Sermão em Efésios 2: O que Cristo nos Traz

Esboço de Sermão em Efésios 2: 11-18 sobre o que Cristo nos traz. Pregação sobre o que Cristo fez por nós e os benefícios que temos baseado em Efésios 2.

TÍTULO deste Sermão: O que Cristo nos Traz

TEXTO deste Sermão: Efésios 2: 11-18

INTRODUÇÃO deste Sermão em Efésios 2:

A. É importante para o cristão se lembrar e refletir

1. Em 1 Coríntios 4:17 está escrito:

Por esta causa vos mandei Timóteo, que é meu filho amado, e fiel no Senhor, o qual vos lembrará os meus caminhos em Cristo, como por toda a parte ensino em cada igreja.

2. Em 2 Pedro 3: 1 diz:

Amados, escrevo-vos agora esta segunda carta, em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero.

B. Em Efésios 2: 11-18, Paulo está lembrando os cristãos efésios onde eles ESTAVAM e onde ESTÃO agora.

1. Precisamos disso hoje como cristãos, isto é, sermos lembrados de onde estávamos e onde estamos agora, para não nos tornarmos indiferentes em nossa caminhada cristã.
2. Quando um cristão pensa em sua vida como um não cristão, ele deveria ser ainda mais grato por sua vida como cristão

C. Vejamos, então Efésios 2: 11-12

1. Antes de se tornarem cristãos, eles eram:

a. Gentios na carne chamados incircuncisão 

  • Os judeus, pela corrupção da verdade, estavam afastando muitos gentios do Senhor
  • Hoje, muitos estão corrompendo a verdade…

b. “Separado de Cristo” (“sem Cristo” – KJV)

c. “Separado” do Israel espiritual

d. “Estranhos às alianças da promessa”

e. “Sem esperança”

f. “Sem Deus”

2. O que esses gentios fizeram a respeito de sua terrível situação? ou o que eles poderiam fazer?

a. Eles tiveram que confiar em Cristo!

b. Observe o que Cristo nos traz!!!

I. CRISTO NOS APROXIMA DE DEUS (Efésios 2: 13)

A. Paulo diz, “mas agora”

1. Mas agora o evangelho entrou em vigor
2. Aqueles que antes estavam “distantes” são trazidos para perto de Deus

B. Pelo sangue de Cristo “chegastes perto”

1. Houve uma remoção da barreira entre judeus e gentios
2. Houve uma remoção da barreira entre eles e Cristo

C. Tudo isso foi realizado “no sangue de Cristo”

1. Veja em Hebreus 9: 13-14

13 Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificação da carne, 14 Quanto mais o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?

2. Veja em 1 Pedro 1: 18-19 que diz:

18 Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, 19 Mas com o precioso sangue de Cristo, como de um cordeiro imaculado e incontaminado,

D. Assim, vemos o verdadeiro amor de Cristo por nós… João 15:13

1. Observe que tipo de amigos éramos:

Em Romanos 5: 6-8 está escrito:

6 Porque Cristo, estando nós ainda fracos, morreu a seu tempo pelos ímpios. 7 Porque apenas alguém morrerá por um justo; pois poderá ser que pelo bom alguém ouse morrer. 8 Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.

Éramos “inimigos” de Deus assim como está escrito em Romanos 5:10

Porque se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida.

2. Poderia haver amor maior do que o de Cristo?

II. CRISTO NOS TRAZ PAZ (Efésios 2: 14-15)

A. Cristo traz paz ao reunir os homens como “um” (v.14)

1. No passado, eles eram duas partes, judeus e gentios, mas essa separação dualística cessou
2. Agora existe uma unidade entre todos os crentes obedientes
2. Gálatas 3: 27-28

27 Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo. 28 Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há macho nem fêmea; porque todos vós sois um em Cristo Jesus.

3. Observe como mantemos esta unidade… 1 João 1: 7

Mas, se andarmos na luz, como ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.

B. Cristo traz paz quebrando todas as barreiras (v. 14)

1. A “parede divisória do meio” é uma imagem retratada do templo.
  • O templo tinha muitos pátios e barreiras separando cada um; .ex. o tribunal dos gentios, o tribunal das mulheres, etc.
  • Mas, Cristo quebrou todas essas barreiras!
2. Todos agora têm acesso ao Santo dos Santos (céu)
3. Assim, não deve haver barreiras de raça, riqueza, vestimenta, habilidade, etc.

C. Cristo traz paz, eliminando a “inimizade” da lei contra nós (v. 15)

1. Ao ser crucificado na cruz, Cristo aboliu a lei de Moisés
2. A lei de Moisés trouxe inimizade porque ninguém poderia mantê-la perfeitamente, portanto, ninguém poderia ser justificado pela lei de Moisés
3. Cristo removeu então esta inimizade

D. Cristo traz paz ao criar um “novo homem” (v. 15)

1. É por meio da nova lei, a lei de Cristo, que um homem pode ser nascido de novo
  • Em oposição à inimizade que prevalecia entre judeus e gentios
  • Em oposição ao velho homem do pecado
2. Lembra da passagem de Nicodemos em João 3: 3-5

3 Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. 4 Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? 5 Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus.

3. Em 2 Coríntios 5:17 diz:

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.

III. CRISTO NOS TRAZ RECONCILIAÇÃO (Efésios 2: 16-17)

A. A palavra “reconciliar” vem de uma palavra grega que significa mudar, mudar completamente, reunir, restaurar, transformar hostilidade em amizade

B. A reconciliação veio por meio da cruz

1. Quando pecamos, precisamos ser reconciliados (Isaías 59: 1-2)
2. A cruz de Jesus tornou isso possível

Veja então 2 Coríntios 5:18 que diz:

E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação;

Em Colossenses 1: 19-20 está escrito:

E que, havendo por ele feito a paz pelo sangue da sua cruz, por meio dele reconciliasse consigo mesmo todas as coisas, tanto as que estão na terra, como as que estão nos céus.

C. Aprendemos sobre essa reconciliação por meio da pregação do evangelho

1. Recebemos o “ministério da reconciliação” (2 Coríntios 5:18)
2. Em Romanos 1:16 diz:

Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego.

3. É por isso que o evangelho é “boas novas”

IV. CRISTO NOS TRAZ ACESSO A DEUS (Efésios 2: 18)

A. Isso não significa que todos os homens serão salvos, mas todos os homens terão oportunidade de serem salvos

B. Ganhamos acesso ao Pai “por meio de Seu Filho”

1. Veja então João 14: 6 que diz:

Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.

2. Hebreus 10: 19-20

19 Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, 20 Pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne,

C. Também temos acesso ao Pai “em um Espírito”

1. Isso ocorre quando obedecemos às palavras do Espírito reveladas no Novo Testamento
2. Quando obedecemos à Bíblia, somos conduzidos pelo Espírito ao Pai

D. Por causa do Filho e do Espírito Santo, temos um relacionamento muito especial com o Pai

1. Veja então Gálatas 4: 6-7 que diz:

6 E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. 7 Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo.

2. Nosso relacionamento com o Pai, se somos cristãos, é portanto, pessoal e paternal

CONCLUSÃO deste Sermão:

A. Então, é importante lembrarmos que:

1. Estávamos separados de Deus
2. Cristo nos aproximou de Deus
3. Cristo nos traz paz
4. Cristo nos traz reconciliação
5. Cristo nos traz acesso a Deus

B. Quando esquecemos essas coisas, as perdemos de vista e, então, perdemos Deus de vista e nos tornamos mornos e infiéis.

Botão Voltar ao topo