Como perdoar seus pais pela dor da infância

Seus pais machucaram você? Essa é a realidade que você está vivendo? Se sim, você foi ferido e provavelmente está sofrendo, por não conseguir perdoar seus pais.

Afinal, a maioria de nós adoraria acreditar que nossos pais tentaram dar o seu melhor, mas devido à natureza pecaminosa caída (Romanos 3:23), mesmo o mais piedoso dos pais, pode errar de vez em quando.

Escrevi isso, na esperança de que Deus o use para trazer esperança, cura, encorajamento, sabedoria e coragem a qualquer um que lute, com relacionamentos entre pais e filhos.

Neste artigo, vamos mergulhar em algumas das razões, pelas quais, nossos pais podem ter nos machucado, seja, acidentalmente ou intencionalmente, o que a Bíblia diz sobre perdoar nossos pais e como podemos abordar a reconciliação.

Por que os pais machucam seus filhos?

Intencionalmente ou não, a maioria das crianças carrega algum tipo de cicatriz da infância. Talvez seus pais fossem viciados em trabalho, e não dedicassem tempo e cuidado suficientes a eles. 

Talvez os pais pressionem demais a criança para ter sucesso, e a criança acabou enredada em ansiedade e perfeccionismo, em um esforço para ganhar a afeição de seus pais. 

Ou talvez um pai machucou fisicamente ou psicologicamente uma criança por meio de abuso, feridas que alguém pode carregar consigo por toda a vida.

A lista abaixo não é extensa. Sempre que tentamos dividir algo em categorias, encontramos exceções. 

Algumas razões pelas quais nossos pais nos machucam.

1. Talvez, eles quisessem evitar algo que seus pais fizeram

Se seus pais nunca foram a seus eventos esportivos, ou nunca se importaram com suas notas, talvez eles se movam para o lado oposto do pêndulo, e se concentrem em garantir que assistam a tudo o que seu filho faz, até o ponto de exasperação.

Talvez eles tivessem um pai muito severo, e então, decidiram governar com mão de ferro, ou vice-versa.

As gerações tendem a se rebelar contra as gerações anteriores, e testemunhamos isso quando se trata de relacionamentos entre pais e filhos.

2. Eles, podem não ter sido curado de suas feridas

Talvez um pai tenha tido uma grave ferida de infância que levou para o casamento

Os cristãos muitas vezes, erroneamente, acreditam que os casamentos podem resolver todos os problemas. 

Se um pai nunca se curou adequadamente de uma ferida de infância, mesmo deixada por seus próprios pais, eles podem projetar ou esperar certas expectativas em seus próprios filhos. Eles podem atacar inesperadamente ou ficar ausentes.

É como o que todo comissário de bordo nos diz antes de decolarmos: “Coloque a máscara de oxigênio em você antes de ajudar seu filho”.

Quando os pais não colocam a máscara de oxigênio, não conseguem respirar e, portanto, não podem ajudar o filho. Na verdade, eles podem acabar prejudicando-os.

3. Talvez um pai esteja alheio ao fato de que magoou ou está magoando seus filhos

Todos nós temos pontos cegos e tendemos a ter um foco interior. Muitas vezes, não vemos como nossas ações podem afetar as pessoas ao nosso redor.

Mesmo um pai com as melhores intenções pode, acidentalmente, machucar seus filhos de alguma forma. 

Talvez hábitos tóxicos que eles adquiriram, ou maus exemplos de paternidade que testemunharam (1 Coríntios 15:33).

Poderíamos, é claro, listar dezenas de outras razões, pelas quais um pai pode acabar machucando seu filho. 

Mas, a verdade é que a maioria de nós, não escapa da infância sem feridas. 

Então o que fazemos sobre isso?

O que a bíblia diz sobre perdoar nossos pais?

A bíblia sagrada, têm muito a dizer sobre obedecer nossos pais.

Mas o que isso diz sobre perdoá-los?

Não temos nenhum versículo específico sobre “É assim que você perdoa seus pais que o ofenderam”, mas podemos apontar várias passagens que falam sobre perdoar aqueles que nos ofenderam. 

Vamos explorá-los.

“Pois, se perdoardes aos outros as suas ofensas, vosso Pai celestial também vos perdoará; mas se não perdoardes aos outros as suas ofensas, também vosso Pai não perdoará as vossas ofensas”. (Mateus 6:14-15)

“E, sempre que estiverdes orando, perdoai, se tiverdes alguma coisa contra alguém, para que também vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas.” (Marcos 11:25)

“Afastem-se de vocês toda amargura, ira, ira, clamor e calúnia, bem como toda malícia. Sede bondosos uns para com os outros, compassivos, perdoando-vos uns aos outros, como Deus vos perdoou em Cristo”. (Efésios 4:31-32)

A Bíblia Sagrada, deixa claro que devemos perdoar a todos, especialmente aqueles que nos feriram.

4 maneiras de perdoar seus pais 

Precisamos acrescentar outra ressalva aqui, que o perdão nem sempre significa amizade. 

Podemos perdoar aqueles de quem precisamos ficar longe, muito longe. E, infelizmente, para muitos, isso inclui os pais.

Com isso dito, vamos descobrir algumas maneiras de perdoar nossos pais, e trabalhar em direção a um caminho de reconciliação. 

Saiba que eles também podem não querer segui-lo nesse caminho. Deixe nas mãos de Deus nesses casos e saiba que você fez o que pôde, para ajudar a curar o relacionamento.

1. Perceba como Deus os usou para moldar você

Lembramos o exemplo de José, quando, seus irmãos o venderam como escravo e ele ficou sozinho no Egito pelo resto de sua infância e início da vida adulta. 

Ainda assim, porque eles o colocaram nessa situação, Deus usou José para salvar o Egito e as terras vizinhas da fome.

Mais tarde, ele se reconcilia com os próprios irmãos que o venderam como escravo.

2. Ore por eles e perceba como eles foram feridos

A bíblia, nos ensina a orar por nossos inimigos (Mateus 5:44), e às vezes, nossos pais podem se encaixar na lista. Também, precisamos entender que as pessoas que se machucam, muitas vezes, também se machucam.

Podemos ser a única esperança de nossos pais ouvirem sobre Cristo, ou de eles terem uma chance de renovar sua , se tiverem se desviado do caminho. 

Então, ore por eles.

3. Enfrente-os amorosamente

Nos casos de disciplina na igreja, a blíblia nos diz, para irmos primeiro à pessoa que nos prejudicou, antes de trazer qualquer outra pessoa, para ser testemunha (Mateus 18:15). 

Portanto, seja honesto com eles, sobre como eles o machucaram, mas também ofereça perdão e reconciliação.

4. Saiba que a reconciliação envolve ambas as partes

Você pode tentar tudo ao seu alcance para se reconciliar com seus pais, mas eles podem recusar. 

Eles podem, se recusar a reconhecer a dor que causaram a você, e o papel que desempenharam.

Nesses casos dolorosos, continuem a orar fervorosamente, para que Deus abra seus corações, e assim, vocês consertarem esse relacionamento quebrado.

Nenhum pai é perfeito, muitos têm grandes intenções, tentam várias maneiras de serem pais melhores, mas mesmo assim acabam nos ferindo.

Contudo, a bíblia nos encoraja a perdoar aqueles que nos feriram. 

No entanto, o perdão depende de nós, mas a reconciliação exige que ambas as partes participem. 

Não importa o que aconteça quando estendemos a mão para perdoar, sabemos que Deus tem um plano para nosso relacionamento com nossos pais, e que ele está se movendo, mesmo quando não podemos vê-lo. 

Autor: Hope Bolinge

Botão Voltar ao topo