8 Passos para Explicar o Verdadeiro Significado da Páscoa para seus filhos

A Páscoa está repleta de muitas cenas em que os pais, acham difícil de explicar o significado para seus filhos, até mesmo de suportar, como, ciúmes, raiva, mentiras, traição, acusações, derramamento de sangue, tortura, tormento físico, agonia emocional inimaginável, execução pública.

Por isso muitas perguntas surgem como: Os pais devem proteger seus filhos da verdade da Páscoa? Devemos nos ater à história de um feliz coelhinho da Páscoa entregando cestas de doces? Talvez jogar uma cruz de chocolate para espiritualizá-lo?

A Seguir, você terá 8 Passos de como explicar o verdadeiro significado da Páscoa para seus filhos

Esses são os 8 Passos para você explicar o Significado da Páscoa para seus Filhos

1. Explique a seus filhos a autoridade e compaixão de Jesus

No livro de Mateus, muitas pessoas desejavam tocar em Jesus. Eles reconheceram Seu poder para curar suas doenças e os pais levavam seus filhos a Jesus, esperando que Seu toque os abençoasse. Não deveríamos fazer o mesmo?

Jesus é o Filho de Deus. O próprio Deus afirmou a autoridade de Jesus quando Ele foi batizado por João Batista .

 “E uma voz do céu disse: ‘Este é o meu filho amado, que me traz grande alegria”  

(Mateus 3:17)

Contudo, sem essa base para a autoridade de Jesus, a Páscoa não tem sentido. Se Jesus não fosse totalmente Deus, a Terceira Pessoa da Trindade, então Ele não teria autoridade sobre Satanás. Sendo assim, sua morte não teria o poder de nos libertar da escravidão do pecado.

Mas, junto com a autoridade de Jesus, Mateus descreve a compaixão de Jesus sete vezes. Em uma dessas ocasiões, Jesus estava caminhando de Jericó para Jerusalém. Ao longo do caminho, dois mendigos cegos gritaram de seu lugar humilhante na poeira à beira da estrada. 

“Senhor, tem misericórdia de nós, Filho de Davi”! 

(Mateus 20: 21)

Jesus, provavelmente estava muito preocupado, com sua crucificação a cerca de uma semana. Provavelmente, Ele estava preocupado com os pensamentos dos próximos eventos e o que Ele, precisava passar para aos Seus discípulos. 

Mas Mateus diz: 

“Então Jesus, movido de íntima compaixão, tocou-lhes nos olhos, e logo viram; e eles o seguiram”.

(Mateus 20: 34)

Portanto, nesta Páscoa, traga seus filhos ao Filho de Deus para que recebam o seu toque. Lembre-os de que Jesus sabe o quanto o pecado os machuca e se sente muito triste com isso. Sua compaixão fez com que ele parasse o que estava fazendo no céu e viesse à terra para suportar o castigo que todos nós merecíamos.

2. Permita que a Palavra de Deus fale diretamente ao coração de seu filho

O objetivo de ensinar o significado da Páscoa para seus filhos, é criar um firme fundamento da verdade em seus corações, para que possam entender e receber a salvação e a vida abundante que Jesus promete.

Toda a Escritura é inspirada por Deus e é útil para nos ensinar o que é verdadeiro e para nos fazer perceber o que está errado em nossas vidas. Ele nos corrige quando erramos e nos ensina a fazer o que é certo. Deus a usa para preparar e equipar seu povo para fazer toda boa obra”.

(2 Timóteo 3:16-17).

O apóstolo Paulo escreve essas palavras ao jovem Timóteo como um lembrete sobre o poder da Palavra escrita de Deus. A Bíblia tem o mesmo poder para seus filhos. Por isso, Abra-a sempre que puder e permita que Jesus fale diretamente com eles. Por exemplo, nas semanas que antecedem a Páscoa, leia o relato do que aconteceu diretamente das Escrituras.

Cada um dos quatro evangelhos fala deste evento – Mateus 26-28 , Marcos 14-16 , Lucas 22-24 e João 18-20.

Você pode escolher um e dividir os capítulos pelo número de dias que deseja ler, ou até mesmo, você pode escolher um dos muitos planos de leitura da Bíblia disponíveis para a Páscoa. Para crianças muito pequenas, você pode ler o relato da Páscoa encontrado em uma Bíblia infantil ou livro de histórias. Depois de ler, peça aos seus filhos que repitam o conteúdo com suas próprias palavras para que você possa ter certeza que eles realmente entenderam o significado da Páscoa.

3. Incentive a discussão de conceitos adequada à idade

Durante sua leitura, promova conversas sobre os eventos da Páscoa. Seus filhos talvez, precisam que você explique mais sobre certos personagens. Você pode precisar fornecer definições para um novo vocabulário, como a manjedoura, a Cruz e a coroa. Deixe-os saber que a Páscoa não é apenas uma história fantasiosa, e sim uma história real.

Para as crianças muito pequenas, o amor e a compaixão de Deus serão o foco da história da Páscoa. À medida que as crianças atingem uma idade maior, elas podem ouvir mais sobre o terrível castigo infligido a Jesus antes e durante Sua crucificação. Mas, claro que cada criança é diferente, e você, como pai, deve avaliar sua prontidão para os detalhes.

4. Reserve um tempo para ouvir e responder a perguntas

Saiba que, fazer e responder perguntas geralmente é uma parte natural da conversa, mas algumas crianças podem hesitar em fazer perguntas que pareçam duvidar da Palavra de Deus. Sendo assim, permita que seus filhos perguntem qualquer coisa. Você pode não saber todas as respostas, e sim, está tudo bem; nenhum de nós sabemos tudo. Contudo, seja honesto e diga ao seus filhos que você vai pesquisar.

5. Ajude as crianças a aplicar a mensagem da Páscoa em suas próprias vidas

Fale sobre as motivações de diferentes personagens na mensagem de Páscoa. Por exemplo, use o texto para encontrar pistas, fale sobre o que mostra sobre Deus e Jesus, Discuta o que você poderia ter dito ou feito se estivesse lá.

Ajude seus filhos a se identificarem com os personagens que traíram, desprezaram e feriram Jesus. Todos nós precisamos entender que não somos diferentes daqueles pecadores. Talvez ,se estivéssemos lá, teríamos feito o mesmo. Reconhecer a natureza dolorosa de nosso pecado justaposto com a compaixão e o amor de Jesus pode levar ao arrependimento.

Você não vê quão maravilhosamente bondoso, tolerante e paciente Deus é com você? Isso não significa nada para você? Você não consegue ver que a bondade dele tem a intenção de afastá-lo do seu pecado“?

(Romanos 2: 4)

Em família, conversem sobre o que Deus pode querer que cada um de vocês faça com seu novo entendimento de Sua Palavra. Visto que, algumas crianças podem se beneficiar escrevendo seus pensamentos em um diário ou fazendo um desenho para refletir seu compromisso com a obediência.

6. Compartilhe o evangelho com seus filhos.

As boas novas, demonstradas por meio da vida, morte e ressurreição de Jesus, transformam vidas. Os pais são encarregados de ensinar fielmente às crianças a verdade da Páscoa repetidas vezes durante toda a infância. Deus usará sua fidelidade a esta missão para mover o coração de seus filhos ao arrependimento e à entrega a Ele.

As crianças precisam de repetição para entender. Suas palavras ditas a uma criança de cinco anos terão um novo significado quando filtradas pelos ouvidos de uma criança de doze anos mais madura. Seja criativo em sua apresentação, tentando envolver os sentidos e estilos de aprendizagem de seus filhos.

 “Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo.”

(2 Coríntios 5:17)

Pergunte a seus filhos sobre seus pensamentos e emoções enquanto estudam juntos a mensagem de Páscoa. Eles podem sentir raiva ou tristeza pelo tratamento de Jesus, pois muitas vezes a Palavra de Deus produz tristeza pelo pecado. Aproveite essas oportunidades para falar sobre o perdão por meio de Jesus. Outros podem não estar prontos para essa etapa, sendo assim, espere pelo tempo de Deus e ore por sabedoria enquanto ouve seus corações.

7. Cuidados com os símbolos seculares da Páscoa

Sabemos, há um debate entre os cristãos sobre os símbolos tradicionalmente associados à Páscoa. Os pais cristãos devem dar cestas de Páscoa aos filhos? Coelhos, cenouras, caça aos ovos de chocolate?

Essas são preocupações válidas, e cada família deve orar continuamente para buscar a sabedoria de Deus. Embora, você possa legitimamente optar por não se entregar a essas tradições seculares, seus filhos certamente as encontrarão. 

Portanto, esteja preparado para ajudá-los a entender o verdadeiro significado da Páscoa, e assim, não se apegarão à esses símbolos seculares.

8. Celebre a Páscoa, ensinando o significado da Páscoa para seus filhos

No Antigo Testamento, Deus instituiu momentos específicos de celebração para lembrar Sua fidelidade e libertação. Com isso, os pais podem seguir este exemplo criando tradições para explicar e celebrar a Páscoa

Sim, existem algumas verdades duras que precisamos enfrentar ao ensinar nossos filhos sobre a Páscoa. Mas, essas verdades são centrais para a salvação, então por que, não aproveitar a oportunidade da Páscoa para plantar e regar sementes de verdade e salvação no coração de seus filhos?

“Educa a criança no caminho em que deve andar; e até quando envelhecer não se desviará dele”.

(Provérbios 22: 6)

Indiara Lourenço

Mãe, esposa e serva que ama fazer a obra de Deus. Contagia a todos com sua alegria está sempre incentivando com palavras motivadoras!
Botão Voltar ao topo