Sermão sobre Jonas – Grandes Lições da Vida de Jonas

Sermão Bibliográfico sobre a vida de Jonas com lições impactantes que são proveitosas para nós hoje. Esboço do pregação com o tema: Grandes Lições da Vida de Jonas.

TEMA da pregação: Grandes lições da vida de Jonas

Texto da pregação: Jonas 1: 1-3

1 E VEIO a palavra do SENHOR a Jonas, filho de Amitai, dizendo: 2 Levanta-te, vai à grande cidade de Nínive, e clama contra ela, porque a sua malícia subiu até à minha presença. 3 Porém, Jonas se levantou para fugir da presença do SENHOR para Társis. E descendo a Jope, achou um navio que ia para Társis; pagou, pois, a sua passagem, e desceu para dentro dele, para ir com eles para Társis, para longe da presença do SENHOR.

PROPOSIÇÃO: Neste sermão estudaremos o livro de Jonas e colheremos algumas lições gerais do livro.

Objetivos do sermão: Familiarizar ainda mais a todos com o livro de Jonas e as lições que ele ensina.

INTRODUÇÃO deste sermão sobre Jonas:

1. Sobre o texto:

a) De todos os profetas do Antigo Testamento, acredito que muitos de nós nos consideramos como Jonas.

b) Deus deu uma missão para Jonas: ir e pregar ao povo em Nínive.

c) Em vez disso, ele fugiu de sua responsabilidade.

d) Temos responsabilidades hoje também.

  • Trabalhar
  • Casa
  • Igreja
  • Sociedade

e) É por isso que o livro de Jonas é tão prático nas lições que tem a oferecer.

I. VOCÊ NÃO PODE FUGIR DE DEUS

A) Jonas tentou fugir de Deus

Deus deu um trabalho para Jonas, mas ele não queria fazer. Então, Jonas decidiu fugir de Deus e embarcou em um navio.

Enquanto estava no mar, uma tempestade se aproximou, ameaçando virar o navio. Para acalmar a situação, os marinheiros lançaram Jonas na água.

Surpreendentemente, um grande peixe, preparado por Deus, o engoliu. Assim, Jonas se encontrou dentro do ventre do peixe, enfrentando as consequências de sua fuga.

B) Jonas estava sob a observação de Deus o tempo todo

1) Em Jó 34:21, Eliú declara corretamente:

“Porque os seus olhos estão sobre os caminhos do homem, e ele vê todos os seus passos.”

2) Provérbios 15: 3 diz:

“Os olhos do SENHOR estão em todo lugar, contemplando o mal e o bem.”

3) Hebreus 4:13 relata:

“Nem há criatura que não se manifeste diante dele; mas todas as coisas estão nuas e abertas aos olhos daquele com quem temos de tratar.”

4) Em Apocalipse 2:23 está escrito:

“Eu sou aquele que sonda as rédeas e os corações; e a cada um darei de acordo com as vossas obras.”

C) Deus vê todas as coisas e conhece nossos corações

1) Não há lugar onde possamos nos esconder Dele.

II. VOCÊ NÃO PODE FUGIR DE SEUS PRÓPRIOS PROBLEMAS

A) Jonas teve um problema

O povo de Nínive era considerado inimigo de Israel, e Jonas não estava muito disposto a pregar para eles. O dilema surgiu porque Jonas mesmo criou o problema. Diante disso, ele decidiu tentar escapar da situação.

B) Jonas criou seu próprio problema, mas sua solução foi não lidar com ele

1) Quantas vezes em nossa vida criamos nossos próprios problemas?

2) Gálatas 6: 7 declara:

“Não se engane; Deus não se zomba: tudo o que o homem semear, isso também ceifará. ”

3) E seremos responsáveis ​​pelo que fizermos com os problemas que criarmos.

4) Romanos 14:12 diz:

“Assim, cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus.”

5) É melhor resolver nossos problemas agora com a ajuda da palavra de Deus do que deixar Deus resolvê-los no dia do julgamento com sua justiça divina.

6) João 12:48 diz:

“Quem me rejeita e não recebe as minhas palavras já têm quem o julga; a palavra que tenho pregado, essa o julgará no último dia.”

