6 Maneiras eficazes de ensinar seus filhos sobre o dízimo

Quando crianças, nossos pais são responsáveis por suprir todas as nossas necessidades. No entanto, à medida que nos tornamos adolescentes, somos encorajados a buscar emprego, o que nos ensina valores como trabalho árduo, ganhar dinheiro para desfrutar pequenos prazeres e economizar para o futuro.

Como uma família cristã, é fundamental reservar uma parte de nossa renda para o dízimo. O dízimo é baseado nas escrituras e representa uma forma de gratidão à Deus, por tudo que Ele já nos deu.

“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim nisto, diz o SENHOR dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.” (Malaquias 3:10)

Deus deseja que honremos todas as áreas de nossas vidas, incluindo nossas finanças. Ele ama dar boas dádivas aos seus filhos e é impossível superar a generosidade de Deus. À medida que aumentamos nossas doações e nos tornamos doadores alegres, Deus nos abençoará ainda mais com recursos.

O dízimo não apenas contribui para o sustento do pastor e da equipe da igreja, mas também auxilia na manutenção do prédio, permitindo que ele cumpra seu propósito no Reino. Da mesma forma que os pais ensinam seus filhos a serem generosos e compartilharem, é igualmente importante que doemos generosamente à nossa igreja local.

Sendo assim, separamos aqui neste estudo bíblico algumas maneiras de ensinar nossos filhos a contribuirem generosamente e serem fiel à Deus, através de seus dízimos.

1. Ensine-os a separar 10% de sua mesada

ensinando seu filho sobre o dizimo

Nosso filho de 15 anos, tem em seu quarto uma caixinha reservada, somente para ele guardar o dízimo. Desde pequenininho, meu esposo sempre lhe ensinou a contribuir na igreja e ajudar as pessoas carentes.

Hoje, já podemos nos orgulhar, pois essa prática já está dentro do seu coração. Tudo o que ele ganha, ele tira o 10% e coloca em sua caixinha. No final do mês ele coloca dentro do seu envelope e devolva na igreja local.

Outro dia, meu coração se regozijou ao vê-lo, entregando uma moedinha para um senhor que estava sentado à beira de uma calçada.

A princípio, essa prática pode parecer uma abordagem rigorosa, mas é uma maneira eficaz de ensinar seus filhos sobre a fidelidade e a generosidade.

Portanto, ensine seus filhos sobre o dízimo, ensine-os a reservar dez por cento do valor semanal da mesada. Por exemplo, se a mesada semanal for de R$10 separe R$1, para ser devolvido ao Senhor como um ato de gratidão.

Ao adotar essa prática, você não apenas ensinará seus filhos a serem generosos e a devolver a Deus o que lhe é devido, mas também os recompensará pelo seu espírito generoso. Além disso, você poderá reforçar a ideia de que Deus abençoa aqueles que são generosos.

Ao fazer isso, você estabelece um hábito de generosidade desde cedo, ensinando às crianças a importância de compartilhar seus recursos com os necessitados e apoiar a obra da igreja.

Como nosso filho, nós já o vemos colhendo os frutos de sua generosidade, Deus o abençoa em tudo, cuidando dele em cada detalhe.

Portanto, ensine seus filhos e eles desfrutarão de uma vida abençoada e generosa.

2. Seja um Exemplo de Generosidade para seus filhos

criança ofertando

Minha filhinha de quatro aninhos, fica ansiosa esperando o momento de contribuir com a oferta. A alegria dela é de poder contribuir, embora não entenda muito, sempre incentivamos ela à entregar sua ofertinha com muito amor e alegria para a obra do Senhor.

No entanto, o aspecto mais crucial é sermos um exemplo para nossos filhos. Como podemos esperar que eles doem generosamente se não nos veem praticando a doação?

Da mesma forma que buscamos seguir o exemplo de Cristo em todas as áreas de nossas vidas, podemos demonstrar generosidade por meio de nossas ofertas. Embora seja um ato de fé dar o dízimo, especialmente quando as finanças estão apertadas, isso revela que Deus é bom e supre as necessidades de seus filhos.

Ao ser um exemplo de doação e generosidade, você está transmitindo valores sólidos aos seus filhos. Eles aprenderão que compartilhar seus recursos é uma expressão de amor ao próximo e uma forma de honrar a Deus. Ao testemunharem sua atitude generosa, eles serão incentivados a seguir o mesmo caminho e descobrirão as bênçãos que vêm ao abençoar os outros.

Lembre-se de que suas ações falam mais alto do que palavras quando se trata de ensinar valores. Ao viver uma vida de generosidade e doação, você está moldando o caráter e a perspectiva financeira de seus filhos, preparando-os para se tornarem indivíduos generosos.

3. Escolha uma Causa

crianças doando

Além de apoiar sua igreja local, sua família pode desejar escolher uma causa adicional para direcionar suas doações. Essa prática concreta permitirá que seus filhos percebam que seu dinheiro pode ter um impacto significativo quando usado com sabedoria.

Existem diversas opções ao escolher uma organização sem fins lucrativos para apoiar ou ao decidir doar para a comunidade local. Independentemente da causa que você optar por adotar, envolva toda a família nesse compromisso. Adotem juntos essa causa e orem como família. Buscando sempre a orientação de Deus para utilizar esses recursos de forma a fazer a diferença no mundo ao seu redor.

A escolha de uma causa e a doação em conjunto como família proporcionam uma oportunidade valiosa para educar seus filhos sobre a importância de ajudar os necessitados e contribuir para um mundo melhor. Eles testemunharão em primeira mão como seus dólares podem estender-se e criar um impacto positivo quando utilizados com sabedoria e generosidade.

É sempre importante pesquisar e selecionar uma organização confiável e que esteja alinhada com os valores de sua família. Ao fazer isso, você estará estabelecendo uma tradição significativa de doação em sua família, capacitando seus filhos a serem agentes de mudança e promovendo um legado de generosidade ao longo das gerações.

4. Faça um Planejamento Financeiro em Família

planejamento familiar

Não apenas é benéfico começar a ensinar seus filhos sobre o dízimo desde cedo, mas também é importante que eles aprendam a fazer orçamentos desde cedo.

As crianças geralmente não veem a necessidade de um orçamento, pois a maioria de suas necessidades ainda é suprida e elas não têm muitas despesas a pagar.

No entanto, é crucial ajudá-las a compreender a importância de um orçamento. Isso pode ser feito ensinando-as a dividir seus recursos financeiros de forma apropriada, garantindo que todas as áreas necessárias sejam atendidas, ao mesmo tempo em que reservam uma parte para seus próprios desejos.

Como família, criar um orçamento familiar é essencial. Certifique-se de incluir o dízimo como um item prioritário no orçamento. Trate o dízimo como uma despesa fixa e comprometa-se a devolvê-lo sempre.

Ao envolver seus filhos no processo de elaboração do orçamento familiar, você está capacitando-os a desenvolver habilidades financeiras essenciais desde cedo.

Eles aprenderão a tomar decisões conscientes sobre o uso do dinheiro. Priorizando suas necessidades e responsabilidades, incluindo o dízimo como parte de seu compromisso de fidelidade a Deus.

Deixe-os cientes que o propósito do dízimo não é apenas cumprir uma obrigação, mas também experimentar as bênçãos de Deus por meio da generosidade.

À medida que sua família se compromete com o dízimo e incorpora isso ao orçamento familiar, vocês estarão plantando sementes de fidelidade e confiança nas promessas de Deus.

5. Incentive a Excelência e a Generosidade

família generosa

Assim como na escola, onde as crianças têm a oportunidade de fazer trabalhos extras para compensar o trabalho perdido, também é possível permitir que seus filhos ganhem dinheiro extra por meio de tarefas adicionais. Eles podem se esforçar para realizar suas responsabilidades com excelência.

O que pode resultar em um aumento na mesada ou em descontos em itens do orçamento familiar. Qualquer renda extra que eles obtenham pode ser destinada ao dízimo ou a outras áreas do orçamento.

Encoraje seus filhos a considerar outras causas além do dízimo ou das despesas orçamentárias. Se houver excedente em alguma categoria, incentive-os a escolher uma organização beneficente para apoiar. Não há limites para o ato de dar e fazer a diferença.

Existem inúmeras organizações que dependem de recursos financeiros e o pequeno excedente que seus filhos conseguirem pode causar um grande impacto.

Ao permitir que seus filhos façam mais e recompensá-los por sua excelência, você está incentivando o desenvolvimento de habilidades de trabalho árduo, responsabilidade financeira e generosidade.

Eles aprenderão que seus esforços podem resultar em recompensas adicionais, ao mesmo tempo em que são capacitados a compartilhar o que têm para fazer o bem ao próximo.

Além disso, ao envolver seus filhos na escolha de causas adicionais para apoiar, você está cultivando neles um coração compassivo e a capacidade de reconhecer as necessidades dos outros.

Eles entenderão que mesmo pequenas contribuições podem ter um impacto significativo quando direcionadas para ajudar aqueles que precisam.

Contudo, incentive seus filhos a explorarem diferentes maneiras de fazer a diferença e mostrar-lhes que o ato de doar vai além do dízimo. Ao fazer isso, você estará criando uma mentalidade de generosidade que perdurará em suas vidas.

6. Envolva seus filhos em serviços comunitários

crianças voluntárias

Além de realizar tarefas domésticas em casa, seus filhos podem ajudar os vizinhos, principalmente os idosos, que muitas vezes precisam de assistência em suas áreas externas. Eles podem cortar a grama, plantar flores ou até mesmo criar um belo jardim.

Você pode remunerá-los de acordo com a quantidade de trabalho realizado, permitindo que desfrutem da satisfação de um dia de trabalho árduo e sejam devidamente recompensados.

Conforme seus filhos crescem, pode ser desafiador para eles abrir mão de seu dinheiro, pois geralmente desejam gastá-lo livremente.

No entanto, ao ensiná-los sobre a importância do dízimo desde criança, você não apenas está cultivando a generosidade com seu dinheiro, mas também os está incentivando a doar para causas significativas e ajudar a comunidade ao mesmo tempo.

Ao incentivar seus filhos a contribuírem com o dízimo, eles terão a motivação para frequentar regularmente a igreja e saberão que seu dinheiro está sendo usado para realizar reformas e reparos no prédio. Eles poderão se orgulhar de terem contribuído para essas melhorias.

Ao envolver seus filhos em atividades de serviço comunitário, como ajudar os vizinhos e contribuir com o dízimo, você está ensinando-lhes valores essenciais de empatia, generosidade e responsabilidade cívica. Eles aprenderão a importância de ajudar os outros e se sentirão gratificados por saber que tiveram um papel na melhoria da vida das pessoas ao seu redor.

Portanto, incentive seus filhos a participarem ativamente na comunidade, permitindo que eles usem seus talentos e habilidades para fazer a diferença. Ao fazer isso, você está capacitando-os a se tornarem cidadãos responsáveis e compassivos, que compreendem a importância de contribuir para o bem-estar da sociedade.

Artigos relacionados:

Indiara Lourenço

Com mais de 20 anos atuando na Pregação e Ensino, Indiara possui experiência em ministério infantil, jovem e feminino. Estudante de Teologia e ministra aulas na EBD. Mãe, esposa e serva que ama fazer a obra de Deus. Contagia a todos com sua alegria e inspira com palavras motivadoras, deixando um impacto positivo por onde passa.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo