João 8:32 Significado de Conhecereis a Verdade e a Verdade vos Libertará

“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.”João 8:32 – ACF

Traduções Bíblicas de João 8:32

  • “Conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” – João 8:32 – NAA
  • “E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” – João 8:32 – NVI
  • “Então conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” – João 8:32 – NVT
  • “E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.” – João 8:32 – NTLH

Explicação de Conhecereis a Verdade e a Verdade vos Libertará

No versículo anterior, Jesus diz àqueles que começaram a crer nele que se eles se apegam aos seus ensinamentos, eles são realmente seus discípulos. Então eles saberão a verdade. Eles acreditavam que ele era quem dizia ser. 

A crença deles seria posta em prática por se apegarem aos seus ensinamentos e assim serem seus discípulos. Um discípulo é um estudante ou um aprendiz.

Acreditar na obra de Jesus na cruz para nos redimir e nos salvar deve então levar ao discipulado se quisermos ser “libertados”. 

Nos versículos que seguem João 8:32, Jesus seria específico sobre a escravidão ao pecado que prende as pessoas do mundo. 

A única maneira de ser liberto é crer em Jesus. A única maneira de acreditar verdadeiramente e assim “conhecer a verdade” é viver seus ensinamentos, tornando-se seus discípulos.

Contexto de João 8:32

Em João capítulo 8, o apóstolo João escreve para mostrar que Jesus é o Filho de Deus. Embora a maioria dos eventos do capítulo tenha ocorrido na Judéia, o apelo de João apresenta salvação para todos.

Nessa passagem selecionada, Jesus tem uma longa discussão com uma mulher pega em adultério, seguida por um paradoxo do que significa ser a luz do mundo. 

Depois de advertir aqueles que escolhem não acreditar Nele, Ele então conversa com Abraão sobre o que significa possuir a verdade que os libertará (um relacionamento com Jesus Cristo obtido através da salvação e do perdão dos pecados).

Terminando um discurso no templo, Jesus apresenta uma comparação gritante entre Si mesmo e os do mundo. Surpreendido por Suas afirmações ousadas, esta oferta de luz e verdade para a humanidade escura e cheia de pecado abala muitas almas (João 8:21-30). Eles se apegam às leis e regras religiosas, mas ele oferece salvação para todos através da morte de Seu corpo para vir na cruz.

“Você é de baixo; eu sou de cima. Você é deste mundo; eu não sou deste mundo. Eu lhe disse que você morreria em seus pecados; se você não acredita que eu sou ele, você realmente morrerá em seus pecados”. (João 8:22-23)

Embora o resultado da mensagem de Jesus fosse que muitos acreditariam Nele, outros não, e assim, ele fala nos versículos 31-32 para aqueles que escolheram  aceitá-Lo.

A tradução da versão King James de João 8:31-32 diz: “Então disse Jesus aos judeus que nele creram: Se permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos; e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (João 8:31-32).

E conhecereis a verdade

Quando você coloca em prática as palavras de Jesus, obedecendo aos seus ensinamentos, você é um discípulo. Somente um discípulo será considerado por Cristo como um verdadeiro crente. Deixar de colocar em prática os ensinamentos de Jesus é mostrar-se um incrédulo prático.

Existe o conhecimento intelectual e existe o conhecimento experiencial. Jesus promete que se tentarmos o seu caminho, teremos o último. Os escribas contam o que ouviram. Os discípulos pregam o que sabem. Viver o ensinamento de Jesus é construir fé e segurança.

Tudo nesta vida e na próxima depende da verdade. Um seguidor de Deus deve ser um buscador e praticante da verdade. Existe uma realidade objetiva, e os sábios a procurarão para viver adequadamente. 

O verdadeiro buscador encontrará seu caminho para Deus e explorará as profundezas da verdade na luz de Deus por toda a eternidade no céu. É muito bom encontrar “sua verdade” apenas na medida em que “sua verdade” é a verdade objetiva final. Jesus é o caminho, a verdade e a vida (Jo 14:6).

E a verdade vos libertará

Se você viver a verdade, você conhecerá a verdade, e a verdade o libertará da escravidão do pecado. Infelizmente, muitos cristãos permitem que o deus deste mundo, Satanás, os cegue para essa incrível realidade. Eles se contentam em ir à igreja e fazer uma oração, mas ser um verdadeiro discípulo exige coragem. 

O resultado de viver a verdade é sempre o resultado certo, mas sempre há obstáculos no caminho estreito. Esses obstáculos e superá-los fazem parte do que Deus usa para nos treinar para a liberdade. Confie nele e enfrente a verdade. Confesse seus pecados e viva na luz de Deus (Jo 3:19). Seja livre.

Comentários sobre o significado de João 8:32

Comentários sobre o significado de João 8-32

Comentário de Beacon (Contexto)

Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente, sereis meus discípulos (31). Não é acidental que João aqui descreva a reação dos judeus que criam nele de modo diferente da reação mencionada no versículo 30. Esta distinção aponta para os níveis da fé. Crer nele (31) implica uma impressão favorável, uma concordância com o que Jesus dizia, mas não necessariamente uma decisão de comprometimento com o discipulado. Crer nele (30) significa depositar a fé nele pelo que Ele é, mais do que pelo que Ele faz, e este é o caminho para o verdadeiro discipulado.

Assim, enquanto uma pessoa permanecer na Palavra de Jesus, será verdadeiramente seu discípulo. Este relacionamento é de verdade e de liberdade. E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará (João 8:32). O que é que torna um homem verdadeiramente livre? Uma interessante combinação de fatores importantes é dada aqui, em 30-32. Crer nele (30), permanecer na sua palavra (32), o verdadeiro discipulado (31), e o conhecimento da verdade (32). Tudo isto torna um homem livre. A verdade que gera a liberdade é, portanto, viva e pessoal e não pode ser outra, senão a verdade encarnada, o Filho (36).

Comentário de Ellicott – João 8:32

E conhecereis a verdade. Na grande oração Intercessora de João 17, Jesus ora por Seus discípulos: “Santifica-os na verdade; a tua palavra é a verdade” (Jo 8:17). Na resposta à pergunta de Tomé em João 14, Ele declara: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida” (João 8:6). É este pensamento que está presente na conexão entre a continuidade em Sua palavra e o conhecimento da verdade aqui. Esses judeus professavam conhecer a verdade e serem os expositores oficiais dela. Eles ainda tinham que aprender que a verdade não era apenas um sistema, mas também um poder; não apenas algo a ser escrito ou falado, mas também algo a ser sentido e vivido. Se eles permanecerem em Sua palavra, eles serão de fato Seus discípulos; vivendo a vida da verdade, eles ganharão a percepção da verdade. 

E a verdade vos libertará. Aqui, como em João 17:17, a verdade e a santidade são mencionadas como correlativas. A luz da verdade dissipa as trevas em que se encontra a fortaleza do mal. O pecado é a escravidão dos poderes da alma, e essa escravidão é desejada porque a alma não vê seu terrível mal. Quando ela percebe a verdade, vem a ela um poder que a desperta de seu estupor e a fortalece para quebrar os grilhões pelos quais ela foi amarrada. 

Comentário de Matthew Poole (Estudo João 8:32)

E conhecereis a verdade – Isto é, você conhecerá mais plena e claramente a verdade; pelo qual pode ser entendido Cristo, que se autodenomina, o caminho, a verdade e a vida; ou aquelas proposições de verdade que Cristo revelou. Deve haver algum conhecimento da verdade em uma alma antes que ela possa acreditar; pois como crerão (diz o apóstolo) naquele de quem não ouviram falar? mas um conhecimento mais completo e claro da verdade é obtido aos poucos, por aqueles que a buscam com esmero e andam perto de Deus. 

E a verdade vos libertará: parece por João 8:36 que pela verdade ele se refere a si mesmo; aí ele diz, se o Filho vos libertar: e, de fato, embora o conhecimento da proposição da verdade dê aos homens alguma liberdade da escravidão da ignorância e de algumas concupiscências, é somente o conhecimento salvador de Cristo que traz os homens a uma perfeita liberdade da lei, o rigor, maldição e terror disso, e do domínio do pecado e da corrupção.

Exposição de Gill de toda a Bíblia

João 8:32 – E conhecereis a verdade… Ou a verdade do Evangelho, a verdade como é em Jesus; significando que eles devem ter um conhecimento maior disso, enquanto outros estão sempre aprendendo, e nunca chegam ao conhecimento da verdade; mas o espírito da verdade deve conduzi-los a toda a verdade, e fazê-los crescer e crescer na luz e no conhecimento do Evangelho; ou o próprio Jesus, que é o caminho, a verdade e a vida; e o sentido é que eles deveriam saber mais dele, da dignidade de sua pessoa, da natureza e utilidade de seus ofícios; da eficácia de seu sangue, a excelência de sua justiça e a plenitude de sua graça, e isso por si mesmos:

E a verdade vos libertará – da ignorância e do erro, e dos preconceitos da educação, sob os quais toda a nação trabalhou, e da escravidão da lei.

Comentário com princípio aplicado João 8:32

E conhecereis a verdade Se uma pessoa se envolver com a verdade, com a realidade de quem Jesus é, então algo genuíno acontecerá com ela. Essas pessoas irão além da mecânica da religião e entrarão no poder libertador da “verdade”.

“Saber” é o conhecimento experiencial da verdade. É a verdade sobre Jesus. Uma coisa é saber sobre Cristo academicamente, mas outra é experimentar Sua graça salvadora na vida.

João se refere à “verdade” sete vezes (vv. 32 ([duas vezes], 40, 44, 45, 46). A verdade e Jesus estão intimamente associados , de modo que o conhecimento da verdade está ligado ao crescimento como discípulo.

E a verdade vos libertará” A verdade liberta. Isso tornará a vontade irrestrita. O genuíno compromisso com Cristo libertará a alma para fazer a vontade de Deus. Essa liberdade vem de fora. A verdade só pode ser validada por si mesma. Ou é real, ou não é. A verdade neste contexto é o próprio Cristo.

PRINCÍPIO: Tornar-se um crente em crescimento significa apropriar-se da revelação de Cristo para a experiência.

Estudo da Visão geral de João cap. 1-12

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo