7 Dicas para os adolescentes compartilharem o evangelho com seus amigos

Eu não via meu amigo McKenzie há meses. Agora estávamos sentados juntos em um café no centro da cidade, dois adolescentes tomando chá quente e colocando a vida em dia. 

Muita coisa aconteceu, e a conversa fluiu livremente. Exceto por um problema – a ansiedade estava em nós. McKenzie não era cristã, e senti desesperadamente que precisava compartilhar o evangelho com ela.

No entanto, parecia haver uma desconexão entre meu cérebro e minha boca. As palavras simplesmente não estavam saindo. Eu me senti envergonhado. Idiota. Inadequado. Duvidoso. 

E então, de repente, a conversa acabou, estávamos nos despedindo, e eu estava saindo do café me perguntando, o que aconteceu?

Imediatamente me senti desencorajado e machucado pelo meu fracasso. Mas ao considerar essa oportunidade perdida, fiquei motivado a não perder a próxima.

Comecei a perceber quantas oportunidades únicas e dicas práticas os adolescentes podem compartilhar o evangelho. 

Então, enquanto você se pergunta como equipar os adolescentes para evangelizar de forma mais eficaz e, finalmente, como alcançar minha geração, quero compartilhar essas sete dicas pelas quais os adolescentes podem compartilharem o evangelho.

À seguir, portanto 7 dicas para os adolescentes compartilharem o evangelho

1. Saiba como compartilhar o evangelho

Antes que os adolescentes possam realmente explicar o evangelho, eles devem primeiro conhecê-lo. Então eles devem saber como articulá-lo. Parece óbvio, mas é importante. 

Você os equipou para fazer isso? Ajudou-os a praticar dizendo isso? Deixe-os confiantes em sua capacidade de proclamá-lo primeiro.

2. Aproveite as conversas improvisadas

Afinal, os adolescentes são falantes e conversamos com nossos amigos sobre quase tudo. 

Portanto, ensine seus adolescentes a se sintonizarem em como eles podem compartilhar o evangelho em conversas comuns. 

Quando o último filme for lançado e todos estiverem falando sobre ele, como seus adolescentes podem trazer a redenção do evangelho para essa discussão?

3. Fale sobre sua igreja

Adolescentes que estão conectados a uma igreja saudável podem abrir portas para o evangelismo simplesmente conversando com colegas sobre sua igreja local. 

Essa pode ser uma maneira sem confronto de iniciar uma conversa. 

Eu poderia facilmente ter compartilhado com McKenzie uma história encorajadora sobre minha igreja, mas perdi a oportunidade.

4. Use as redes sociais para promover o evangelho

A evangelização face a face pode ser assustadora para os adolescentes, e é por isso que a tecnologia é uma bênção significativa – ela pode nos provocar a compartilhar mais o evangelho. 

Incentive os adolescentes a utilizar as redes sociais para divulgação. 

Mostre a eles, portanto como é tão fácil postar uma passagem bíblica, postar um artigo espiritual, ou até mesmo postar uma pergunta básica sobre o cristianismo para discussão, algo tão simples como: “Você acredita em Deus? Por que ou por que não?”

5. Estenda a mão para os fracos e solitários

A Final, formar panelinhas pode ser uma tentação perpétua para os adolescentes. 

Mas, sobretudo nos contermos em nosso próprio círculo não será uma maneira de levarmos o evangelho. 

Empurre seus adolescentes para sair de sua zona de conforto e construir relacionamentos com os excluídos, solitários, estranhos e “não legais”. 

Estas são muitas vezes as pessoas mais receptivas e ansiosas pela esperança do evangelho.

6. Ore

Este é o poder por trás do evangelismo. Quando me encontrei com McKenzie, não havia me preparado com oração. 

É por isso que eu estava nervoso, ansioso e, finalmente, em silêncio. 

Antes de mais nada, capacite seus adolescentes para o testemunho do evangelho com oração persistente. 

O Espírito Santo é aquele que convence os corações. Nós não fazemos isso. Portanto, liberte os adolescentes da pressão de “tomar decisões” e encoraje-os com a confiança na soberania de Deus.

7. Não perca momentos culturais

Somos, no entanto uma cultura que adora se reunir em torno de grandes eventos. Os adolescentes vão às festas, ou reuniões com amigos da escola, ou até mesmo em campinho jogar futebol. 

Contudo, ensine-os a não desperdiçar seu “passeio”. Enquanto eles se sentam e assistem a um filme, comendo pipoca e falam sobre tudo e nada, encoraje-os a ir além do superficial. 

O evangelismo pode inicialmente parecer muito “pesado” para uma festa, mas são esses tipos de eventos comunitários que podem ser os mais importantes para o testemunho intencional do evangelho.

Por que os adolescentes precisam compartilhar o evangelho

Afinal, agora é a hora de os adolescentes compartilharem sua fé. 

Não os deixe acreditar que eles não têm o “dom” de evangelismo

Todos os cristãos são ordenados a compartilhar o evangelho—incluindo nós, os adolescentes. 

O evangelho é grande e bom demais para não ser compartilhado, e os adolescentes precisam desse evangelho. 

Portanto, equipe seus adolescentes para alcançar outros adolescentes com essas boas novas e veja Deus salvar essa geração.

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura”. (Marcos 16:15)

Autora: Jaquelle Crowe

Botão Voltar ao topo