10 Versículos da Bíblia que Profetizam o Nascimento de Jesus Cristo

A Bíblia nos diz que muito antes do mundo existir, Deus tinha um plano para trazer a redenção por meio de Cristo a todos aqueles que escolhessem crer e segui-Lo (1 Pedro 1:19-20). 

Deus sabia que precisaríamos de um Salvador e que precisaríamos ser libertados. 

Sendo assim, Ele providenciou um caminho, enviando Seu Filho Unigênito, para que pudéssemos receber o perdão e encontrar nova vida e esperança por meio Dele (João 3:16).

Ao longo da bíblia sagrada, versículo após versículo do Antigo Testamento, encontramos profecias que falam do Cristo que viria. 

Os estudiosos da Bíblia concluíram através de muitas pesquisas que, centenas de anos antes mesmo de Jesus nascer, mais de 300 profecias registradas para contar sobre Sua vinda, Sua vida e jornada até a cruz e o poder de Sua Ressurreição. 

Essas profecias indicam o local exato, as circunstâncias e até mesmo o momento do nascimento de Jesus Cristo. Somente Deus é o único que poderia planejar esses detalhes específicos e garantir que todos aconteçam.

Jesus é o cumprimento das Escrituras. Ele é a Palavra, a Luz. Jesus é o caminho, a verdade e a vida. E toda a mensagem do Natal está contida Nele, o maior presente de Deus, que veio como um bebezinho, com um propósito poderoso de salvar um mundo perdido. 

Aqui estão os 10 versículos bíblicos que profetizam o nascimento de Jesus Cristo.

1. Cristo seria cheio de poder, de paz e do Espírito desde o nascimento

Profecias:

“Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros, e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” (Isaías 9:6).

“O Espírito do Soberano Senhor está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para curar os quebrantados de coração, proclamar liberdade aos cativos e libertação das trevas aos prisioneiros” (Isaías 61:1).

Cumprimento – O próprio Cristo cumpriu essas Profecias. 

“O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para pregar boas novas aos pobres. Ele me enviou para proclamar liberdade aos presos e restauração da vista aos cegos, para pôr em liberdade os oprimidos” (Lucas 4:18).

2. Cristo nasceria de uma virgem

Profecia – “Portanto, o próprio Senhor vos dará um sinal: a virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Emanuel” (Isaías 7:14).

Cumprimento – Maria recebeu essa mesma profecia quando o anjo Gabriel a visitou, e vemos isso claramente cumprido nas Escrituras. 

“Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, E chamá-lo-ão pelo nome de EMANUEL, Que traduzido é: Deus conosco.” (Mateus 1:23).

3. Cristo nasceria em Belém

Profecia – “E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre os milhares de Judá, de ti me sairá o que governará em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade.” (Miquéias 5:2).

Cumprimento – Cristo nasceu em Belém exatamente como a profecia predisse. 

“E, TENDO nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém” (Mateus 2:1).

4. Cristo teve que fugir para o Egito

Profecia – “Quando Israel era menino, eu o amei e do Egito chamei a meu filho” (Oséias 11:1).

Cumprimento – Deus envia um anjo para despertar José durante a noite e avisá-lo do plano de Herodes

“E, tendo eles se retirado, eis que o anjo do Senhor apareceu a José em sonhos, dizendo: Levanta-te, e toma o menino e sua mãe, e foge para o Egito, e demora-te lá até que eu te diga; porque Herodes há de procurar o menino para o matar” (Mateus 2:13).

5. Uma estrela apontaria o caminho para Cristo

Profecia – “Eu o vejo, mas não agora; Eu o vejo, mas não perto; Uma estrela sairá de Jacó, e um cetro se levantará de Israel, e esmagará a testa de Moabe, e derrubará todos os filhos de Sete” (Números 24:17).

Cumprimento – Deus coloca a estrela no céu para conduzir os magos a Cristo, para que O adorem.

“Ora, depois que Jesus nasceu em Belém da Judéia, nos dias do rei Herodes, eis que uns magos do oriente chegaram a Jerusalém, dizendo: “Onde está aquele que nasceu rei dos judeus? Pois vimos a sua estrela no oriente e viemos adorá-lo” (Mateus 2:1-2).

6. Haveria uma apresentação de presentes para ele

Profecia – “Os reis de Társis e das ilhas trarão presentes; os reis de Sabá e de Seba oferecerão dons. E todos os reis se prostrarão perante ele; todas as nações o servirão” (Salmos 72:10-11).

Cumprimento – Os magos que visitaram Jesus trouxeram presentes para ele e se curvaram para adorá-lo.

“Chegando à casa, viram o menino com Maria, sua mãe, e prostraram-se e o adoraram. Então eles abriram seus tesouros e o presentearam com ouro, incenso e mirra” (Mateus 2:11).

7. Ele seria adorado por pastores

Profecia – “Que as tribos do deserto se curvem diante dele e seus inimigos lambam o pó” (Salmos 72:9).

Cumprimento – Os anjos foram até os pastores para lhes contar a boa nova do nascimento de Cristo, e eles correram para encontrá-lo e adorá-lo.

“Isto vos servirá de sinal: encontrareis um recém-nascido envolto em panos e deitado numa manjedoura […] Quando os anjos os deixaram e foram para o céu, os pastores disseram uns aos outros: ‘Vamos a Belém ver isto. isso aconteceu, do qual o Senhor nos falou.’ Então eles correram e encontraram Maria e José, e o bebê, que estava deitado na manjedoura. Quando o viram, espalharam a notícia sobre o que lhes fora dito sobre esta criança” ( Lucas 2:12-17 ).

8. Haveria uma grande tristeza em torno da época de seu nascimento e muitas crianças morreriam

Profecia – “Uma voz é ouvida em Ramá, lamentação e grande pranto. Raquel chorando por seus filhos e recusando ser consolada, porque seus filhos já não existem” (Jeremias 31:15).

Cumprimento – O esquema cruel de Herodes para matar Jesus não funcionou, então ele ordenou maliciosamente que todos os meninos que morassem perto de Belém, de 2 anos de idade ou menos, fossem mortos.

“Quando Herodes percebeu que havia sido enganado pelos magos, ficou furioso e deu ordem para matar todos os meninos de Belém e arredores, de dois anos para baixo, de acordo com o tempo que soube dos magos. Então se cumpriu o que foi dito pelo profeta Jeremias.” (Mateus 2:16-17)

9. O Tempo do Nascimento e da Vida de Cristo viria antes da Destruição de Jerusalém e do Templo

Profecia – “Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar, e para edificar a Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, haverá sete semanas, e sessenta e duas semanas; as ruas e o muro se reedificarão, mas em tempos angustiosos. E depois das sessenta e duas semanas será cortado o Messias, mas não para si mesmo; e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra; estão determinadas as assolações.” (Daniel 9:25-26 )

Cumprimento – Como se sabe que Herodes morreu em 4 aC, presume-se que Jesus nasceu antes disso (entre 6 – 4 dC) e que sua morte pode ter ocorrido em algum lugar entre 29 – 33 dC. Antes de sua morte na cruz, Jesus também havia falado da vindoura destruição de Jerusalém, confirmando assim a profecia de Daniel.

“Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.” (Mateus 24:2)

10. Toda a linhagem seria confirmada pelas Escrituras

Profecia – Jesus era da linhagem de Abraão (Gênesis 12:3), Isaque (Gênesis 17:21, Gênesis 26:4), Jacó (Gênesis 28:14), Judá (Gênesis 49: 8-12), Jessé (Isaías 11:1 ) e Davi (Isaías 9:7, Jeremias 23:5).

Cumprimento – Vemos todo o cumprimento da linha genealógica de Cristo através de Mateus 1:1-17 e Lucas 1. 

“Esta é a genealogia de Jesus, o Messias, filho de Davi, filho de Abraão…” (Mateus 1:1)

“Bendito o Senhor Deus de Israel, Porque visitou e remiu o seu povo, E nos levantou uma salvação poderosa Na casa de Davi seu servo. Como falou pela boca dos seus santos profetas, desde o princípio do mundo.” (Lucas 1:68-70)

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.
Botão Voltar ao topo