Quem foi Rebeca na Bíblia? História e lições da esposa de Isaque

Rebeca foi sem dúvida, uma mulher muito especial e feliz. Ela se casou com um homem a quem amava e foi muito amada por ele, Rebeca teve dois filhos, possuía muitas riquezas e sobretudo era fiel à Deus.

Embora fosse uma mulher de caráter nobre e com qualidades muito especiais, ela era um ser humano com suas limitações e imperfeições. Rebeca, acabou cometendo alguns erros que lhe acarretaram grandes tristezas e angústias, porém, seus acertos e erros nos ensinam grandes lições.

Veremos a seguir quem foi Rebeca, sua história e as lições que podemos aprender com a esposa do patriarca Isaque.

Quem foi Rebeca na Bíblia?

Rebeca foi esposa de Isaque, mãe de Esaú e Jacó, filha de Betuel, o arameu de Padã-Arã, sobrinha-neta de Abraão e irmã de Labão, o Arameu pai de Lia e Raquel. Rebeca é retratada na bíblia como pura e bela, uma moça gentil, prestativa, trabalhadora e hospitaleira.

A história de Rebeca é encontrada inicialmente no livro de Gênesis 24, e seu nome Rebeca significa em hebraico Rivqah, “laço” ou “aquela que une”.

História de Rebeca na Bíblia

A história de Rebeca aparece na Bíblia, depois que a mãe de Isaque, Sara veio a falecer e Abraão já sendo avançado em idade, entende a necessidade de encontrar uma esposa para seu filho, Isaque. Abraão sabia e acreditava na promessa que havia recebido da parte de Deus, por isso, precisava ser muito vigilante e atencioso em quem seria a esposa de seu filho, pois reconhecia que a promessa se cumpriria através de Isaque.

Abraão então chamou seu servo Eliezer, e disse para que ele fosse até a terra de sua parentela e buscasse uma esposa para seu filho. O moço então fez o juramento para Abraão e saiu em direção a terra de Naor, irmão de Abraão, pedindo a Deus em oração para que preparasse uma esposa para o filho de seu Senhor.

Ao chegar na cidade, Eliezer faz uma oração pedindo algumas provas ou sinais para Deus. Pois assim, ele teria certeza na escolha.

Rebeca, quando chegou até o poço em que estava Eliezer e toda sua comitiva e os camelos, ela se mostrou muito gentil e prestativa, cumprindo exatamente os sinais que Eliezer havia pedido para o Senhor.

Ele pediu a ela para que pudesse beber água em seu cântaro, Rebeca prontamente atendeu e ainda ofereceu para dar de beber aos camelos, também. Rebeca não podia imaginar o que Deus estava preparando para ela, com esse gesto tão humilde.

Mais tarde na conversa, Eliezer soube que ela era parente de Abraão. Ele pediu então para passar a noite com a família dela, pela qual foi muito recebido por Labão.

Eliezer relatou tudo para eles o que havia acontecido e a missão que havia lhe trazido até ali. Sendo assim, ele pediu a mão de Rebeca em casamento em nome de Isaque.

Rebeca aceitou e assim voltou com Eliezer, para se encontrar com seu noivo Isaque.

Quando Rebeca avistou um moço ao longe, que estava meditando no campo, perguntou quem era, quando ouviu que era Isaque, apressou-se logo em descer do camelo e cobrindo sua cabeça com o véu, em demonstração de pureza e respeito por Isaque.

Com certeza, foi amor à primeira vista. Rebeca então se casou com Isaque e depois de ter enfrentado a dor da esterilidade, ela ficou grávida e concebeu dois filhos, Esaú e Jacó.

Porém, a falta de sabedoria ao longo de sua maternidade, fez com que ela preferisse e amasse mais um dos filhos, ou seja, ela passou a amar mais a Jacó pelo fato de ele ser muito parecido com ela. E isto, fez com que ela cometesse um dos seus maiores erros, enganando seu esposo que tanto a amava e fazendo com que seu filho mais novo Jacó, roubasse a benção de seu irmão Esaú.

Rebeca agora teve que despedir seu filho Jacó, para a terra de seu tio Labão, para que assim não fosse morto pelo seu próprio irmão. Terminando assim, os seus dias enfrentando a saudade de seu filho amado e a dor de ter quebrado a aliança com seu esposo, que tanto a amara com tanta devoção.

Veja também: O que a história bíblica de Isaque e Rebeca pode nos ensinar sobre fé

Onde Rebeca é citada na Bíblia?

A história de Rebeca é contada no Antigo Testamento, sendo mencionada também uma vez no Novo Testamento.

  • Gênesis 22:23
  • Gênesis 24
  • Gênesis 25:20-28
  • Gênesis 26:6-35
  • Gênesis 27
  • Gênesis 28:5
  • Gênesis 29:12
  • Gênesis 35:8
  • Gênesis 49:31
  • Romanos 9:6-16

Como foi a morte de Rebeca?

Não temos uma informação precisa na Bíblia Sagrada, de como e onde Rebeca morreu.

Porém, podemos afirmar que Rebeca morreu antes de Jacó ter voltado para sua casa, onde ficou pelo menos 20 anos como fugitivo, longe de sua terra.

Rebeca foi sepultada na caverna do campo de Macpela, perto de Manre, em Canaã, junto com Isaque, Abraão e Sara.

Qualidades e virtudes de Rebeca na Bíblia

Como qualquer ser humano, Rebeca tinha muitas qualidades e virtudes excelentes, das quais ouvimos muitas histórias bíblicas desde criança, porém, como qualquer ser humano, ela também tinha péssimas qualidades das quais só podemos tirar lições para nossas vidas.

1. Rebeca era uma moça de bela aparência

A Bíblia diz que Rebeca era uma moça de bela aparência, o significado de seu nome sugere que ela era tão bonita que os homens poderiam facilmente se apaixonar por ela. Por certo ela tinha a mesma beleza de sua sogra Sara.

2. Rebeca era hospitaleira

Quando Eliezer, o servo de Abraão, chegou à cidade de Rebeca, estava com sede. Ele viu Rebeca e pediu água para beber. Sem hesitar, Rebeca prontamente abaixou o seu cântaro e deu-lhe de beber.

Rebeca, não apenas deu de beber água ao moço, mas também ofereceu água para os seus camelos, e quando foram recolhidos em sua casa, lhes ofereceram comida.

3. Rebeca era fisicamente forte

O fato de ela ter dado de beber água para 10 camelos, que bebem em média 20 galões de água, nos mostra quão forte e esforçada era Rebeca, indo e voltando do poço até que todos ficassem saciados.

4. Rebeca uma moça virgem

A Bíblia nos diz que Rebeca era uma moça virgem, homem nenhum havia possuído ela. Ela, por certo estava aguardando pelo momento e pela pessoa certa. Deus lhe honrou preparando um esposo que a amava e a respeitava.

5. Rebeca era mulher corajosa e confiante

Rebeca, ouvindo tudo o que o moço de Abraão havia relatado para ela e sua família, prontamente decidiu que aceitaria o desafio de deixar sua terra natal, sua parentela e ir para uma terra desconhecida, onde se casaria com um homem que ela nunca tinha visto.

Esta é uma coragem extraordinária, seguida de grande confiança, crendo que Deus estava lhe preparando um futuro de benção.

6. Rebeca era estéril

Muitas pessoas entendem que a maldição de Rebeca era ser estéril, pois nos tempos bíblicos a mulher que não gerava filhos, era considerada amaldiçoada.

Contudo, quando Isaque orou ao Senhor insistentemente, Deus ouviu as suas orações e após 20 anos de casado, nasceram-lhe seus filhos gêmeos: Esaú e Jacó.

7. Rebeca tinha intimidade com Deus

Rebeca era uma mulher que tinha intimidade com Deus, vemos isto em Gênesis 25:23, quando ela começou a sentir a luta de seus filhos, ainda em seu ventre, a bíblia diz que ela foi perguntar ao Senhor, e o Senhor lhe respondeu de forma profética como seria a vida de seus filhos e o que estava reservado para o futuro deles.

Somente uma pessoa que tem intimidade com Deus, consegue ouvir e entender a Sua voz.

8. Rebeca enganou Isaque, apesar de estar certa

Quando chegou a hora de Isaque entregar a liderança da família, através da bênção da primogenitura, Rebeca agiu de forma muito sútil, tramando uma trama com seu filho caçula, para que a benção fosse concedida ao filho mais novo, enganado assim Isaque.

Apesar de estar certa, agiu de forma enganosa e astuta. Pois Esaú havia desprezado a benção da primogenitura, em troca de um prato de lentilhas, Rebeca se lembrou também, que Deus havia falado para ela que o menor serviria o maior.

Porém, Rebeca se esqueceu que Deus não precisa de ajuda e muito menos da mentira, para cumprir suas promessas.

9. Rebeca era manipuladora 

Quando Rebeca percebeu a fúria de Esaú, ela fingiu estar preocupada que Jacó poderia também casar-se com mulheres pagãs e manipulando Isaque, fez com que ele despedisse Jacó para Padã-Arã, à casa de Betuel e Labão.

6 Lições que aprendemos com a história de Rebeca na Bíblia

A história de Rebeca é literalmente mais uma novela de Gênesis, pela qual aprendemos através da história dessa personagem bíblica, muitas lições importantes e valiosas, que nos ajudarão a aprimorar o nosso caráter e conquistar uma vida abundantemente abençoada e feliz.

1. Seja prestativo e gentil

Rebeca não era simplesmente uma moça bonita de aparência, mas possuía um coração prestativo e gentil, que abriu as portas para um futuro extremamente abençoado. Se Rebeca deixasse o orgulho e a vaidade, tomar conta de seu coração, quando Eliezer lhe pediu água, ela teria perdido a benção do Senhor.

Essa atitude de Rebeca de dar água para Eliezer e todos os seus camelos, foi voluntária e totalmente desinteressada, pois isso fazia parte de seu caráter.

Que possamos aprender com Rebeca, a ser gentil e prestativo, assim como Jesus nos ensinou. Isso deve fazer parte da vida de todo cristão. Jamais deixar o orgulho, a vaidade e a falta de amor ao próximo dominar nossos corações.

2. Seja íntimo de Deus

Rebeca quando se viu perplexa e aflita, ela não buscou intermediários para intercederem por ela, mas ela mesmo elevou a sua voz em oração. A resposta que Deus deu a ela, foi um sinal de verdadeira intimidade e comunhão.

Acredite, Deus pode nos revelar coisas grandes e ocultas, se O buscarmos de todo nosso coração e fizermos d’Ele o nosso melhor amigo e confidente.

3. Guarde-se em pureza e santidade

Rebeca era uma moça pura e aguardava o casamento em santidade, vemos que Deus honrou Rebeca de tal forma, lhe presenteando com um casamento monogâmico. Sendo a única esposa de Isaque.

Embora, vivemos em uma época em que o certo é errado e errado é certo, não devemos nos esquecer que a Bíblia Sagrada continua a mesma, e deve ser a nossa única regra de fé e prática.

Quer ser honrado pelo Senhor? Guarde e obedeça aos seus mandamentos.

4. Case-se com alguém que ora

Rebeca era uma mulher estéril, assim como sua sogra Sara. Porém, seu esposo Isaque implorou ao Senhor através da oração, para que Deus abrisse a madre de sua esposa. Deus ouviu a oração de Isaque e concedeu a benção que tanto aquele casal esperava.

Se você se casar com alguém que ora e que tem intimidade com Deus, com toda certeza, a vida de ambos será mais leve. Pois quando estiverem enfrentando algo difícil, terá alguém para interceder.

Afinal, casar-se com alguém que ora é realmente uma benção.

5. Não permita a preferência por um dos filhos

Na família de Rebeca e Isaque, vemos claramente uma preferência pelos filhos. Rebeca preferia a Jacó, pois era muito parecido com ela, caseiro, amável, enfim, estava sempre junto dela.

Por outro lado, Isaque preferia Esaú, pois era um excelente caçador. Isso foi muito ruim para essa família pois os filhos não tiveram um bom relacionamento.

Se você quer a verdadeira paz e alegria em seu lar, ame os seus filhos de forma igual e sincera, mesmo com todos os defeitos e qualidades. Assim, você terá filhos abençoados e um lar feliz.

6. A mentira e o engano só trazem consequências desastrosas

Rebeca usou de mentira e engano, para com seu esposo, induzindo seu filho Jacó ao erro.

Vemos que isso causou tremenda raiva em Esaú que quase assassinou seu irmão, Jacó. Por esse motivo, Jacó teve que fugir, e sua mãe Rebeca nunca mais pôde vê-lo.

Rebeca com toda certeza, terminou seus dias solitária e com profunda tristeza, sem saber se seu filho amado estava vivo ou morto.

A Bíblia é muito clara em dizer que o pai da mentira é o diabo. Seja uma pessoa verdadeira, não permita o engano e a mentira dominarem os seus pensamentos e o seu coração.

Qual o significado espiritual de Rebeca?

Alguns estudiosos da Bíblia Sagrada, dizem que Rebeca representa a noiva de Cristo e Isaque representa o próprio Cristo, simbolizando o relacionamento que Deus deseja ter com sua igreja.

1. Rebeca foi escolhida e separada para ser esposa de Isaque, sem saber.

Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo; Como também nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor” (Efésios 1:3-40

2. Rebeca não hesitou em deixar tudo para trás, sua família, seus deuses, para viver o novo que Deus tinha reservado para ela.

“Ora, ia com ele uma grande multidão; e, voltando-se, disse-lhe: Se alguém vier a mim, e não aborrecer a seu pai, e mãe, e mulher, e filhos, e irmãos, e irmãs, e ainda também a sua própria vida, não pode ser meu discípulo. E qualquer que não levar a sua cruz, e não vier após mim, não pode ser meu discípulo.” (Lucas 14: 25-27)

3. Rebeca foi ricamente recompensada, Deus lhe honrou por tamanha confiança e atitude de fé.

“E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.” (Mateus 19:29)

4. Rebeca era uma moça virgem, e pura. Nenhum homem o havia possuído, pois ela se guardava em santidade até o dia do casamento.

“Para a santificar, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra, para apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.” (Efésios 5:26-27)

Conclusão da história de Rebeca

Rebeca, foi claramente um exemplo muito lindo para nós, porém, no final ela cometeu um deslize e teve que enfrentar as tristes consequências.

Enfim, a história de Rebeca nos mostra como um ser humano, mesmo sendo bom e fiel em toda a sua vida, um minuto de bobeira ou de falta de vigilância, pode colocar tudo a perder.

Indiara Lourenço

Indiara tem mais de 20 anos de experiência atuando na Pregação e Ensino. Também já atuou em ministérios infantil, jovens e feminino. Também ministra aulas na EBD. Mãe, esposa e serva que ama fazer a obra de Deus. Contagia a todos com sua alegria e inspira com palavras motivadoras, deixando um impacto positivo por onde passa.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo