O que a Bíblia diz sobre paternidade?

Todos nós nascemos em uma família, mas nem todos conhecemos a beleza de uma família cristã. Alguns foram criados em lares saudáveis, amorosos e centrados em Cristo, e alguns foram criados em lares problemáticos onde experimentaram mais dor e tristeza do que alegria. 

Independentemente do nosso passado, somos livres e equipados para definir o tom de nossa família e criar nossos filhos em um ambiente piedoso.

No centro do plano de Deus para a humanidade está o conceito de família e, como tal, temos a responsabilidade de ser bons pais

O próprio Jesus nasceu em uma família e regularmente comparava a Igreja a uma família. 

Em Romanos 8:17, Paulo se refere a nós como “co-herdeiros” com Cristo, e em Gálatas 3:26 somos chamados filhos de Deus. Deus é regularmente referido nas Escrituras como nosso pai.

Essencialmente, Deus, como nosso Pai, criou famílias como um meio de ensinar aos filhos como eles devem viver nele, e ele nos capacita através de sua palavra para sermos pais de forma eficaz e consistente.  

O que a Bíblia diz sobre paternidade?

Do melhor ao pior, a Bíblia nos dá exemplos de todos os tipos de pais. A partir de relatos bem conhecidos da vida de pessoas como Abraão, Jacó, Davi e outros, vemos esses crentes, conhecidos por sua fé poderosa, tomando decisões maravilhosas e depois dando meia-volta e tomando decisões horríveis em sua paternidade. Acontece.

Todos cometeremos erros. Diremos ou faremos a coisa errada e nos sentiremos mal com isso mais tarde. Somos humanos, e mesmo quando buscamos a Cristo fervorosamente, essa humanidade ainda aparecerá. 

No entanto, a Bíblia ensina que quando seguimos Jesus e procuramos viver para ele, ele é poderoso o suficiente para alcançar nossos filhos apesar de nós. Nossos erros e más decisões não arruinarão nossos filhos quando estivermos buscando ativamente Jesus em tudo o que fizermos.  

Fazemos bem em lembrar que somos os melhores pais para nossos filhos! Eles são um presente precioso e em sua eterna sabedoria e providência Deus os confiou a nós!  

A Bíblia também nos mostra que cada criança é diferente. Jacó e Esaú eram diferentes, e José e seus irmãos eram diferentes. Isso estava bem, e tudo fazia parte do plano de Deus. 

Mesmo em uma parentalidade consistente, nossos filhos responderão à disciplina e ao encorajamento de maneira diferente de seus irmãos. 

Os pais devem passar muito tempo em oração por cada um de seus filhos e, mais importante, os pais devem buscar a Deus em suas próprias vidas para que isso brilhe em tudo o que fizerem. 

Essas crianças estão assistindo e aprendendo com você todos os dias, pai!  

5 versículos bíblicos encorajadores para os pais

Embora a Bíblia não seja um “guia para os pais”, existem inúmeros incentivos para os pais ao longo das Escrituras. 

Como pais, não estamos sozinhos para nessa jornada, mas temos as ferramentas e a orientação de que precisamos na Bíblia, o mesmo lugar em que recebemos orientação para todos os outros aspectos da vida.

Provérbios 22:6 – “Coloque as crianças no caminho em que devem andar, e mesmo quando forem velhos não se desviarão dele.”

Salmos 127:3 – “Os filhos são herança do Senhor, e a descendência é sua recompensa.”

Efésios 6:4 – “Pais, não irritem seus filhos; em vez disso, crie-os no treinamento e instrução do Senhor”.

Deuteronômio 6:6-7 – “Estes mandamentos que hoje vos dou devem estar em seus corações. Impressione-os em seus filhos. Fale sobre eles quando estiver sentado em casa e quando caminhar pela estrada, quando se deitar e quando se levantar.”

Lamentações 3:22-23 – “Por causa do grande amor do Senhor, não somos consumidos, pois suas misericórdias nunca falham. Eles são novos todas as manhãs; grande é a tua fidelidade.”

Como os pais devem agir aos filhos rebeldes?

“Porque o Senhor corrige a quem ama e castiga a todo aquele que aceita como filho” (Hebreus 12:6).

A Bíblia diz que se treinarmos uma criança no caminho que deve andar, ela não se desviará dele. No entanto, parece que muitos jovens criados na igreja cresceram para abandoná-la. Mas como nós lidamos com isso?

Talvez a coisa mais dolorosa seja ver uma criança se rebelar contra Cristo e se afastar de tudo o que foi ensinada. É difícil ver isso, seja elas crianças ou adultas. 

É triste para um pai quando ele se sente culpado. Ele tem o sentimento que de alguma forma não se esforçou o suficiente para ensinar seu filho no Senhor.

Provérbios 29:17 ensina: “Discipline seus filhos, e eles lhe darão paz; eles lhe trarão as delícias que você deseja.” 

Essa paz pode vir de ver nossos filhos mudarem de atitude, ou de saber que eles estão nas mãos de Deus, amados por Ele. Pois, somente Ele é o responsável por seu destino eterno, e não nós.

Se eles são mais novos e ainda estão em sua casa, continue trabalhando! Permaneça fiel e mostre a eles o amor de Cristo! Saiba que às vezes esse amor pode envolver disciplina e que às vezes será difícil. 

Às vezes, as crianças veem o cristianismo como “regras” que as impedem de fazer coisas divertidas. Mas lembre-os de que essas regras não são uma gaiola para cerca-los, mas sim um marco para impedi-los de entrar em situações perigosas e dolorosas. A disciplina é para o bem, não para o mal deles.

Fazer o que é “certo” e evitar o que é “errado” são apenas uma parte da paternidade. A coisa mais importante é estabelecer Cristo como o centro de sua casa através de suas palavras, ações e hábitos. 

Se as crianças souberem que terão uma devoção familiar todas as noites, discutirão a fé todos os dias, frequentarão a igreja todas as semanas e servirão em sua comunidade, isso acabará se tornando parte de quem elas são e das escolhas que fazem.

Se forem mais velhos, confie-os a Deus e ore por eles com fervor. Resista ao desejo de “reclamar” e irritá-los. (Colossenses 3:21). 

Procure oportunidades para falar a verdade, mas fale de uma maneira amorosa para que saibam do seu grande amor por eles.

É assim que nosso pai celestial nos ama, e faremos bem em aprender a amar da mesma maneira.

Uma Família Separada

Para os crentes, é difícil imaginar um chamado maior do que ser pai. Criar filhos piedosos em um lar cristão parece uma coisa simples que exigirá pouco esforço. Afinal, muitas pessoas criaram filhos, certo? Basta dar-lhes comida e abrigo e eles vão conseguir! 

No entanto, está claro que os pais têm uma influência imensurável sobre seus filhos, e uma família piedosa será respeitada como única e separada em um mundo onde as famílias estão se deteriorando rapidamente.

Se você é pai ou mãe, tome a decisão agora de amar seus filhos e tornar a criação deles fundamental para seu propósito e chamado. Gerações serão transformadas por causa desta decisão.

Autor: Jason Soroski, adaptado por Biblioteca do Pregador.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo