5 razões pelas quais Jesus escolheu Maria e nos escolheu

Com a chegada do Natal, muitas vezes nos lembramos da Virgem Maria. Pensando nela, podemos nos perguntar por que Jesus escolheu uma jovem, pobre e judia. Afinal, Maria foi uma pessoa importante na Bíblia porque foi escolhida para gerar o Salvador Jesus. 

Aqui estão as cinco razões pelas quais Jesus escolheu Maria e também nos escolheu.

1. Jesus escolheu Maria por causa de sua obediência

A primeira razão pela qual Jesus escolheu Maria é por causa de sua obediência. Maria era uma jovem virgem quando gerou Jesus, isto se deu porque foi uma gravidez e um parto divino. 

Visto que Jesus nasceu de uma virgem, Ele não nasceu com uma natureza pecaminosa.

A maioria de nós ficaria com medo se um anjo nos dissesse que estaríamos gerando o Senhor, mas Maria confiou no anjo Gabriel e escolheu ser corajosa, embora fosse ridicularizada por sua família e amigos por estar grávida antes do casamento

Quando Gabriel diz a Maria que ela foi escolhida por Deus, ela se alegra e canta louvores a Deus.

“Minha alma glorifica ao Senhor e meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, porque se lembrou da condição humilde de sua serva. De agora em diante, todas as gerações me chamarão bem-aventurada, porque o Poderoso me fez grandes coisas, santo é o seu nome. Sua misericórdia se estende aos que o temem, de geração em geração. Ele realizou feitos poderosos com seu braço; ele dispersou aqueles que são orgulhosos em seus pensamentos mais íntimos. Ele derrubou governantes de seus tronos, mas elevou os humildes. Encheu de bens os famintos, mas despediu os ricos de mãos vazias. Ele ajudou seu servo Israel, lembrando-se de ser misericordioso para com Abraão e seus descendentes para sempre, assim como havia prometido aos nossos antepassados”. (Lucas 1:46-56)

Pela obediência de Maria e pelo amor que ela tinha a Deus, Jesus a escolheu. Embora não possamos ser dogmáticos sobre a principal razão pela qual Deus escolheu Maria, podemos saber que Ele tinha um grande propósito por trás de Sua escolha. Visto que Maria amava a Deus e O seguia, essa pode ser uma das razões pelas quais ela foi escolhida. 

2. Jesus escolheu Maria por causa de sua linhagem

Uma segunda razão pela qual Jesus escolheu Maria foi por causa de sua linhagem. A linhagem de Maria remonta diretamente a Davi, Judá e Jacó (Lucas 3:23-38). 

O Salvador teve que nascer na linhagem certa, à qual Maria se encaixava perfeitamente nos requisitos. Havia várias profecias no Velho Testamento a respeito do Salvador, que registravam especificamente que o Senhor nasceria da linhagem de Davi

O profeta Isaías escreveu: “Um rebento brotará do tronco de Jessé; de suas raízes um Renovo dará fruto” (Isaías 11:1). 

O “Ramo” a que Isaías se refere é o Senhor. Além de Isaías profetizar sobre Jesus ser o “Renovo”, Isaías também profetizou sobre o nascimento de Jesus.

“Portanto, o próprio Senhor vos dará um sinal: A virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Emanuel.” (Isaías 7:14)

Por meio dessas passagens das Escrituras, podemos ver que uma das razões pelas quais Jesus escolheu Maria foi por causa de sua linhagem. Sua linhagem foi perfeita para o nascimento do Salvador, pois cumpriu as profecias do Senhor. 

3. Jesus nos escolheu porque nos ama

Além de escolher Maria, Jesus escolhe cada um de nós porque nos ama. Mesmo não sendo nós os escolhidos para gerar o Salvador, Jesus tem propósitos únicos e importantes para cada uma de nossas vidas. 

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo não para condenar o mundo, mas para salvar o mundo por meio dele.” (João 3:16-17)

Pelas próprias palavras do Senhor, sabemos que Ele morreu pelos pecados do mundo inteiro.

O Senhor nos diz:

“Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi a vós, e vos nomeei, para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça; a fim de que tudo quanto em meu nome pedirdes ao Pai ele vo-lo conceda.” (João 15:16). 

Jesus nos escolheu porque nos ama e nos quer. O Senhor nos conheceu quando estávamos nos formando no ventre de nossa mãe e nos amará para sempre (Salmos 139:13-16). Ao longo de nossas vidas, Deus nunca nos ama menos. Seu amor por nós nunca vacila e nunca muda.

O apóstolo Pedro nos diz esta verdade vital:

“Mas vós sois povo eleito, sacerdócio real, nação santa, propriedade especial de Deus, para anunciardes as grandezas daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz.” (1 Pedro 2:9) 

Isso significa que Deus nos escolhe porque nos ama e temos um valor imensurável para Ele. Deus nos criou, nos deu o fôlego de vida e, por meio Dele, podemos ter a vida eterna. O Senhor escolhe todos nós porque deseja que tenhamos um relacionamento com Ele.

4. Jesus nos escolheu para sermos luz para o mundo

Uma quarta razão pela qual Jesus nos escolheu é para sermos luz para o mundo. 

“Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.” (Mateus 5:14-16)

Jesus nos escolhe porque quer que brilhemos intensamente para Ele. O mundo perdido não pode saber sobre a graça salvadora de Jesus, a menos que seja informado. 

Jesus predestina todos nós para sermos salvos, mas todos têm o livre-arbítrio de aceitá-lo. Já que o Senhor nos escolheu, Ele quer que ajudemos aqueles que não O conhecem. Ao brilhar intensamente para Cristo, podemos ser uma luz de Cristo neste mundo de escuridão. 

5. Jesus escolheu as coisas fracas do mundo

A quinta razão pela qual Jesus nos escolheu e escolheu Maria é porque Ele escolhe as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes. 

“Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; Deus escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes.” (1 Coríntios 1:27)

Em toda a Escritura vemos esta verdade. Deus escolheu Davi, um homem que era visto como fraco e indigno, para derrotar Golias e se tornar rei. Também vemos esta verdade exposta em Maria. 

Maria era uma jovem, mas Deus a escolheu para gerar o nosso meigo Salvador. 

Da mesma forma, Deus escolheu Paulo, que antes era um assassino e um oponente do Cristianismo, para levar Seu nome por todo o mundo. 

Como podemos ver, Deus escolhe as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes, assim como Ele nos escolheu. 

“Deus escolheu as coisas humildes deste mundo e as desprezíveis – e as coisas que não são – para anular as coisas que são, para que ninguém se glorie diante dele” (1 Coríntios 1:28- 29). 

Como crente, Deus não errou ao escolher você. Ele escolheu você porque te ama, quer ter um relacionamento com você; Ele tem um propósito único para sua vida e quer que você brilhe intensamente para Ele. 

Como Paulo nos diz nos versículos acima, muitos de nós não vêm de origens proeminentes, mas Deus nos escolheu para ser Seu próprio povo. Nunca se esqueça desta verdade. Assim como Deus escolheu Maria, Ele escolheu você. 


Vivian Bricker 

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo