A Conversão de Saulo – Esboço de Pregação em Atos 9

Esboço de pregação expositiva em Atos 9 sobre a conversão de Saulo com o tema: “Quando Deus Transforma Seus Inimigos em Amigos”.

Título: “Quando Deus Transforma Seus Inimigos em Amigos”

Texto deste pregação: Atos 9: 1-19

Introdução:

Tornar-se cristão é experimentar uma intervenção sobrenatural da graça de Deus em sua vida, levando-o à fé em Jesus. Embora algumas sejam mais notórias, como a de Saulo, Agostinho e Constantino, todas são notáveis ​​e merecem comemorar.

Na conversão, experimentamos o ato transformador da graça de Deus, onde os espiritualmente mortos são vivificados, os cegos espiritualmente recuperam a visão e os distantes de Deus se aproximam Dele.

Neste contexto, exploramos a conversão extraordinária de Saulo, um feroz opositor do cristianismo, que se tornou um amigo de Deus por meio de Cristo.

CONTEXTO:

O livro de Atos relata a expansão do reino de Deus na Terra através da igreja, liderando pelos apóstolos e cheia do Espírito Santo. A missão dada por Jesus em Atos 1:8 impulsionou os crentes a testemunhar em Jerusalém e, agora, a expansão se estende a outras regiões, incluindo samaritanos e um etíope eunuco.

Vamos ver algumas lições da conversão de Saulo em Atos 9:

I. Através de Cristo, Deus Salva Seus Inimigos (1-2):

  • Às vezes, categorizamos as pessoas como prováveis ​​ou improváveis ​​de se tornarem cristãos, incluindo oponentes vocais do cristianismo, como Saulo.
  • A conversão de Saulo desafia nossa compreensão, demonstrando que Deus salva até mesmo aqueles que menos esperamos.
  • O choque da graça revela que Deus salva não por merecimento, mas por amor e graça.

II. Deus Toma a Iniciativa (3-9):

  • Deus sempre toma a iniciativa na salvação. A conversão de Saulo demonstra que é a graça e misericórdia de Deus que nos leva à fé.
  • O encontro dramático de Saulo com Jesus ressuscitado ilustra a incomparável glória de Cristo.
  • Saulo fica fisicamente cego e é prolongado a Damasco, um período de humilhação e oração.

III. À Medida que Deus Salva, Ele Trabalha Através de Outras Pessoas (10-17):

  • A conversão de Saulo envolveu a intervenção de Ananias, destacando que Deus frequentemente usa outros para realizar Sua obra.
  • Ananias, após uma visão, obedece a Jesus e vai até Saulo para orar por ele, confirmando a importância da cooperação na obra de Deus.

4. Através de Cristo, Deus Transforma Seus Inimigos (18-19a):

  • A recuperação da visão de Saulo simboliza sua transformação espiritual e sua nova visão espiritual de Cristo.
  • O batismo de Saulo expressa publicamente sua fé e devoção a Jesus, marcando o início de sua jornada transformada.

CONCLUSÃO:

Através de Cristo, Deus faz de Seus inimigos Seus amigos. Se você ainda não acredita em Jesus, saiba que não há meio-termo; você é amigo ou inimigo de Deus.

Por meio da fé em Jesus, você pode se tornar amigo de Deus. Para os crentes, lembremos da graça chocante do evangelho e sejamos encorajados a compartilhar a mensagem em nossa comunidade.

Dicas para pregar este sermão sobre a conversão de Saulo

  1. Clareza na Estrutura do Sermão: Certifique-se de que a estrutura do sermão seja clara desde o início. Use uma introdução envolvente que desperte o interesse dos ouvintes, apresente os principais pontos que você abordará e conclua com uma conclusão que resume os pontos-chave. Isso ajuda a manter a atenção e a compreensão dos ouvintes ao longo do sermão.
  2. Conexão com a Vida Atual: Relacione a história da conversão de Saulo com a vida atual dos ouvintes. Mostre como os princípios e lições extraídos da história de Saulo podem ser aplicados às situações e desafios que as pessoas enfrentam hoje. Isso tornará o sermão relevante e prático.
  3. Ilustrações e Exemplos Vívidos: Use ilustrações, histórias e exemplos vívidos para tornar as mensagens mais concretas e compreensíveis. Por exemplo, você pode usar histórias de especificidades inesperadas na vida das pessoas, mostrando como Deus ainda está no negócio de transformar vidas.
  4. Aplicação Pessoal: Ajude os ouvintes a fazerem uma aplicação pessoal das lições do sermão. Consulte a eles como podem aplicar o que aprenderam em suas próprias vidas e encoraje-os a refletir sobre como Deus está saciado em suas vidas.
  5. Apelo e Convite ao Evangelho: Ao concluir o sermão, faça um apelo claro e sincero para aqueles que ainda não têm um relacionamento com Cristo. Convide-os a responder ao evangelho e a se tornarem amigos de Deus através da fé em Jesus. Também encoraje os crentes a refletirem sobre como podem compartilhar o evangelho com outros em sua comunidade.

Se gostou deste esboço de pregação sobre Paulo, então veja mais sermões:

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!