Como o Cinturão da Verdade é Parte da Minha Armadura Espiritual?

Lemos sobre a “armadura de Deus” em Efésios 6:10-18 com o cinto da verdade mencionado no versículo 14:

Finalmente, seja forte no Senhor e em seu grande poder. Vista toda a armadura de Deus, para que você possa se posicionar contra os esquemas do diabo. Pois nossa luta não é contra carne e sangue, mas contra os governantes, contra as autoridades, contra os poderes deste mundo tenebroso e contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. 

Portanto, revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que, quando chegar o dia do mal, possais permanecer firmes e, depois de ter feito tudo, permanecer firmes. Fique firme então, com o cinto da verdade afivelado em sua cintura, com a couraça da justiça no lugar e com os pés equipados com a prontidão que vem do evangelho da paz. Além de tudo isso, tomai o escudo da fé, com o qual você pode extinguir todas as flechas flamejantes do maligno. Pegue o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus. E ore no Espírito em todas as ocasiões com todos os tipos de orações e pedidos. Com isso em mente, esteja alerta e sempre orando por todo o povo do Senhor. 

O Cinturão da Verdade na Armadura de Deus

Quando pensamos em equipamentos de batalha essenciais, os cintos não vêm necessariamente à mente. Mas, podemos pensar em um cinto moderno, um dispositivo usado para segurar as calças. No entanto, o cinto que Paulo se refere na passagem da armadura de Deus (Efésios 6:10-18) parece muito diferente. 

O cinto romano segurava a bainha para a espada, que é referida na armadura bíblica de Deus como a espada do Espírito. Este cinto grosso fez muito mais do que apenas segurar as calças. Continha todas as armas mais importantes à disposição de um soldado, bem como equipamentos, cordas e comida. 

O cinto de um romano também tinha tiras de armadura penduradas para proteger as partes inferiores do corpo. Se um soldado não tivesse esse cinto grosso preso corretamente, ele arriscava sua própria vida no campo de batalha. Se o cinto de um romano não estivesse devidamente preso, ele poderia ter um uso limitado de armas. Ou quando chegar até eles, o inimigo poderia desferir um golpe fatal.  

Neste artigo, discutiremos como o Cinturão da Verdade nos mantém eficientes na batalha. Com nosso cinto preso corretamente, podemos evitar golpes mortais do inimigo. 

O que é o Cinturão da Verdade na Bíblia?

O cinturão da verdade, afivelado em nossa cintura, vem do Senhor, assim como outras peças da armadura. Não podemos reunir nossa própria verdade, justiça ou salvação.  

Para prender o cinto em nossa cintura, devemos chegar à fonte da verdade: Jesus. Afinal, Deus se descreve como o caminho, a verdade e a vida (Jo 14:6). Devemos pedir a Deus para nos equipar e regularmente passar tempo com ele nas Escrituras e em oração.  

Esta peça da armadura nos protege contra as mentiras e enganos do inimigo. A Bíblia chama Satanás de pai da mentira (Jo 8:44). Como vemos nas Escrituras, o diabo gosta de operar em meias verdades (Gênesis 3). Ele distorce a verdade levemente para fazer com que as pessoas se afastem da verdade de Deus.

O cinto da verdade nos impede de cair nas mentiras do diabo. Se não tivermos uma compreensão da verdade, o resto da armadura é inútil. Se estivermos com o cinto torto, teremos dificuldade em segurar a Espada do Espírito (palavra de Deus) a tempo, e corremos o risco de ter nossos órgãos mais vitais expostos.

Como Usamos o Cinturão da Verdade? 

Então, como usamos esse cinturão da verdade para combater as mentiras de Satanás?

Podemos usar a verdade da Bíblia e de Deus de várias maneiras: 

1. Podemos aprender quem é Deus

Satanás realmente gosta de atacar a ideia de Deus e como Ele opera em nosso mundo. Espalhando apenas um pouco de falsidade ali, e o diabo tentará nos convencer de que Deus não é bom, todo-poderoso ou onisciente. 

O cinturão da verdade nos lembra sobre a natureza de nosso Criador e sobre seu plano para nossas vidas. 

2. Podemos proteger outras peças de nossa armadura

Como mencionado antes, o cinto da armadura de um romano, quando devidamente encaixado, segurava as outras peças da armadura e deixava o soldado mais pronto para a batalha.

Da mesma forma, o cinto da verdade protege os outros elementos da armadura de Deus. 

Como temos paz? Porque conhecemos a verdade sobre o Príncipe da Paz (Is 9:6). 

Como temos certeza da salvação, que não lutamos e cremos em vão? Porque sabemos que as Escrituras nos asseguram a salvação (Jo 5:24).

Satanás adora empregar meias verdades porque sabe que se nossos cintos ficarem tortos, o resto da armadura será inútil ou menos eficaz.

3. Podemos lembrar outros cristãos da verdade em amor  

Soldados devem avisar outros soldados se suas armaduras não estiverem corretamente colocadas. 

Antes de irmos para a batalha, devemos ajudar outros soldados a ajustarem suas armaduras se estiverem erradas. Da mesma forma, devemos esperar que outros cristãos nos corrijam se nossos cintos ficarem tortos também.

Sempre que fazemos isso, temos que falar a verdade em amor (Efésios 4:15). Em outras palavras, devemos direcionar uns aos outros para a maneira correta de pensar, mas fazê-lo de maneira gentil. 

Estamos todos propensos a cometer erros de julgamento e verdade de tempos em tempos. 

O que Jesus diz sobre a verdade?

Sendo a própria Verdade, Jesus tem algumas coisas a dizer sobre este assunto. Além de declarar que ele é “a verdade” ele também diz:

  • A verdade nos libertará (João 8:32) das mentiras de Satanás e da tirania de Satanás sobre nossas vidas 
  • Deus é cheio de verdade e graça (João 1:14)
  • A palavra de Deus é a verdade (João 17:17) 
  • Todo aquele que é da verdade ouve a voz de Deus (João 18:37-38)

Além dos ensinamentos de Jesus, encontramos o assunto da verdade espalhado por toda a Bíblia. Dependendo da versão, a verdade aparece mais de 200 vezes na Bíblia. 

As Escrituras nos dizem que mentir (o oposto da verdade) é uma abominação para o Senhor (Provérbios 12:22), que Deus nos guia em sua verdade (Salmo 25:5), e que Deus se deleita na verdade (Salmo 51:6), entre outros versos. 

Não há mentira encontrada em Deus. Ele está sempre do lado da verdade, e a verdade nos libertará. 

Onde mais as figuras do cinto/verdade são usadas na Bíblia?

Além da passagem de Efésios, não encontramos muitas imagens simbólicas de cintos na Bíblia. 

Vemos pessoas carregando cintos que seguram espadas (2 Samuel 20:8, 1 Samuel 18:4), e cintos sendo usados ​​para carregar outros itens como dinheiro (Marcos 6:8).

Quanto à verdade, além dos cintos, a Bíblia não atribui nada em particular para simbolizá-la. No entanto, isso não ressalta sua importância. 

A Bíblia nos adverte a falar a verdade (Salmo 5:9), guardar a verdade (2 Timóteo 2:15), e seguir a verdade (2 João 4).  

Uma oração para usar o cinto da verdade 

Pai Celestial,

a verdade nos libertará. Eu oro para que me lembre de sua verdade, quando o diabo ronda todos os dias, procurando devorar crentes com meias verdades e enganos. 

Eu oro para que me lembre quem és e a verdade sobre o Senhor e seu plano para nossas vidas. Ajude-me a redirecionar outros crentes de volta à verdade, em amor, e a aceitar sua direção quando eles tentarem me ajudar quando eu tropeçar para longe da verdade. 

Por favor, ajude a manter o cinto da verdade preso em minha cintura hoje, para que eu possa estar preparado para quaisquer ataques que o diabo tenha para mim no campo de batalha.

Em nome de Jesus, Amém.

Embora à primeira vista esta peça de armadura possa parecer insignificante, a Bíblia nos ordenam a vestir toda a armadura de Deus. O cinturão da verdade une as outras peças da armadura e permite que um soldado opere de forma eficiente e eficaz no campo de batalha.

Sem ela, eles não têm como alcançar a espada (Bíblia), e as outras peças da armadura não são seguras sem ela. 

A verdade pode nos lembrar sobre a verdadeira natureza de Deus, especialmente quando Satanás tenta frustrar sua imagem, e pode nos ajudar a guiar uns aos outros, outros crentes, de volta ao caminho certo quando nossos cintos ficam tortos em nossas cinturas.


Autora Hope Bolinger.

Outras peças da armadura de Deus:

Calçados nos pés na preparação do Evangelho da Paz

Couraça da Justiça

Capacete da Salvação

Escudo da Fé

Espada do Espírito

Botão Voltar ao topo