O que é modéstia segundo a Bíblia?

A modéstia pode parecer um conceito ultrapassado porque muitas vezes não tem honra. No entanto, a modéstia permanece espiritualmente importante para homens e mulheres. 

Muitas pessoas saem em público vestindo todos os tipos de roupas indecentes, como calças apertadas, shorts curtos, camisas reveladoras e demais roupas que mostram seus corpos para quem olha. 

O que a Bíblia diz sobre vestir-se com modéstia? Aprender por que a modéstia é importante para nossa fé pode nos ajudar a fazer escolhas sábias de roupas. 

Embora a modéstia possa parecer um conceito restritivo, na verdade leva à liberdade.

O que significa “modéstia”?

Ser modesto significa escolher um comportamento moralmente apropriado, especialmente com a forma como nos vestimos, tomando decisões destinadas a desviar a atenção doentia de nós mesmos e respeitar a nós mesmos e aos outros. 

A palavra modéstia deriva da palavra latina modestus, que significa “manter dentro da medida”. 

A modéstia envolve moderar nossas escolhas de roupas para mantê-las dentro da medida do que é considerado apropriado e respeitoso nos lugares onde planejamos usá-las. 

Quando somos modestos, escolhemos a humildade sobre a vaidade, fazendo escolhas de acordo com o que é melhor para todos os envolvidos, em vez de apenas satisfazer nossos próprios desejos. 

Contudo, para fazer isso necessitamos do autocontrole.

O que a Bíblia diz sobre se vestir com modéstia?

A Bíblia inclui vários versículos que tratam especificamente de se vestir com modéstia e mais sobre conceitos relacionados à modéstia, como tratar seu corpo com respeito e exercer autocontrole para viver com pureza. 

Os principais versículos da Bíblia sobre vestir-se com modéstia:

“Que do mesmo modo as mulheres se ataviem em traje honesto, com pudor e modéstia, não com tranças, ou com ouro, ou pérolas, ou vestidos preciosos, Mas como convém a mulheres que fazem profissão de servir a Deus com boas obras.” (1 Timóteo 2:9-10)

“ROGO-VOS, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.” (Romanos 12:1)

“O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de jóias de ouro, na compostura dos vestidos; Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus.” (1 Pedro 3:3-4)

“Mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo, e não tenhais cuidado da carne em suas concupiscências.” (Romanos 13:14)

“Porque todos sois filhos de Deus pela fé em Cristo Jesus. Porque todos quantos fostes batizados em Cristo já vos revestistes de Cristo.” (Gálatas 3:26-27)

“Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do Espírito Santo, que habita em vós, proveniente de Deus, e que não sois de vós mesmos? Porque fostes comprados por bom preço; glorificai, pois, a Deus no vosso corpo, e no vosso espírito, os quais pertencem a Deus.” (1 Coríntios 6:19-20)

Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; E vos renoveis no espírito da vossa mente; E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.” (Efésios 4:22-24)

“Como a cidade derrubada, sem muro, assim é o homem que não pode conter o seu espírito.” (Provérbios 25:28)

Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos. A serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada. Exorta semelhantemente os jovens a que sejam moderados.” (Tito 2:4-6)

“Porque a graça de Deus se há manifestado, trazendo salvação a todos os homens. Ensinando-nos que, renunciando à impiedade e às concupiscências mundanas, vivamos neste presente século sóbria, e justa, e piamente, Aguardando a bem-aventurada esperança e o aparecimento da glória do grande Deus e nosso Salvador Jesus Cristo;” (Tito 2:11-13)

“Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.” (Filipenses 4:8)

“Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza.” (1 Timóteo 4:12)

“E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento. Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo; Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus.” (Filipenses 1:9-11)

“Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.” (Salmo 51:10)

“Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;” (Mateus 5:8)

Como podemos aplicar a modéstia em nossas vidas como cristãos?

A melhor maneira de começar a aplicar isso em nossas vidas é desenvolvendo mais autocontrole. Como um dos “frutos do Espírito” listados em Gálatas 5:22-23, o domínio próprio é uma qualidade de caráter que o Espírito Santo nos ajudará a desenvolver. 

Aprender e praticar o autocontrole nos capacita a sermos disciplinados em todas as áreas de nossas vidas, incluindo vestir-se modestamente. Isso nos ajuda a discernir o que é melhor em cada situação, para que possamos escolher como nos vestir adequadamente. 

Por exemplo, quando temos autocontrole, podemos ver que como nos vestimos no trabalho ou na igreja, e que deve ser diferente de como nos vestimos em casa sozinhos com nosso cônjuge. 

O autocontrole pode parecer desagradável no início, muito rigoroso ou severo. Mas é para nossa própria proteção, para que possamos ganhar a sabedoria de fazer escolhas benéficas. 

O apóstolo Paulo nos exorta:

Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. (1 Coríntios 10:23)

Uma maneira poderosa de nos motivarmos a desenvolver o autocontrole é procurar a maravilha de Deus em nossas vidas. 

Um estudo descobriu que a oração pode capacitar as pessoas a mudar a maneira como pensam, de maneira a fortalecer seu autocontrole.

Assim, podemos orar para que o Espírito Santo nos ajude a ter autocontrole, ao escolhermos como nos vestirmos dia após dia. 

Quanto mais trabalhamos com o Espírito Santo para renovar nossas mentes, mais somos capazes de ver que a maneira como nos vestimos é importante.

Vestir-se modestamente nos liberta para abraçar o amor de Deus por nós com confiança, sem tentar chamar a atenção por meio de nossos corpos. 

Escolher a modéstia remove a pressão de nós. Por exemplo, a pressão da atenção indesejada (como o assédio sexual) que roupas imodestas podem encorajar, a pressão de tentar impressionar os outros fisicamente, quando nosso valor real vem de nossas almas e não de nossos corpos.

Conclusão

Embora a princípio possa não parecer uma questão importante, porém, aprender o que a Bíblia diz sobre a modéstia deixa claro que isto é importante aos olhos de Deus e beneficia a nós e a outras pessoas também. 

Contudo, deixar de lado roupas apertadas e reveladoras e optar por roupas que se ajustem adequadamente, cobrindo nossos corpos com respeito pode parecer restritivo, mas na verdade leva a uma maior liberdade. 

A modéstia nos liberta para desfrutar da paz que vem de honrar a Deus e da confiança que vem de respeitar a nós mesmos e aos outros.

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.
Botão Voltar ao topo