O que os cristãos precisam saber sobre jejum e oração

A prática do jejum pode ser brutal, ainda mais, se você jejuar e orar sem entusiasmo. As dores da fome incomodam nossos estômagos. Muitos de nós temos uma mentalidade de que estamos nos restringindo e, portanto, é uma punição.

O jejum ajuda a nos separar deste mundo enquanto a oração nos reconecta a Deus. No entanto, a maioria de nós não praticamos essa disciplina sagrada ou só ouvimos falar dela como jejum intermitente para perda de peso.

O jejum é a disciplina espiritual de negar a nós mesmos algo (normalmente comida) para dedicar-se as coisas espirituais. 

Jejuar e orar são disciplinas baseadas na Bíblia. Além disso, são apropriadas para todos os crentes de todas as idades ao longo de todos os séculos em todas as partes do mundo. 

A palavra “jejum” é tsom no hebraico e nesteia na língua grega. A tradução literal do hebraico seria “não comer”. O grego literal significa “sem comida”. 

É uma escolha de abstinência de alimentos. O jejum é, portanto, uma maneira de demonstrar a Deus e a nós mesmos que levamos a sério nosso relacionamento com Ele. 

O que a Bíblia diz sobre oração e jejum?

Jesus praticou o jejum quando foi tentado por Satanás, (Mateus 4:1-11; Marcos 1:12-13; Lucas 4:1-4). Durante aqueles 40 dias no deserto, “Ele não comeu nada” (Lc 4:2). 

De fato, a menção anterior de jejum no Antigo Testamento foram as instruções que Deus deu a Moisés depois de levar seu povo à liberdade em Êxodo 13:3: “Então Moisés disse ao povo: “Lembrem-se deste dia em que vocês saíram do Egito, da terra onde você foi feito para ficar e trabalhar. Pois o Senhor te tirou deste lugar com mão poderosa. Nenhum pão feito com fermento será comido”. 

O livro de Atos também registra os crentes jejuando antes de tomarem decisões importantes (Atos 13:2; 14:23). 

Ele nos permite tirar os olhos das coisas deste mundo, podemos voltar nossa atenção com mais sucesso para Cristo.

Uma das muitas razões pelas quais Deus chamou seu povo para jejuar tinha a ver com a cultura e os tempos. 

Hoje, podemos fazer uma refeição completa em três minutos graças aos alimentos congelados e ao micro-ondas. Mas, naquela época, horas e horas passavam na preparação de alimentos. O jejum era uma maneira de tirar o foco de nós mesmos e colocá-lo de volta em Deus. 

Jesus também nos deu instruções claras sobre como jejuar. Sobretudo, o propósito do jejum era crescimento espiritual e nunca motivo de se orgulhar.

E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.” Mateus 6:16-18.

O que a oração faz para o jejum?

Antes de mais nada, Jejum e oração estão muitas vezes ligados (Lucas 2:37; 5:33). Jejuar sem orar não é jejuar. É fazer dieta ou privação. 

A única razão para jejuar é abrir espaço para você buscar o Senhor com maior urgência. 

Use as dores da fome para lembrar a si mesmo que você tem fome de Deus. Em outras palavras, o jejum nos dá mais tempo para orar e a oração ajuda a derrubar muros, nos levar a avanços espirituais, destruir correntes e nos dar clareza das respostas de Deus que buscamos!

Enquanto Jesus não voltar, o jejum será feito. É uma disciplina temporária para conectarmos nossos corações a Cristo e nos prepararmos para o encontrar face a face. 

Quando ele voltar, dará um banquete glorioso e haverá um lugar à mesa para cada um de nós (Lucas 14:16-17). Então, até lá, jejuamos. 

Como jejuar e orar de forma bíblica?

A princípio, existem várias maneiras de jejuar. Lembre-se, o ponto é conectar-se com Deus em um nível mais profundo. 

Um Jejum é sobre humilhar nossos corações diante de Deus. Jejuar e orar são sobre desistir da coisa que você procura por satisfação para se aproximar de Deus… permitir que Deus o satisfaça. 

A duração e a forma do jejum que você faz depende da orientação e relacionamento com Deus. Quanto tempo você jejua depende inteiramente de você e da liderança do Espírito Santo.

Reserve bastante tempo para ficar a sós com o Senhor. Ouça a Sua liderança. Quanto mais tempo você passar com Ele, mais significativo será o seu jejum.

Manhã: 

Comece o seu dia com louvor e adoração. Leia e medite na Palavra de Deus. Convide o Espírito Santo para trabalhar em você e peça para estar atento à sua presença. Ore pela visão e capacitação de Deus para fazer sua vontade.