C) Deus resolveu os problemas de Jonas, mas não foi de acordo com os desejos dele

III. A MISERICÓRDIA DE DEUS PODE SER REJEITADA, MAS É TOLICE AGIR ASSIM

A) Ao recusar a palavra de Deus, Jonas se viu na barriga de um grande peixe

1) Jonas percebeu que sua crença de que poderia fugir de Deus era uma mentira.

2) Ele também percebeu que acreditar em uma mentira é abandonar a misericórdia de Deus.

3) Então Jonas orou a Deus para libertá-lo.

4) Jonas confessou:

“Os que observam vaidades mentirosas abandonam a sua própria misericórdia” (Jonas 2: 8).

5) Jonas foi então vomitado pelos peixes na praia.

B) Com que frequência rejeitamos a palavra de Deus e, portanto, também rejeitamos a misericórdia de Deus?

1) Paulo fala sobre aqueles que amam a mentira mais do que a verdade em 2 Tessalonicenses 2: 10-12 afirmando:

“…porque não receberam o amor da verdade para serem salvos. E por isso Deus lhes enviará forte engano, para que acreditem na mentira: Para que sejam condenados todos os que não creram na verdade, mas tiveram prazer na injustiça”.

2) Não podemos rejeitar a verdade de Deus.

3) Ao fazer isso, rejeitaremos nossa própria liberdade (João 8:32).

C) Aceitemos a misericórdia de Deus aceitando Sua palavra

IV. PRECONCEITOS PESSOAIS NÃO DEVEM INTERFERIR NA PREGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS A OUTROS

A) Jonas tinha preconceito contra o povo de Nínive

Ele não queria pregar para eles, por isso, decidiu fugir. No entanto, mesmo após sua fuga, Deus o chamou de volta para realizar a missão que havia sido designada.

B) Deus não mostra favoritismo hoje

1) Atos 10: 34-35 diz:

“Em verdade vejo que Deus não faz acepção de pessoas: Mas em toda nação que o teme e pratica a justiça é aceito com ele.”

2) Tiago 2: 8-9 diz:

“Se cumprirdes a lei real de acordo com a Escritura, amarás o teu próximo como a ti mesmo, fazeis bem como transgressores.”

C) O evangelho hoje deve ser pregado a todos (Mateus 28: 18-20; Marcos 16: 15-16)

V. QUANDO A PALAVRA DE DEUS É PREGADA, AQUELES COM CORAÇÃO HONESTO SE ARREPENDEM

A) Jonas finalmente foi para Nínive

Quando ele chegou lá, disse: “Ainda quarenta dias e Nínive será destruída”. Essa foi a extensão de sua pregação, uma mensagem não muito otimista, mas que acabou gerando resultados positivos. Surpreendentemente, o povo de Nínive acreditou em Deus e se arrependeu.

B) Hoje temos “boas novas” para pregar, mas nem tudo no evangelho é positivo

1) Paulo avisou Félix sobre o julgamento que viria e Félix tremeu (Atos 24:25).

2) A boa notícia é que não precisamos sofrer condenação.

3) Muitos, entretanto, se recusam a acreditar na mensagem.

4) Mas os corações bons e honestos acreditarão. Em Lucas 8:15, Jesus afirma: “Mas a que caiu em boa terra são os que, ouvindo a palavra com coração reto e bom, a retêm e dão fruto com perseverança”.

C) O povo de Nínive se arrependeu porque tinha um coração honesto

VI. DEVEMOS FICAR FELIZES QUANDO AS PESSOAS SE VOLTAM PARA DEUS

A) Depois que Jonas viu o arrependimento dos ninivitas, ele ficou de mau humor

Jonas não ficou muito feliz porque seus inimigos se arrependeram e foram poupados. Ele até desejou morrer. Então, Deus, vendo a tristeza de Jonas, preparou uma cabaça para dar sombra a ele.

Contudo, em seguida, Deus retirou a cabaça. Essa experiência ensinou a Jonas uma valiosa lição: que não deve ficar chateado por algo que não pertence a ele.

B) Em última análise, as almas dos homens pertencem a Deus que os criou

1) Deus quer que essas almas sejam salvas (2 Pedro 3: 9).

2) Quando eles são salvos, os anjos no céu se regozijam. Lucas 15:10 declara:

“Da mesma forma, eu vos digo, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende.”

3) Depois de Jesus contar a parábola da ovelha perdida, ele concluiu: Mateus 18:14

“Ainda assim, não é a vontade de vosso Pai que está nos céus que um destes pequeninos morra.”

4) E Deus quer que nos regozijemos com ele. João 4:36 diz:

“E o que colhe, recebe salário e ajunta fruto para a vida eterna; para que tanto o que semeia como o que sega juntos se regozijem”.

C) Regozijemo-nos por aqueles que são salvos, independentemente de quem sejam

VII. A IRA DO HOMEM NÃO OPERA A JUSTIÇA DE DEUS

A) No final da história, Jonas estava com raiva

Ele estava com raiva do povo porque se arrependia. Além disso, também sentia raiva de Deus, pois achava que Deus havia destruído a cabaça.

Esses sentimentos negativos o dominavam, tornando sua frustração evidente.

B) A raiva é um problema com o qual todos devemos lidar nesta vida

1) Existem alguns bons motivos para estar com raiva.

2) Mas existem muitos outros motivos errados para ficar com raiva.

3) Tiago 1:19-20 diz:

“Portanto, meus amados irmãos, todo homem seja pronto para ouvir, tardio para falar e tardio para se irar: Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus.”

4) Efésios 4: 31 declara:

“Que toda amargura, e cólera, e raiva, e clamor, e calúnia, sejam afastados de ti, com toda malícia:”

5) Efésios 4: 26 declara:

“Irai-vos e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira:”

C) A raiva de Jonas não estava machucando ninguém, apenas a si mesmo

VIII. DEUS INSTRUI O HOMEM POR MEIO DE PREPARAÇÕES PROVIDENCIAIS

A) Na história, vemos que Deus preparou várias coisas

1) Deus preparou um peixe (1:17).

2) Deus preparou uma cabaça (4: 6).

3) Deus preparou um verme (4: 7).

4) Deus preparou um vento oriental (4: 8).

5) Essas coisas foram preparadas para dar uma lição a Jonas.

B) Hoje, temos a palavra de Deus para nos ensinar, mas Deus pode providencialmente nos ensinar também como aplicar Sua palavra

1) Considere Hebreus 12: 5-7 que diz:

“E vos esquecestes da exortação que vos fala como a filhos: Meu filho, não desprezes a correção do Senhor, nem te desmaies quando fores repreendido por ele: Pois a quem o Senhor ama ele corrige e açoita a cada filho que recebe. Se suportardes a correção, Deus vos trata como a filhos; pois, que filho é aquele a quem o pai não corrige?”

2) Considere também Romanos 8:28 que diz:

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”

C) Deus preparou essas coisas para que Jonas pudesse aprender

1) Também aprendemos com a experiência.

CONCLUSÃO deste sermão sobre Jonas:

A) Neste sermão sobre Jonas, podemos ver que há muitas outras grandes lições no livro de Jonas, mas vamos considerar as que estudamos.

1) Você não pode fugir de Deus.

2) Você não pode fugir dos seus próprios problemas.

3) A misericórdia de Deus pode ser rejeitada, mas é tolice fazer isso.

4) Não podemos permitir que nossos preconceitos pessoais nos impeçam de pregar a palavra de Deus.

5) Quando a palavra de Deus é pregada, aqueles com coração honesto se arrependem.

6) Devemos ficar felizes quando as pessoas se voltam para Deus.

7) A ira do homem não opera a justiça de Deus.

8) Deus instrui o homem por meio de preparações providenciais.

B) Apelo:

Aprendemos neste sermão hoje, sobre a fuga de Jonas. Faço o convite para você vir a Jesus e não ser mais um fugitivo da presença de Deus.

Se você gostou deste esboço de pregação sobre Jonas, então veja mais sermões impactantes aqui.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!