O que a Bíblia diz sobre cartas de tarô?

Embora possa parecer uma diversão inofensiva, o uso de cartas de tarô é, na verdade, uma prática espiritual e não se limita apenas a um jogo. É interessante explorar o que a Bíblia diz sobre esse assunto, pois isso nos revela o que realmente funciona quando buscamos compreender mais sobre nós mesmos e nosso futuro.

Neste artigo, vamos explorar a posição da Bíblia em relação às práticas de adivinhação, incluindo a leitura de cartas de tarô, e discutir como o relacionamento com Deus pode oferecer uma alternativa mais confiável e significativa.

O que são cartas de tarô?

Cartas de tarô são um conjunto de 78 cartas, geralmente ilustradas com imagens simbólicas, como figuras humanas, animais, objetos e elementos da natureza.

Cada carta representa um arquétipo, que é um símbolo universalmente reconhecido que representa um conceito ou ideia.

Por exemplo, a carta do Louco é frequentemente interpretada como representando a energia da aventura, enquanto a carta da Temperança é vista como representando o equilíbrio e a moderação.

As cartas de tarô são usadas por muitos como uma ferramenta de adivinhação, para obter insights sobre o futuro e orientação em situações pessoais.

Elas podem ser usadas em uma leitura para interpretar a mensagem das cartas e entender como elas se relacionam com a situação ou pergunta em questão.

As cartas de tarô também podem ser usadas como uma ferramenta de autoconhecimento, para explorar aspectos da personalidade, padrões de comportamento, emoções e desafios pessoais.

Embora a origem exata do tarô seja incerta, as cartas de tarô têm sido usadas há séculos em muitas culturas diferentes.

Acredita-se que as cartas de tarô se originaram na Europa durante a Idade Média e foram usadas principalmente para fins de jogo.

No entanto, ao longo do tempo, o uso das cartas se expandiu para incluir a adivinhação e outras práticas espirituais.

Hoje em dia, o tarô é uma prática espiritual popular em todo o mundo, mas ainda há muita controvérsia e debate em relação à sua eficácia e validade.

O que a Bíblia diz sobre cartas de tarô?

As cartas de tarô não são mencionadas especificamente na Bíblia, pois foram inventadas após sua escrita. No entanto, a Bíblia adverte claramente contra a prática da adivinhação, que é a tentativa de prever o futuro ou obter conhecimento oculto, e o uso de cartas de tarô pode ser considerado uma forma de adivinhação.

Em Levítico 19:26, Deus exorta: “Não pratique adivinhação nem procure presságios”. Deuteronômio 18:9-13 também adverte contra a prática da adivinhação e outras práticas ocultas, incluindo a interpretação de presságios, feitiçaria e a consulta a espíritos e mortos.

A Bíblia descreve essas práticas como detestáveis e aponta que aqueles que as praticam são considerados pecadores diante de Deus.

Além disso, 1 Samuel 15:23 afirma que a rebelião é como o pecado da adivinhação, destacando a importância de obedecer a Deus e evitar práticas espirituais questionáveis.

Portanto, embora as cartas de tarô não sejam especificamente mencionadas na Bíblia, a prática de usá-las para adivinhação pode ser considerada incompatível com as crenças e ensinamentos cristãos.

Como a adivinhação pode desonrar a Deus?

Na Bíblia, há diversas situações que descrevem como a adivinhação pode desonrar a Deus e colocar as pessoas em perigo.

Em Jeremias 14:14, Deus fala com o profeta Jeremias sobre como os profetas estavam mentindo em seu nome, profetizando falsas visões, adivinhações e ilusões de suas próprias mentes.

Em Jeremias 27:9-10, Deus adverte o povo hebreu que não ouça os profetas, adivinhos, intérpretes de sonhos, médiuns ou feiticeiros que profetizam mentiras.

2 Reis 17:17 relata como muitas pessoas em Israel pecaram contra Deus ao buscar adivinhações e praticar adivinhação.

O capítulo 21 de 2 Reis descreve como o rei Manassés praticou a adivinhação, o que despertou a ira de Deus.

Em Atos 16:16, Paulo e Silas encontram uma escrava com um espírito que prediz o futuro através da adivinhação, e Paulo expulsa o espírito em nome de Jesus Cristo.

A Bíblia adverte claramente contra a adivinhação, como em Levítico 19:26, onde Deus exorta: “Não pratique adivinhação nem procure presságios”.

E Deuteronômio 18:9-13 exorta a ficar longe da adivinhação e outras práticas ocultas.

Aqui estão 4 razões pelas quais os cristãos devem evitar o uso de cartas de tarô:

1. A vida dos cristãos está nas mãos de Deus, não nas cartas de tarô. A crença de que as cartas de tarô podem ajudar a controlar nossas vidas é uma ilusão, já que apenas Deus está no controle. Ao invés de buscar respostas em cartas, os cristãos devem confiar em Deus para orientação e direção em suas vidas.

2. O uso de cartas de tarô pode abrir portas para a manipulação de espíritos malignos. Práticas de adivinhação, como o uso de cartas de tarô, podem atrair espíritos malignos para nossas vidas e nos tornar vulneráveis à manipulação. Os cristãos devem seguir o conselho da Bíblia para estar alertas e sóbrios, e não abrir portas para o inimigo.

3. A busca pelo autoconhecimento deve ser feita em um relacionamento com Deus. Os cristãos não precisam recorrer às cartas de tarô para descobrir mais sobre si mesmos, já que Deus é o único que realmente conhece nossos corações e mentes. Em vez disso, os cristãos devem buscar a Deus em oração para descobrir mais sobre quem são e como podem crescer em seu relacionamento com ele.

4. A verdadeira esperança para o futuro vem de Deus, não das cartas de tarô. Enquanto as cartas de tarô prometem prever o futuro, apenas Deus sabe o que realmente acontecerá. Ao invés de buscar respostas em cartas, os cristãos devem buscar a Deus em oração para encontrar esperança e orientação para o futuro. Deus promete que tem planos para prosperidade e um futuro esperançoso para seus filhos, e a melhor maneira de descobrir mais sobre esses planos é buscar a Deus em oração.

Conclusão

Embora as cartas de tarô possam parecer divertidas e um jogo inofensivo, elas são muito mais do que isso. Práticas de adivinhação, como ler cartas de tarô, podem nos levar ao engano e ao perigo. Felizmente, como cristãos, temos a certeza de que não precisamos dessas práticas para encontrar respostas ou orientação.

Deus é amoroso e deseja se comunicar conosco por meio da oração. Somente Ele pode nos dizer a verdade sobre nossas vidas e nos mostrar o caminho que devemos seguir. Podemos descobrir mais sobre nós mesmos e sobre Deus, e construir um relacionamento mais profundo com Ele por meio da oração.

Em vez de buscar respostas incertas e enganosas nas cartas de tarô, devemos confiar em Deus e nos dedicarmos a Ele.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!