João 3:8 Significado do vento sopra onde quer

João 3:8 – ACF

“O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim é todo aquele que é nascido do Espírito.”

Traduções Bíblicas de João 3:8

NAA – João 3:8

“O vento sopra onde quer, você ouve o barulho que ele faz, mas não sabe de onde ele vem, nem para onde vai; assim é todo o que é nascido do Espírito.”

NVI – João 3:8

“O vento sopra onde quer. Você o escuta, mas não pode dizer de onde vem nem para onde vai. Assim acontece com todos os nascidos do Espírito.”

NVT – João 3:8

“O vento sopra onde quer. Assim como você ouve o vento, mas não é capaz de dizer de onde ele vem nem para onde vai, também é incapaz de explicar como as pessoas nascem do Espírito.”

Explicação do vento sopra onde quer

Jesus tem explicado a Nicodemos que, para ver o Reino de Deus, é preciso nascer de novo. Nicodemos não entende. Jesus diz o versículo 8 em resposta. O Espírito Santo não é um o quê, mas um quem. Ele tem uma mente própria, que é a mente de Deus. Tem vontade própria. Ele salva quem ele quer. Ele não pode ser controlado por nós. Em vez disso, nos submetemos ao controle Dele.

Aqueles de nós que creram muitas vezes se perguntam como acreditávamos quando cremos. Como fomos capazes de olhar para dentro de nós mesmos e responder à pergunta: Jesus é realmente Deus e ele realmente morreu para me salvar? A única maneira de ver que é verdade é primeiro renascer pelo Espírito Santo, que regenera nosso espírito e faz morada em nós. Só então veremos o Reino de Deus.

Considere que você pediria a Deus para salvar alguém que você conhece e ama. Como você esperaria que ele os salvasse? 

É verdade que temos a capacidade de fazer escolhas morais pelas quais seremos responsabilizados, mas Jesus deixou muito claro que devemos ser atraídos por Deus para ir a ele (Jo 6:44). 

Quando você ora para que o Pai salve, você ora para que ele faça o poderoso trabalho de atrair pela regeneração.

Comentando e explicando as partes chave de João 3:8

#1 “O vento…”
A palavra grega para vento é pneuma. Esta é também a palavra para espírito e respiração. Jesus está fazendo uma conexão com o jogo de palavras.

#2 “…sopra onde quer. Você ouve seu som, mas não pode dizer de onde vem ou para onde vai.”
Você não pode ver o vento. Só pode ver seu efeito no material que é soprado por ele. Você também não pode realmente ouvir o vento, a menos que esteja agindo em um objeto em seu caminho. A maneira normal de ver o movimento do Espírito Santo de Deus é pelo seu efeito sobre aqueles com quem ele entra em contato. O movimento do Espírito pode causar manifestações físicas, cura, libertação, transformação de vida e santificação. Mas ele é responsável por onde ele vai e o que ele faz.

#3 “Assim é com todos os nascidos do Espírito”.
Deus nos chama a confiar, andar e ser obedientes ao Espírito Santo. Aqueles de nós “nascidos do Espírito” devem sentir gratidão constante pela misericórdia de Deus sobre nós na salvação, capacitação e liderança. Que ele nos regenerou é nada menos que um dom de pura misericórdia.

Comentários sobre o que Significa João 3:8

comentários bíblicos

Comentário de Wiersbe (Contexto)

João 3:8 – Talvez uma brisa noturna soprasse, enquanto Nicodemos e Jesus conversavam no terraço. Tanto no hebraico quanto no grego, o termo “vento” também pode se traduzir por “espírito”.

Um dos símbolos do Espírito de Deus na Bíblia é o vento ou sopro. Assim como o vento, o Espírito é invisível; ao mesmo tempo, também é poderoso, e não se podem explicar nem prever seus movimentos.

Quando Jesus usou esse símbolo, Nicodemos deveria ter se lembrado imediatamente de Ezequiel 37:1-14. O profeta viu um vale cheio de ossos secos; mas quando profetizou ao vento, o Espírito veio sobre aquele lugar e deu vida aos ossos. Mais uma vez, a vida veio do trabalho conjunto do Espírito e da Palavra de Deus. A nação de Israel (inclusive Nicodemos e seus colegas do conselho) estava morta, e não havia ela; apesar do moralismo e da espiritualidade do povo, precisavam da vida do Espírito.

