Estudo sobre Missões Transculturais no Novo Testamento

O Novo Testamento emerge como uma narrativa vibrante e revelada do Deus missionário que busca a redenção de todas as nações. Neste estudo, aprenderemos lições fundamentais sobre missões transculturais, refletindo o coração divino que se revela desde os Evangelhos até o Apocalipse.

1. A Igreja no Novo Testamento: Portadora Inerente da Missão Divina

A transição do Antigo para o Novo Testamento não apenas marca uma mudança de ênfase, mas revela uma transformação profunda na maneira como Deus conduz Sua missão redentora.

No Antigo Testamento, Israel serviu como o instrumento inicial para cumprir o propósito divino, mas, com o advento do Novo Testamento, uma nova era é inaugurada, centrada na figura de Cristo e na Igreja que Ele localiza.

A Mudança de Ênfase: De Israel para a Igreja de Cristo

Enquanto no Antigo Testamento a nação de Israel desempenhava um papel central na revelação e execução do plano de Deus, no Novo Testamento, a atenção se volta para a Igreja de Cristo.

Essa mudança não invalida o papel histórico de Israel, mas sim expande e aprimora o alcance da missão divina.

A Igreja surge como o novo povo escolhido, um corpo global que transcende fronteiras culturais, capacitado pelo Espírito Santo para proclamar o Evangelho a todas as nações.

O Enviado e a Missão Encarnada de Cristo

O ápice dessa mudança é visto na própria encarnação de Cristo. O Nosso Senhor, o Filho Unigênito de Deus, enviado ao mundo, fazendo-se assim o missionário por excelência.

David Livingnstone, disse: “Deus tinha um único filho e fez dele um missionário”.

A famosa passagem de João 3:16 resume essa realidade de maneira poderosa, revelando que Deus inveja Seu Filho para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.

Cristo não é apenas o enviado, mas a própria encarnação da missão redentora, personificando o amor e a salvação que Deus deseja estender a toda a humanidade.

A Igreja como Veículo Principal do Plano Divino

Com a ascensão de Cristo, a responsabilidade da missão é passada para a Igreja. Ela se tornou o instrumento escolhido por Deus para levar adiante o propósito universal de redenção. A Grande Comissão, registrada em Mateus 28:18-20, comissiona a Igreja a fazer discípulos de todas as nações, batizando e ensinando.

A Igreja, capacitada pelo Espírito Santo, é convocada para ser uma testemunha viva do amor e da salvação de Deus, refletindo a natureza missionária inerente ao Novo Testamento.

O Desafio Contínuo da Igreja na Missão Transcultural

Essa perspectiva missionária do Novo Testamento destaca o papel crucial da Igreja na divulgação do Evangelho além das barreiras geográficas e culturais.

À medida que a Igreja compreende sua identidade como portadora da missão divina, ela abraça o desafio contínuo de ser uma luz para todas as nações, refletindo o amor, a graça e a redenção de Deus para um mundo que anseia por esperança e salvação .

A Igreja, como comunidade missionária, deve seguir os passos de seu Mestre, Jesus Cristo, que foi o Enviado e é a fonte eterna da missão divina para toda a humanidade.

2. Modelando o Ministério Missionário de Jesus e dos Apóstolos

Os Evangelhos e o livro de Atos dos Apóstolos formam uma narrativa coesa que destaca de maneira incontestável o caráter intrínseco e abrangente da missão nos ensinamentos de Jesus e na prática dos apóstolos.

Nos Evangelhos: O Ministério Missionário de Jesus

Os Evangelhos, registros vívidos do ministério de Jesus, revelam uma missão que vai além das fronteiras culturais e sociais da época. Jesus, como o Enviado de Deus, não apenas proclama a mensagem de salvação, mas encarna a missão em cada ação e palavra.

Seu amor compassivo se estende a todos, incluindo aqueles marginalizados pela sociedade. A natureza missionária dos Evangelhos se enfatiza pela conclusão de cada um deles, onde Jesus confere a Grande Comissão aos Seus seguidores (Mateus 28:18-20; Marcos 16:15-18; Lucas 24:44-48; João 20:21- 23). Essa comissão é mais do que uma instrução; é um modelo para a Igreja seguir.

Em Atos dos Apóstolos: A Continuação da Missão na Igreja Primitiva

Atos dos Apóstolos assume a base da missão, focando na Igreja primitiva e em seus líderes que se tornam agentes ativos na expansão do Evangelho.

Filipe: O Primeiro Missionário Transcultural

Filipe, um dos diáconos indicados na Atos 6, é enviado à estrada de Gaza, uma região fora das fronteiras tradicionais de Israel. Sua missão transcultural é evidenciada ao encontrar um eunuco, um alto oficial da rainha dos etíopes. O resultado é a conversão desse estrangeiro e o batismo nas águas (Atos 8:26-39).

Filipe personifica a extensão da missão para além das fronteiras judaicas, apontando para a universalidade do Evangelho.

Pedro: Reconhecendo a Universalidade do Amor Divino

Pedro, inicialmente restrito à mentalidade judaica, tem sua perspectiva ampliada por uma visão divina em Atos 10. Ele reconhece que, para Deus, todos os seres humanos são alvos do Seu amor, independentemente de sua nacionalidade. Isso inaugura uma nova era na missão, destacando a inclusividade do Evangelho (Atos 10:34-35; 11:17-18).

Paulo e Barnabé: Líderes Missionários Expandindo Fronteiras

Paulo, um perseguidor transformado em apóstolo, e Barnabé emergem como líderes destacados. Em Antioquia, uma igreja gentílica, ambos são enviados pelo Espírito Santo para o campo missionário (Atos 13:1-4). Eles se aventuraram em regiões desconhecidas, levando o Evangelho a povos e culturas diversas, demonstrando a natureza gentílica da missão cristã.

3. O Propósito Missionário nas Escrituras Epistolares e Proféticas

As Cartas Paulinas e o Apocalipse, apesar de pertencerem a gêneros literários distintos, convergem em uma clara continuidade do propósito delineado no Novo Testamento.

Essas escrituras, por meio das epístolas e das visões apocalípticas, não apenas revelam a natureza essencial da missão, mas também fornecem orientações práticas para a igreja primitiva e uma visão profunda do cumprimento final da missão redentora de Deus.

Nas Cartas Paulinas: O Coração Missionário de Paulo

As Cartas Paulinas, escritas por Paulo, transcendem a mera abordagem teológica, refletindo seu compromisso prático com a missão.

Cada carta é uma expressão do coração de um apóstolo que plantou notícias em diversas regiões do mundo conhecida naquela época.

Questões Doutrinárias e Práticas na Missão

Em suas cartas, Paulo aborda questões doutrinárias essenciais para garantir uma compreensão sólida do Evangelho. Ao mesmo tempo, suas instruções práticas têm implicações missionárias significativas.

A Carta aos Romanos, por exemplo, explora a universalidade do pecado e a salvação pela fé, enquanto a Carta aos Efésios destaca a unidade da igreja além das barreiras culturais (Romanos 3:23; Efésios 2:14).

Missão Intrínseca à Nova Aliança e ao Evangelho Prático

Além disso, nas epístolas gerais como Hebreus e Tiago, a missão é intrínseca ao ensino sobre a nova aliança e à prática do Evangelho.

Hebreus destaca a superioridade da nova aliança e seu efeito transformador, enquanto Tiago oferece sabedoria prática para viver o Evangelho de Cristo no dia a dia.

No Apocalipse: A Missão no Contexto Profético

Apesar de seu caráter profético, o Apocalipse não escapa à ênfase na missão. O apóstolo João, em suas visões, destaca não apenas eventos futuros, mas o constante interesse divino na salvação de toda a humanidade.

As Sete Igrejas: Igrejas Missionárias

Ao direcionar suas mensagens para sete lojas locais, João as considera como “igrejas missionárias”. Cada carta não é apenas uma avaliação local, mas uma chamada à missão contínua e ao arrependimento, demonstrando a preocupação divina com o testemunho eficaz nessas comunidades (Apocalipse 2-3).

O Interesse Divino na Salvação Global

Além disso, ao longo do Apocalipse, João registra visões poderosas que revelam o interesse divino na salvação global. A visão do Cordeiro digna de abrir o livro selado e a multidão de redimidos de todas as nações testificam que a missão de Deus alcançará seu cumprimento final (Apocalipse 5:9-10; 7:9; 11:15).

Versículos sobre Missões Transculturais no Novo Testamento

Missões Transculturais na Grande Comissão – Mateus 28:19-20

“Portanto, vão e farão discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos.”

No Poder para Testemunhar – Atos 1:8

“Mas credencia poder quando o Espírito Santo descer sobre vocês, e serão minhas testemunhas em Jerusalém, em toda a Judéia e Samaria, e até os confins da terra.”

Missões Transculturais – Chamado Universal – Marcos 16:15

“E disse-lhes: ‘Vão pelo mundo todo e preguem o evangelho a todas as pessoas.'”

Missões Transculturais na Missão de Paulo – Romanos 15:20

“E assim aspirei a pregar o evangelho, não onde Cristo já foi anunciado, para não edificar sobre o fundamento alheio.”

Visão de PedroAtos 10:34-35

“Então, Pedro começou a falar: ‘Agora percebo verdadeiramente que Deus não trata as pessoas com parcialidade, mas de todas as nações aceita todo aquele que o teme e faz o que é justo.’ “

Missões Transculturais na Chamado de Paulo e Barnabé – Atos 13:47

“Pois assim o Senhor nos tentou: ‘Eu tei colocar para seres luz dos gentios, a fim de que leves a salvação até aos confins da terra.'”

Testemunho em AntioquiaAtos 11:19-21

“Aqueles que foram dispersos pela perseguição que se seguiu à morte de Estêvão chegaram até a Fenícia, Chipre e Antioquia, anunciando a palavra apenas aos judeus. Algumas delas, porém, eram homens de Chipre e de Cirene, os quais, ao chegarem a Antioquia, chegaram a falar também aos gregos, proclamando as boas-novas sobre o Senhor Jesus.”

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Você precisa desativar o Adblock para continuar navegando em nosso site!