Como usar Calçados nos pés na preparação do Evangelho da Paz como Armadura Espiritual?

Como o cinto da verdade, esta peça da armadura (calçados os pés na preparação) pode parecer menos importante do que outras. Um soldado romano não deveria se preocupar mais com outros elementos de sua armadura, como o peitoral ou a espada, do que com os calçados?

No entanto, conforme discutido em nossos artigos da armadura de Deus, Paulo incluiu cada uma das peças da armadura de Deus intencionalmente. 

Se entrarmos no campo de batalha sem nenhum desses elementos de armadura, corremos o risco de golpes fatais do próprio inimigo contra nós. 

Os sapatos não são exceção e por isso tanto quanto as outras peças, é de grande importância.

Os leitores devem observar que, historicamente, os sapatos de batalha romanos, também conhecidos como caligae ou calcei, tinham picos ou solas texturizadas. 

Não só a estrutura confortável e respirável permitiria que os soldados marchassem vários quilômetros sem dor, mas esses cravos os ajudariam a manter sua posição e pisar no inimigo caído. 

Especialmente quando um exército romano avançava, os inimigos eram pisoteados pelas perfurações de vários soldados marchando juntos.

Sem mencionar que essas solas cravadas os ajudariam a navegar melhor em terrenos acidentados, ao contrário de outros calçados da época. O inimigo não podia se isolar em um pedaço de terra áspero ao enfrentar o exército romano. Os soldados avançariam com o mínimo de dor nos pés.  

Paulo não usa essa informação histórica ao acaso. Ele entende a importância da paz na vida de um soldado cristão, e o quanto precisamos dos sapatos, bem como dos outros elementos da armadura, como a espada ou o escudo. 

Quais são os sapatos do evangelho da paz na Bíblia?

 Lemos sobre a “armadura de Deus” em Efésios 6:10-18:

“Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparação do evangelho da paz; Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno. Tomai também o capacete da salvação, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus.” (13-17)

Como os calçados romanos, esses sapatos nos protegem no campo de batalha espiritual. Um soldado descalço provavelmente encontrará detritos ou trechos irregulares de terreno, o que desviará sua luta do curso. 

Então, o que pode tirar a nossa paz de espírito? Ou jogar fora nossa paz sobre nossas circunstâncias? 

A resposta é: qualquer um dos esquemas do diabo. O diabo, durante qualquer dia, pode lançar setas como brigas familiares, insegurança no emprego, traições de amizade ou qualquer outra situação difícil em nós de uma maneira que pode sabotar nossas forças.

A paz nos ajuda a permanecer fortes e, ao mesmo tempo, permanecer firmes. 

Mas espere? Por que Paulo chama isso de sapatos do Evangelho da paz? Isso significa que existem outros Evangelhos? Evangelho do Amor? Evangelho da fé? 

Ou ele está dizendo que devemos prestar atenção a um Evangelho: Mateus, Marcos, Lucas ou João?

O que Paulo realmente quer dizer aqui com “Evangelho” é “Boas Novas”. Ou seja, devemos ajustar nossos pés com as boas novas da paz.

Em outras palavras, devemos avançar para o campo de batalha sem medo, porque carregamos conosco as boas novas da morte e ressurreição de Jesus. Não importa o que o inimigo jogue contra nós, em meio à guerra e ao caos, sabemos que Deus tem tudo sob controle e que seu plano não pode ser frustrado pelo diabo.  

Como Usamos os Sapatos do Evangelho da Paz? 

Tal como o calçado romano, temos uma certa versatilidade nesta peça de armadura. Quando observamos como os soldados romanos usavam sapatos, podemos ver como implementar essa arma de maneira semelhante. 

1. Devemos andar com esses sapatos uma grande distância

Os soldados romanos marchavam por dezenas de quilômetros durante qualquer trecho, e seus sapatos não apenas teriam que conquistar terrenos acidentados, mas causar o menor dano possível aos pés.

Tendo trabalhado pessoalmente em uma carreira que me coloca em pé e andando vários quilômetros por dia, percebi o quanto o calçado é importante. Se você desenvolver vergões ou crostas em seus pés, seu foco será desviado, pois você só pode pensar em quanto seus pés doem.

Nossos sapatos fazem o mesmo. Caminhamos, confortados pelo nosso Príncipe da Paz (Is 40:1). Seu jugo é fácil e o fardo é leve, comparado ao calçado que o mundo tem a oferecer.

A jornada cristã é longa e difícil, mas Deus nos dá esses sapatos para nos ajudar a percorrer grandes distâncias em nossa caminhada.  

2. Devemos avançar sem dúvidas

O medo e a incerteza podem ameaçar impedir qualquer cristão de espalhar as boas novas. Se recebermos as notícias e assistirmos o mundo perecer nas trevas, podemos tropeçar sem a prontidão que vem de andar no evangelho da paz.

Nós temeremos ou nos preocuparemos. E dessa forma, não seremos soldados eficazes.

Mas com a prontidão desses sapatos do evangelho da paz, não precisamos temer escombros no campo de batalha. Podemos avançar através do terreno irregular. 

3. Devemos Andar Juntos 

As tropas romanas avançaram em formação. Isso não apenas intimida o inimigo, mas eles enfrentariam qualquer ameaça. 

Da mesma forma, a Igreja deve caminhar unida, munida da boa notícia da paz. Conforme mencionado em nossos outros artigos sobre a armadura de Deus, isso significa nos ajudar a ajustar nossa armadura torta antes de chegarmos ao campo de batalha. Dessa forma, mantemos a formação e divulgamos as boas novas de forma eficaz. 

No caso de calçar os pés com os sapatos do Evangelho da paz, isso também significa lembrar uns aos outros a paz que temos.

Muitas vezes, podemos ficar atolados nas preocupações deste mundo, então, como irmãos em Cristo, devemos ajudar uns aos outros a lembrar da paz que temos. A paz que o inimigo não pode roubar de nós. 

O que Jesus diz sobre a paz? 

Jesus é o Príncipe da Paz (Is 9:6). A paz era importante para Ele, por isso Ele tinha algumas coisas a dizer sobre o assunto durante seu ministério:

  • Nele e somente por meio dele temos paz (Jo 16:33). Deus nos dá todas essas peças de armadura. Não podemos inventar paz, fé, salvação, etc. por conta própria. 
  • Deus nos dá descanso para nossas almas quando somos bombardeados pelas preocupações deste mundo (Mateus 11:28-30)
  • A paz nos permite não ter medo (Jo 14:27). Não importa o que aconteça ao nosso redor, sabemos que Deus tem a vitória. 

Uma rápida pesquisa online revela que a própria palavra paz aparece centenas de vezes na Bíblia, dependendo da sua tradução. A Bíblia dá uma importância tão grande à paz porque é um atributo importante de Deus. Precisamos de paz para viver uma vida espiritual saudável e eficaz.  

Onde mais podemos encontrar figuras de sapatos ou paz na Bíblia?

Além de tirar os sapatos como um ato de servidão (João 1:27), reconhecer a santidade de Deus (Êxodo 3:5), ou trocar terras (Rute 4:7-8), a Bíblia não faz referência a calçar os pés com calçados, além das figuras apresentadas na passagem de Efésios da armadura de Deus.

No entanto, a Bíblia tem algumas outras imagens para a paz. Pombas e ramos de oliveira (Gn 8:11), por exemplo, representam o conceito de paz. Também temos o dom da paz oferecido tanto no Novo como no Antigo Testamento. 

Uma Oração por Pés Equipados com a Prontidão do Evangelho da Paz

Querido Pai Celestial, hoje, peço-lhe que me coloque os sapatos do Evangelho da Paz. Não importa que escombros o inimigo jogue em mim, lembre-me de sua bondade e seu plano magnífico. Não importa o quanto o diabo tente, ele não pode frustrar o que o Senhor planejou para mim, minha família e este mundo inteiro. 

Ajude-me a reconhecer quando um irmão em Cristo precisa de um lembrete de sua paz. Ajude meus irmãos a virem em meu auxílio quando eu me esquecer de seu poder e providência sobre este mundo. Jesus, Tu és o Príncipe da Paz. O Senhor vai ajustar tudo no final, e por enquanto eu grito: “Maranatha! Vem Senhor Jesus”.  

Enquanto esperamos, por favor, ajude-me a ser um soldado eficaz e a espalhar seu Evangelho, as boas novas, para aqueles que precisam ouvi-lo. Em nome de Jesus, amém.  

Colocar cada parte da armadura de Deus é importante, incluindo o ajuste dos pés. Não importa o quanto a terra ceda, Deus nos dá esses sapatos das boas novas de paz para nos ajudar a permanecer firmes, permanecer juntos e avançar de forma eficaz. 

Equipados com a prontidão do evangelho da paz, podemos atravessar terrenos acidentados e caminhar longe, espalhando as boas novas até os confins da terra. 


Autora Hope Bolinger, adaptado por Biblioteca do Pregador.

Outras peças da armadura de Deus:

Cinturão da Verdade

Couraça da Justiça

Capacete da Salvação

Escudo da Fé

Espada do Espírito

Botão Voltar ao topo