Wiersbe explica “vento sopra onde quer”

O novo nascimento do alto é uma necessidade (“importa-vos nascer de novo”), mas também é mistério. Todos os que nascem do Espírito são com o o vento: não se pode explicar nem prever o vento, nem o filho de Deus! Aliás, apesar de tudo o que sabem os sobre anatomia e fisiologia, o nascimento humano continua sendo um mistério. Cada nova vida é empolgante e diferente.

Nicodemos foi falar com Jesus “de noite” e continuava em trevas! Mesmo depois de Jesus haver lhe explicado, continuava não entendendo o novo nascimento. Jesus afirmou claramente que o conhecimento de Nicodemos do Antigo Testamento deveria ter lhe dado o esclarecimento de que precisava (Jo 3:10). Infelizmente, o “mestre de Israel” conhecia os fatos registrados nas Escrituras, mas não era capaz de compreender suas verdades.

Qual era o problema? Em primeiro lugar, os líderes religiosos recusavam submeter-se à autoridade do testemunho de Cristo (Jo 3:11). Ao prosseguir em nosso estudo, veremos como o “conflito de autoridades” se intensifica. O s líderes religiosos afirmavam crer em Moisés e, no entanto, não eram capazes de crer em Jesus (Jo 5:37-47). Os fariseus estavam mais preocupados com elogios humanos do que com a aprovação de Deus (Jo 12:37-50).

Por fim, Jesus perguntou: “Se, tratando de coisas terrenas, não me credes, como crereis, se vos falar das celestiais?” (Jo 3:12).

Comentário de Beacon João 3:8

João 3:8 – Aqui o argumento, por analogia, é particularmente potente, porque se baseia em um jogo com a palavra pneuma, que significa tanto “vento” quanto “espírito”. O fato do vento ninguém pode negar: o seu comportamento, de onde e para onde, nenhum humano, nem mesmo um professor, conhece em sua totalidade. Existe um elemento de mistério. Então, por que alguém deveria ser “interrompido” pelo elemento do mistério no novo nascimento? “O grande mistério da religião não é a punição, mas o perdão do pecado: não é a permanência natural de caráter, mas a regeneração espiritual”.

Notas de Barnes sobre a Bíblia inteira

O vento sopra… Nicodemos se opôs à doutrina porque não entendia como poderia ser. Jesus mostra a ele que ele não deveria rejeitá-lo por causa disso, pois ele constantemente acreditava em coisas tão difíceis quanto. Pode parecer incompreensível, mas deve se julgar por seus efeitos. Como neste caso do vento, os efeitos se viam, o som se ouvia, mudanças importantes ocorriam, árvores e nuvens se moviam, mas o vento não vemos, nem sabemos de onde vem, nem por quais leis governado; assim é com as operações do Espírito. Podemos aprender, portanto:

1. Que a evidência adequada da conversão é o efeito na vida.

2. Que não sejamos muito curiosos para procurar a causa ou a maneira da mudança.

3. Que Deus tem poder sobre o pecador mais endurecido para mudá-lo, como ele tem poder sobre o carvalho mais alto, para derrubá-lo com uma rajada devastadora.

4. Para que haja grande variedade nos modos de operação do Espírito. Como o “vento” às vezes varre com uma tempestade e se prostra diante dela, e às vezes sopra sobre nós em um suave zéfiro da noite, assim é com as operações do Espírito. 

Assim é cada um… Todo aquele nascido do Espírito é, em alguns aspectos, como os efeitos do vento. Você não o vê, você não pode discernir suas leis, mas você vê seus efeitos”, e você sabe, portanto, que ele existe e opera. A objeção de Nicodemos era que ele não podia “ver” essa mudança, ou perceber “como” poderia ser. Jesus lhe diz que ele não deve rejeitar uma doutrina meramente porque não pode entendê-la. Tampouco se via o “vento”, mas seus efeitos se conhecia bem, e ninguém duvidava da existência ou do poder do agente. 

Comentário de Calvino sobre a Bíblia

O vento sopra onde quer. Não que, a rigor, haja vontade no sopro, mas porque a agitação é livre, incerta e variável. Pois o ar é levado às vezes em uma direção e às vezes em outra. Como isso se aplica ao caso em questão; pois se fluísse em um movimento uniforme como a água, seria menos milagroso.

Assim é todo aquele nascido do Espírito. Cristo quer dizer que o movimento e a operação do Espírito de Deus não são menos perceptíveis na renovação do homem do que o movimento do ar nesta vida terrena e exterior, mas que a maneira disso está oculta; e que, portanto, somos ingratos e maliciosos, se não adoramos o poder inconcebível de Deus na vida celestial, da qual vemos uma exibição tão impressionante neste mundo, e se atribuímos a ele menos na restauração da salvação de nossa alma do que em sustentar a estrutura corporal. A aplicação será um pouco mais evidente, se você virar a frase desta maneira: Tal é o poder e a eficácia do Espírito Santo no homem renovado.

Notas Expositivas do Dr. Constable

Jesus usou o vento para ilustrar como o Espírito se regenera. Ele usou o jogo de palavras para apresentar uma comparação ainda mais próxima. A palavra grega pneuma pode significar “espírito” ou “vento”, embora geralmente signifique “espírito”. Jesus disse que o pneuma (Espírito) opera como o pneuma (vento).

Existem três semelhanças. Primeiro, tanto o Espírito quanto o vento operam soberanamente. O homem não controla e não pode controlar nenhum dos dois. Em segundo lugar, percebemos a presença de ambos pelos seus efeitos. Terceiro, não podemos explicar suas ações, uma vez que surgem de fatores invisíveis e parcialmente desconhecidos.

A pessoa nascida do Espírito é semelhante ao Espírito e ao vento, pois é impossível para pessoas não regeneradas entendê-la ou controlá-la. Eles não entendem sua origem ou destino final. Nicodemos deveria ter entendido isso também, uma vez que o Antigo Testamento revelou a obra soberana e incompreensível do Espírito (por exemplo, Ezequiel 37).

Exposição de Gill de toda a Bíblia

O vento sopra onde quer… Pois qualquer mortal pode dizer ou fazer o contrário: e assim o Espírito de Deus é um agente livre na regeneração; ele trabalha como, onde e quando quer; ele age livremente na primeira operação de sua graça no coração e em todas as influências posteriores; bem como na doação de seus dons a homens, para diversos fins; e esta graça do Espírito na regeneração, como o vento, é poderosa e irresistível; carrega tudo diante de si; não há como resistir; derruba as fortalezas de Satanás, destrói as fortificações do pecado; toda a posse do inferno e as corrupções do coração de um homem não são páreo para isso; quando o Espírito trabalha, quem pode deixar?

E ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Como o vento, embora se ouve seu som e se sente a sua força, não pode se ver; nem se sabe com certeza de onde vem e onde estão os tesouros dela; de onde começa e onde termina; assim é a graça do Espírito de Deus na regeneração de um homem natural; é imperceptível, indiscernível e inexplicável por ele.

Assim é todo aquele que é nascido do Espírito. Ele está regenerado pela graça, isto é, tão livre e soberano, tão poderoso e irresistível, e tão secreto e imperceptível quanto o vento.

Comentário de Ellicott (Estudo João 3:8)

O vento sopra onde quer, e ouves a sua voz. Essas palavras são uma explicação do nascimento espiritual, cuja necessidade está afirmada nos versículos anteriores. Eles devem ter vindo a Nicodemos, trazendo seus ecos sonoros das velhas palavras familiares: “E o Senhor Deus formou o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente” (Gênesis 2:7). Essas palavras trariam à mente pensamentos do corpo humano, frio, sem vida, semelhante a um cadáver; do sopro da vida passando para ele; do pulso pulsante, do olho que se abre, da ação dos nervos, músculos e membros, pois, em obediência à vontade de Deus, a matéria tornou-se a estrutura do espírito, e o homem tornou-se uma alma vivente. 

E, no entanto, o novo nascimento espiritual, como o físico, não se pode explicar. Podemos observar os fenômenos, não podemos traçar o princípio da vida. Ele respira onde quer, no vasto mundo do homem, livre como o vento do céu, sem limites de país ou raça. 

Assim é todo aquele que é nascido do Espírito. O sentido é que, dessa maneira, todo aquele (nascidoé nascido do Espírito. A universalidade está novamente afirmada enfaticamente. A vida espiritual individual depende do nascimento espiritual individual. O batismo do Espírito é necessário para todos. 

Visão geral de especialistas de João cap. 1-12

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.
Botão Voltar ao topo