Meio-dia: 

Volte à oração e à Palavra de Deus. Se possível, faça uma curta caminhada de oração. Registre o que você sente que Deus está falando com você.

Tarde:

Fique a sós com Deus e busque-O. Passe algum tempo em oração intercessora por sua comunidade e pelos líderes de nossa nação, pelos milhões não alcançados do mundo, por sua família ou outras necessidades.

O que é o Jejum de Daniel?

Daniel se absteve de carne, pão, vinho e óleos para sua pele por 21 dias (Daniel 10:3; Daniel 9:3).

Essas teriam sido coisas que satisfizeram Daniel, boa comida e alívio da pele seca. Ele se absteve depois de ser capturado e levado para a Babilônia. 

Era provável que a comida real não fosse kosher de acordo com os costumes de Daniel. Quando Daniel, Hananias, Misael, Azarias e outros jovens israelitas fossem levados ao serviço de Nabucodonosor, eles receberiam comida da mesa do rei enquanto passavam por um treinamento de três anos. 

“Mas Daniel resolveu não se contaminar com a comida e o vinho reais, e pediu permissão ao oficial principal para não se contaminar dessa maneira” (Daniel 1:8). 

O que é um jejum parcial?

Um jejum parcial também é conhecido como jejum espiritual de três dias. Vemos exemplos de Daniel e seus amigos comendo vegetais, frutas e bebendo água por dez dias. Eles usaram esse jejum para honrar a Deus enquanto estavam em cativeiro. 

Outros jejuaram usando diferentes períodos de tempo e maneiras. Este jejum pode durar parte de um dia a vários dias ou semanas (Ester 4:16; Joel 2:12; Esdras 8:21-23; Jonas 3:5-9).

O que é um Jejum à base de líquidos?

A princípio, nesse tipo de jejum, não há ingestão de alimentos sólidos. Todos os alimentos são substituídos por líquidos. 

Os líquidos podem ser consumidos a qualquer momento. Certifique-se de beber bastante água, e você também pode incluir sucos de frutas, sucos de vegetais, chás de ervas, sopas suaves e caldos.

O que é um jejum prolongado?

É um jejum completo, sem comida ou água, por um certo período de tempo. Jesus e Moisés levaram isso ao extremo. Ambos jejuaram por 40 dias. (Êxodo 34:28; Mateus 4:2).

No entanto, há uma discussão sobre o jejum dos 40 dias de Jesus. Alguns afirmam que ele jejuou sem água, enquanto outros defendem que ele fez uso da água.

O que é um jejum de sexo?

Antes dos homens irem para a guerra nos tempos bíblicos, eles às vezes se abstinham de fazer sexo com suas esposas para jejuar. 

O Novo Testamento também nos revela que a abstenção de sexo (jejuar) é uma boa coisa a fazer quando um casal decide isso em conjunto (1 Coríntios 7:5). 

O que é um jejum de redes sociais e TV?

Às vezes, o mundo se apodera de nós. Passamos mais tempo com nossos telefones em vez de nossas Bíblias. Ficamos na Netflix por horas a fio, em vez de ir a Deus tirar um tempo exclusivo para Deus.

Acredito que esta é a melhor e maior tática do inimigo, fazer com que nos voltemos para qualquer coisa ou pessoa, exceto Cristo. 

O jejum regular dessas coisas traz a presença de Deus de volta ao foco. Pode-se jejuar de qualquer uma dessas coisas por qualquer período de tempo.

Coisas a evitar ao jejuar e orar 

O jejum não é sobre perda de peso ou causar complicações de saúde ou problemas no casamento. 

Sempre que um jejum estiver sendo seriamente considerado, olhe para o calendário para garantir que você não fará nada para comprometer seu jejum. 

Não é uma boa ideia jejuar enquanto leva a família para a um parque, por exemplo. Enquanto você jejua:

  • Evite atividades e trabalhos pesados.
  • A medicação deve ser retirada apenas com a supervisão do seu médico.
  • Desligue-se por um tempo das redes sociais.

Se você se humilhar sinceramente diante do Senhor, se arrepender e buscar a face de Deus, você experimentará o avanço e a presença dele. 

Jejuar e orar são difíceis, e leva tempo para construir músculos espirituais. Procure começar devagar. Se você não conseguir jejuar muito, não desanime. Você praticar o jejum aos poucos. Pois, o jejum nos muda para melhor.


Autora Heather Riggleman.

Botão Voltar ao topo