora, a profetisa

O “Cântico de Débora” está registrado em Juízes 5 e é uma bela descrição de como Deus deu a Israel a vitória contra seus inimigos. 

A canção inteira é inspiradora e fornece um resumo detalhado de Juízes 4 na forma de uma música. 

O último verso da música louva a Deus, assim:

“Assim, pereçam todos os seus inimigos, Senhor! Mas que todos os que te amam sejam como o sol quando nasce em sua força” (Juízes 5:31). 

Tanto Débora quanto Baraque cantaram esta canção para dar glória a Deus e louvá-lo por dar-lhes a vitória sobre os inimigos de Israel.

Através da canção de Débora, ela louvou somente a Deus. Ela não deu créditos a si mesma ou a Baraque pela vitória. 

Em vez disso, ela deu todo o louvor e adoração a Deus porque ela sabia que a vitória era somente por causa da mão poderosa de Deus. 

Os israelitas transmitiriam sua história oralmente através das histórias e canções. É razoável concluir que o povo de Israel passaria o “Cântico de Débora” para seus filhos e netos. 

Desta forma, o “Cântico de Débora” permaneceu em todos os lares e corações do povo de Israel para ajudá-los a lembrar as vitórias passadas de Deus para Seu povo escolhido, Israel. 

Aprendendo com Débora, a profetisa

Há muito que podemos aprender com a vida de Débora, a profetisa. 

Ela era sábia, corajosa, carinhosa, gentil e obedientemente seguia a Deus. 

Débora, contudo, poderia ter tanto medo dos inimigos de Israel quanto Baraque, mas em vez disso, ela escolheu ser corajosa. 

Ela foi capaz de ter coragem porque sabia que Deus estaria com Seu povo, provavelmente teve que sair de sua zona de conforto muitas vezes, mas ela não recuou diante do medo. 

Ela escolheu confiar em Deus e seguir sua liderança em todas as áreas de sua vida.

O fato de que o povo de Israel se sentiu à vontade para ir até ela e perguntar sobre seus problemas demonstrou que eles confiavam nela e sabiam que ela estava realmente falando com Deus (Juízes 4:5). 

Débora, portanto, ajudou as pessoas ao seu redor, usou sua sabedoria para ajudá-las a tomar decisões e consultou a Deus em favor delas. 

Ela era verdadeiramente um ser humano altruísta que se preocupava com o povo de Israel. 

Débora é única nesse sentido porque muitos juízes não se importavam com o povo de Israel e os maltratavam, ignorando os requisitos de Deus para esse papel.

Débora também nos ensina a verdade vital de sempre depender de Deus e nunca duvidar Dele. 

Em nossa vida moderna, pode ser difícil não duvidar quando as coisas vão mal, mas podemos seguir o exemplo de Débora confiando sempre em Deus e em Seu caráter fiel. 

Débora poderia ter duvidado da bondade de Deus e desobedecido quando eles foram para a batalha, mas ela escolheu permanecer fiel a Deus e não se desviou de sua fé. 

Por meio de sua fé e obediência, Débora e Baraque, conquistaram com sucesso, à vitória de Israel, por meio da obra de Deus. 

Louvando a Deus

Débora nunca hesitou em dar glória a Deus. Ela sabia que todos os seus sucessos eram apenas por causa de Deus. 

A Bíblia nunca nos diz que Débora se torna excessivamente confiante ou orgulhosa por causa de sua posição como profetisa e juíza. 

Em vez disso, ela permaneceu firme e humilde. O “Cântico de Débora” atesta esta verdade, pois ela dá todo o louvor a Deus (Juízes 5:1-31). 

Em nossas próprias vidas, precisamos nos manter firmes, humildes e dar todo o louvor a Deus. Só podemos ser bem-sucedidos no que fazemos, se estivermos firmados em Deus. 

Não podemos fazer nada sem Ele e Sua bondade, graça e misericórdia.

Nós também podemos seguir o exemplo de Débora em louvar a Deus agradecendo a Ele e glorificando-O em nossas ações, e podemos até mesmo fazer uma canção para Ele como Débora fez. 

Mesmo que você não seja o melhor cantor como eu, Deus ainda gosta de nos ouvir cantar para Ele. 

Escrever uma canção inspirada para Deus é realmente uma ótima maneira de adorá-Lo e agradecer-Lhe por tudo o que Ele fez e continua a fazer por nós todos os dias. 

Mesmo que cantar ou escrever músicas não seja seu dom, você ainda pode louvar a Deus de sua própria maneira.  

Autora: Vivian Bricker

Botão Voltar ao topo