O Bom e o Mau: Uma Comparação de Casais da Bíblia

Quando eu era jovem, achava que tudo e todos na Bíblia eram perfeitos. Eu tocava a Bíblia e quase tinha medo de abri-la e lê-la. Que obras maravilhosas essas pessoas estavam fazendo!

É claro que, à medida que cresci e comecei a estudar a Palavra de Deus, vi a realidade: que as pessoas estavam na Bíblia, porque não eram perfeitas! Eles eram como você e eu, falhos e carregando muita bagagem.

Contudo, comecei a estudar sobre os casais, ao longo da Bíblia e cheguei a alguns bons e outros muito ruins. 

Por que compará-los? Porque precisamos ver o que os casamentos ruins fizeram ou não fizeram, e então ver o que um casamento bom e saudável faz para mantê-lo vibrante e forte.

Gostaria de compartilhar com vocês dois exemplos. Vamos começar com o casamento ruim primeiro.

Comparação de Casais da bíblia

O casamento de Acabe e Jezabel: Um casamento Ruim

“Certamente não houve ninguém como Acabe, que se vendeu para fazer o mal aos olhos do Senhor, porque Jezabel, sua mulher, o incitou”. (1 Reis 21:25)

O rei Acabe, um rei israelita, casou-se com Jezabel, filha de Etbaal, rei dos fenícios. Eles serviram como líderes do reino do norte de Israel durante uma época de muito mal na terra. Por causa de sua formação, Acabe se envolveu na adoração de Baal, o deus de seu povo.

Ao se opor à adoração do Deus hebreu, negligenciando os direitos e o bem-estar de seus súditos e desafiando os grandes profetas Elias e Eliseu, Jezabel desencadeou o conflito interno que atormentou Israel por décadas. 

Jezabel começou seu reinado de maldade tentando destruir os profetas de Deus. Obadias, um oficial temente a Deus na corte de Acabe, tentou salvar esses profetas. Ele escondeu uma centena de profetas de Deus em cavernas.

Durante este tempo, Elias foi o profeta em Israel. Este foi o profeta que orou por uma seca de três anos e meio por causa da maldade da nação e seus líderes.

Acabe odiou Elias por trazer a seca, mas Jezabel mais ainda, por causa do que Elias fez com seus profetas de Baal, pois Elias os matou no Sr. Carmelo.

Uma história favorita na Bíblia

Elias disse-lhes para fazer um altar de madeira e qualquer deus que pudesse trazer fogo sobre este altar seria o verdadeiro deus. Os profetas de Baal choraram e se cortaram e oraram por horas, mas é claro que nada aconteceu.

Então Elias caminhou até o altar, derramou água sobre a lenha seca e então orou a Deus. Fogo desceu do céu! E Elias derrotou todos eles. Jezabel ficou furiosa e fez uma ameaça de morte contra ele.

A próxima ação maligna que ela fez foi conspirar contra Nabote, o inocente proprietário de uma vinha que Acabe cobiçava. Ela mandou matar Nabote para que o rei pudesse confiscar suas terras. Ela incitou seu marido a muitos outros atos perversos.

O mal pode estimular o mal

O que devemos aprender com esse casamento é que o mal está pegando! Primeiro, Acabe sabia das instruções de Deus à nação de Israel para não ter “outros deuses diante de mim”.

No entanto, Acabe trocou Deus pelo deus de sua esposa – o que o afastou do Deus da verdade e da direção. Então, tanto Acabe quanto Jezabel criaram o mal contra seu povo com o pleno conhecimento de suas ações conhecidas por seu cônjuge.

Este é o lugar onde Acabe, como o suposto líder de seu casamento, deveria ter se levantado. Se ele tivesse protegido seus súditos das más intenções de sua esposa, o futuro teria sido muito diferente.

No entanto, Acabe voltou-se contra seu Deus, voltou-se para o deus dela e o mal, a destruição e o terror se espalharam por todo o reino. 

Até o profeta Elias profetizou como eles morreriam: Jezabel foi empurrada de uma sacada e os cães comeram seus restos mortais e Acabe morreu em batalha.

De fato, Jezabel tinha uma reputação tão má que até hoje, uma pessoa pode ser chamada de “Jezabel”, o que infere uma pessoa ou ação muito ruim. E ninguém parecia incomodado com suas ações nem queria seguir o Deus dos israelitas. Eles são realmente um pobre exemplo do que o casamento deve ser.

O que essa comparação de casais da bíblia, deve nos ensinar?

Um ponto a entender é que um casamento ruim não acontece da noite para o dia. Existem muitas pequenas decisões e ações que podem levar a esse ponto. Olhe para o seu casamento e veja se há algum compromisso ou decisão que você está tomando que não está seguindo a vontade de Deus.

Você parou de passar tempo com outros cristãos na igreja, sua casa, estudos bíblicos ou grupos de vida?  Parou de ter momentos de silêncio ou orar juntos? Você é rápido em perdoar seu cônjuge? Você mostra amor a ele de pequenas maneiras? Tornar-se um casamento ruim é uma ladeira escorregadia: achamos que somos iguais, mas algumas decisões erradas podem alterar o futuro.

O casamento de Maria e José: Uma Comparação Boa de casais na bíblia

O casamento de Maria e José, pais de Jesus, é um dos meus casais favoritos. A Bíblia mostra que ambos eram tementes a Deus e por causa disso, Deus os abençoou com grande favor.

Eles foram capazes de realizar o plano de Deus juntos temendo e obedecendo a Ele.

Um bom casamento envolve duas pessoas imperfeitas que se submetem a Deus e à Sua vontade. Quando isso acontece, um casamento pode florescer!

Maria era uma mulher piedosa. Quando o anjo Gabriel lhe disse que ela conceberia e daria à luz o filho de Deus, em vez de reagir negativamente, respondeu com um sim positivo: “Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra”.

Ela estava ciente de que pelo resto de sua vida, sua reputação seria manchada, também sabia, sem dúvida, que se ficasse grávida antes de se casar, poderia ser apedrejada por adultério. Ela também sabia que poderia perder o homem que ama, José.

Mas ela confiava em Deus de qualquer maneira.

José também era uma pessoa piedosa. Seu amor por Maria era tão grande que ele decidiu não fazer dela um espetáculo público nem mandar apedrejá-la. 

Mas Deus, em Sua grande misericórdia, enviou o anjo para explicar a José que Maria havia sido fiel, não para se divorciar dela, mas para se casar com ela. 

Deus trabalha no coração de Seus filhos! José confiou em seu Deus tanto quanto em Maria.

O amor requer ação

A confiança é a pedra fundamental de qualquer casamento. José também assumiu a posição de líder de seu casamento. Deus continuou a dar-lhe instruções e José as obedeceu. Ele foi encarregado de proteger Jesus da ira de Herodes e rapidamente mudou sua família para o Egito.

Amar alguém é comprovado em ação. José provou seu amor por Maria respeitando, protegendo e se casando com ela. Eles se apoiaram quando o mal veio em direção a eles.

Este casal temente a Deus compartilhou os bons e maus momentos por causa de Deus. Compartilhar a mesma fé que nosso cônjuge e estar dispostos a se comprometer com Cristo e um com o outro é um belo exemplo de um bom casamento.

O que essa comparação boa de casais na bíblia, deve nos ensinar?

Você é um jogador de equipe com seu cônjuge? Vocês dois buscam a direção de Deus e resolvem os problemas juntos? Você o perdoa rapidamente e mostra seu amor de inúmeras maneiras todos os dias?

Minha oração por você é que seja honesto com suas próprias ações. O que você pode contribuir para o seu casamento? Seu casamento está indo para um caminho ruim ou para um bom caminho?

Ore e peça a Deus para curar você e seu casamento, que vocês conheçam qual o propósito de Deus para sua família, e também, para que você seja um exemplo para os outros, assim como Maria e José foram.

Autora: Lane Jordan Burday 
Adaptado por Biblioteca do Pregador

Indiara Lourenço

Mãe, esposa e serva que ama fazer a obra de Deus. Contagia a todos com sua alegria está sempre incentivando com palavras motivadoras!
Botão Voltar ao topo