Quantos livros tem a Bíblia evangélica no total?

Pergunta: Quantos livros tem a Bíblia evangélica? Resposta: Composta por 66 livros no total, 39 no Antigo e 27 no Novo Testamento. Como cristãos, devemos buscar não apenas a resposta para essa questão fundamental, mas também a importância de compreender a composição da Bíblia Evangélica e suas implicações teológicas e práticas.

O que é a Bíblia Evangélica?

A Bíblia Evangélica é a coleção sagrada de textos cristãos que os evangélicos consideram como a Palavra inspirada de Deus.

Também chamada de Bíblia protestante, ela está dividida em 66 livros, sendo 39 no Antigo Testamento e 27 no Novo Testamento. Além disso, esses livros foram escritos ao longo de um período de cerca de 1500 anos por diversos autores inspirados pelo Espírito Santo.

No Antigo Testamento, encontramos as escrituras registradas antes do nascimento de Jesus Cristo, incluindo os livros da Lei, os livros históricos, os escritos poéticos e os profetas. Já o Novo Testamento contém os escritos que narram a vida, os ensinamentos, a morte e a ressurreição de Jesus Cristo, bem como as epístolas e o livro profético do Apocalipse.

A Bíblia Evangélica é a autoridade final em questões de fé e prática para os evangélicos, sendo vista como uma revelação divina que guia suas vidas e crenças.

Diferentes Cânones da Bíblia

Existem diferentes cânones da Bíblia, refletindo variações nas tradições e interpretações religiosas:

  • Cânon Protestante: Composto por 66 livros bíblicos.
  • Cânon Católico: Contém 73 livros bíblicos.
  • Cânon Ortodoxo: Inclui 81 livros bíblicos, incluindo os apócrifos presentes na Bíblia Septuaginta.

Além disso, há uma variedade significativa de versões da Bíblia em circulação, especialmente em inglês, com aproximadamente 50 versões diferentes e centenas de revisões.

A tradução mais reconhecida é a King James, amplamente disponível no domínio público, permitindo a reprodução de versículos bíblicos sem necessidade de permissão.

Quantos livros compõem a Bíblia evangélica?

A Bíblia Protestante moderna é composta por 66 livros, divididos em duas seções principais: o Antigo Testamento, que contém 39 livros, e o Novo Testamento, que contém 27 livros.

Leia também: Quantos capítulos e versículos a Bíblia tem no total?

Quantos livros compõem a Bíblia evangélica

Quantos livros tem a Bíblia evangélica no Antigo Testamento

O Antigo Testamento é uma parte fundamental da Bíblia Evangélica, compreendendo uma rica coleção de livros que registram a história, a lei, a poesia e a profecia do povo de Israel. Ele é dividido em três seções principais:

Lei (Pentateuco):

  • Gênesis
  • Êxodo
  • Levítico
  • Números
  • Deuteronômio

Livros Históricos:

  • Josué
  • Juízes
  • Rute
  • 1 Samuel
  • 2 Samuel
  • 1 Reis
  • 2 Reis
  • 1 Crônicas
  • 2 Crônicas
  • Esdras
  • Neemias
  • Ester

Livros Poéticos e Proféticos:

  • Salmos
  • Provérbios
  • Eclesiastes
  • Cantares de Salomão
  • Isaías
  • Jeremias
  • Lamentações de Jeremias
  • Ezequiel
  • Daniel
  • Oséias
  • Joel
  • Amós
  • Obadias
  • Jonas
  • Miquéias
  • Naum
  • Habacuque
  • Sofonias
  • Ageu
  • Zacarias
  • Malaquias

Total 39 livros no Antigo Testamento.

Quantos livros tem a Bíblia evangélica no Novo Testamento

O Novo Testamento é uma parte crucial da Bíblia Evangélica, composta por uma série de escritos que documentam a vida, os ensinamentos e o legado de Jesus Cristo, bem como o início e a expansão da igreja cristã primitiva. Ele é dividido, portanto, em cinco seções principais:

Evangelhos:

  • Mateus
  • Marcos
  • Lucas
  • João

Atos dos Apóstolos:

  • Registro dos primeiros anos da igreja cristã e das atividades missionárias dos apóstolos.

Epístolas Paulinas:

  • Romanos
  • 1 Coríntios
  • 2 Coríntios
  • Gálatas
  • Efésios
  • Filipenses
  • Colossenses
  • 1 Tessalonicenses
  • 2 Tessalonicenses
  • 1 Timóteo
  • 2 Timóteo
  • Tito
  • Filemon

Epístolas Gerais:

  • Hebreus
  • Tiago
  • 1 Pedro
  • 2 Pedro
  • 1 João
  • 2 João
  • 3 João
  • Judas

Apocalipse:

  • Um livro profético que descreve visões sobre o fim dos tempos, a vitória final de Cristo e a consumação do reino de Deus.

Total 27 livros no Novo Testamento.

Quantos livros tem a Bíblia evangélica no total?

A Bíblia evangélica possui no total 66 livros.

Diferenças entre a Bíblia Evangélica e a Bíblia Católica

As diferenças entre a Bíblia Evangélica e a Bíblia Católica são significativas e incluem principalmente a quantidade de livros e a organização dos textos:

1. Quantidade de Livros:

Bíblia Evangélica: Composta por 66 livros no total.

Bíblia Católica: Contém 73 livros em sua versão padrão.

2. Livros Adicionais:

Bíblia Evangélica: Não inclui os livros conhecidos como deuterocanônicos, presentes na Bíblia Católica.

Bíblia Católica: Inclui sete livros deuterocanônicos: Tobias, Judite, 1 e 2 Macabeus, Sabedoria, Eclesiástico (ou Sirácida) e Baruque, além de partes adicionais de Ester e Daniel.

3. Organização dos Textos:

Bíblia Evangélica: Os livros estão organizados em duas seções principais, o Antigo e o Novo Testamento, com a maioria das versões seguindo a mesma ordem.

Bíblia Católica: A ordem dos livros é semelhante à da Bíblia Evangélica, mas inclui os livros deuterocanônicos entre o Antigo e o Novo Testamento, além de algumas diferenças na divisão e numeração dos Salmos.

Essas diferenças refletem, portanto, as divergências históricas e teológicas entre o Protestantismo e o Catolicismo, influenciando as práticas de interpretação e o conteúdo das Escrituras adotadas por cada tradição.

Por que é importante saber quantos livros tem a Bíblia evangélica?

Saber quantos livros compõem a Bíblia Evangélica é fundamental por várias razões importantes. Primeiramente, compreender a estrutura e a composição da Bíblia é essencial para os crentes evangélicos, pois a Bíblia é a Palavra inspirada de Deus e a autoridade final em questões de fé e prática. Conhecer o número exato de livros na Bíblia Evangélica permite aos fiéis uma compreensão mais clara de sua fonte de orientação espiritual.

Além disso, entender a diferença na quantidade de livros entre as diferentes tradições cristãs, como o Protestantismo e o Catolicismo, contribui para uma apreciação mais profunda das divergências teológicas e históricas entre essas denominações. A variação no cânon bíblico reflete diferenças na interpretação das Escrituras e nas tradições religiosas que moldaram a fé e a prática dessas comunidades ao longo dos séculos.

Saber quantos livros estão incluídos na Bíblia Evangélica também é importante para evitar confusões e equívocos ao discutir questões de fé e doutrina com outros cristãos e ao estudar as Escrituras. Pois, isso ajuda os crentes a identificar quais textos são considerados sagrados dentro de sua tradição e a compreender a base sobre a qual sua fé é construída.

Além disso, o conhecimento do cânon bíblico pode influenciar as práticas de adoração e estudo bíblico dentro das comunidades evangélicas, orientando a seleção de leituras para pregações, estudos em grupo e devocionais pessoais.

Portanto, entender a composição da Bíblia Evangélica não é apenas uma questão acadêmica, mas também tem implicações práticas e espirituais significativas para os crentes.

André Lourenço

Bacharel em Teologia, Graduado em Gestão da Qualidade e Pós Graduando em Psicologia nas Organizações, André possui mais de 17 anos de experiência na pregação e ensino da Bíblia. É Professor de cursos de Homilética e Hermenêutica. Já escreveu centenas de estudos bíblicos e ministra aulas na EBD. Se considera um eterno aprendiz e apaixonado por Compartilhar a Palavra de Deus!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!