5 marcas do cristão que é nascido de novo

Enquanto, toda a Bíblia Sagrada enfatiza a certeza e segurança da salvação, para os cristãos que são nascidos de novo, vemos que a carta de 1 João, trata desse tema como foco principal.

Ao lermos cuidadosamente 1 João, notamos cinco argumentos para a certeza da salvação, cinco das marcas do cristão que é nascido de novo. 

Estas são características e traços de alguém que nasceu de novo, pela fé em Jesus Cristo.

“O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida. Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada; O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo. Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra”. (1 João 1:1-4)

À seguir, portanto, as 5 marcas do cristão nascido de novo

1. Cristão nascido de novo, tem a marca da confissão

“Todo aquele que crê que Jesus é o Cristo, é nascido de Deus”.(1 João 5:1)

 Antes que, você possa ter certeza da salvação, você tem que crer e ser salvo. 

Você, no entanto, tem que confessar Jesus Cristo como Senhor. Algumas pessoas acreditam que são salvas, porque cresceram em uma cultura cristã, foram à igreja por toda a vida, foram batizadas, e tentaram viver uma vida correta.

No entanto, eles nunca confessaram distinta e pessoalmente Jesus Cristo como seu Salvador e Senhor.

A Bíblia ensina que somos pecadores, separados de Deus por uma natureza pecaminosa. 

Afinal, por nossos próprios esforços ou bondade, nunca poderemos ser salvos. 

É por isso, que Deus se tornou um homem que viveu uma vida totalmente justa, morreu na cruz, derramou Seu sangue por nós e ressuscitou dos mortos. 

Ele pagou nossa penalidade, tomou nosso julgamento sobre Si mesmo e nos oferece a oportunidade de nascer de novo.

2. Cristão nascido de novo tem a marca da mudança

Se a primeira marca de nascença é nossa confissão de Cristo como nosso Salvador e Senhor, a segunda é uma vida transformada.

“Todo aquele que pratica a justiça é nascido dele”. (1 João 2:29)

Quando Jesus realmente nos salva, faz diferença em como pensamos, agimos, falamos e nos comportamos. 

A Bíblia diz:

“Se alguém está  em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas passaram; eis que tudo se fez novo”. (2 Coríntios 5:17)

À medida que começamos a aprender a praticar a justiça, nossos hábitos mudam. 

Não seremos perfeitos, sem pecado, enquanto estivermos neste planeta; mas se somos cristãos, precisamos nos comportar como cristãos. 

Se dissermos que estamos salvos, mas nada mudou em nós, algo está errado. 

O Evangelho é um agente transformador em nossas vidas.

3. A Marca de Nascença da Compaixão

Aqueles que são verdadeiramente salvos também carregam a marca de nascença da compaixão. 

Como você pode saber que você é um cristão? Pelo que você acredita, por como você vive e por quem você ama. 

O amor é um tema recorrente em 1 João, e o apóstolo não deixa dúvidas sobre como ele permeia a vida dos verdadeiros cristãos. 

“Amados, amemo-nos uns aos outros; porque o amor é de Deus; e qualquer que ama é nascido de Deus e conhece a Deus” (1 João 4:7)

“Nós sabemos que passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama a seu irmão permanece na morte”. (1 João 3:14)

Você ama seus irmãos e irmãs na família de Deus?

 Aqueles que são verdadeiramente salvos são aqueles que desfrutam e abençoam a família da fé, a família de Deus.

4. Cristão nascido de novo tem a marca de vencedor

“Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé”. (1 João 5:4)

A palavra vencer, provoca uma luta. Estamos diante de um adversário que devemos vencer. 

Nosso adversário é identificado, por João, como o maligno.

“Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vocês, e já venceram o maligno”. (1 João 2:14)

João, continuou nos versículos seguintes dizendo:

“Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre”. (1 João 2: 15-17)

Quando você é genuinamente nascido de Deus, você se tornará um vencedor ao lidar com as tentações ao seu redor, como o mundo, a carne e o diabo. 

Você pode não ser vitorioso sobre as tentações, todas as vezes, mas progredirá ganhando mais vitórias e perdendo menos batalhas à medida que se fortalece em Cristo e no poder da Palavra de Deus permanente.

5. Cristão nascido de novo tem a marca do bom testemunho

Para finalizarmos, quero lhes falar sobre essa marca, onde podemos ver evidências da validade da salvação no desejo de nos conduzir, de uma maneira que agrada a Deus. 

“Quem é nascido de Deus não peca, porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus”. (1 João 3:9)

Se não formos cuidadosos, podemos interpretar este versículo de forma errada, ensinando assim, que quem é nascido de Deus nunca peca. 

Isso entraria em conflito com outras passagens da Bíblia, que nos descrevem como falíveis e muitas vezes fracassados.

No entanto, este versículo quer dizer que, o pecado habitual não condiz mais com a vida cristã, daqueles que são nascidos de novo.

Pois, nele foi plantada a semente de Deus, que se refere a Palavra de Deus, e ao Espírito Santo, sendo assim, os crentes não podem mais viver em pecado.

Se formos verdadeiramente salvos, lamentaremos nossos pecados, os confessaremos e buscaremos a graça de Deus, para nos tornar ainda mais semelhantes com Cristo.

Você pode ter certeza da salvação hoje?

Afinal, a graça de Deus é inesgotável e Sua salvação é irreversível. 

Certifique-se de ter confessado Jesus como seu Senhor e Salvador, e então confie que sua vida esta guardada por Ele.

“Qualquer que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus está nele, e ele em Deus”. (1 João 4:15)

Botão Voltar ao topo