10 livros da Bíblia que você deve ler e reler sempre

Quero te apresentar 10 livros da Bíblia que você deve ler e reler sempre, vária vezes.

A Bíblia é um livro vivo com uma mensagem atemporal. Quanto mais a lemos, mais as palavras de Deus entram em nós. Conhecemos melhor a Deus. Encontramos paz para nossos tempos difíceis e esperança para nossos momentos difíceis.

Aqui estão os 10 livros da Bíblia para ler e reler sempre:

1. Gênesis

Embora eu tenha adormecido lendo o livro de Gênesis quando adolescente, agora fico maravilhada com a forma como ele estabelece as bases, para nós entendermos quem é Deus e como Ele se relaciona com o homem:

“E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou.” (Gênesis 1:27)

As histórias de como Deus criou o mundo e escolheu um povo para Si mesmo nos ajudam a entender o restante das Escrituras. Em Gênesis, por exemplo, encontramos a primeira profecia sobre a vinda de Cristo, logo após Adão e Eva pecarem no jardim.

Este livro nos conta histórias dramáticas: Abraão e Sara tendo um filho na velhice, a provisão milagrosa de uma esposa para Isaque e as duas esposas de Jacó lutando por seu favor. 

Encontramos também, a história sobre os filhos ciumentos de Jacó vendendo seu irmão José, o favorito de seu pai, como escravo, e como Deus ironicamente usou José para salvá-los da fome mais tarde. 

2. João

O Evangelho de João nos ajuda a conhecer melhor a Jesus . Muitos de nós amamos este livro por sua linguagem bonita e inspiradora e também pela imagem que ele mostra de Jesus e do relacionamento que podemos ter com Ele. 

Encontramos esperança e inspiração nas declarações “Eu sou” de Jesus: “Eu sou o Pão da Vida ” (João 6:35), “Eu sou a Luz do Mundo” (João 8:12), “Eu sou o Bom Pastor” (Jo 10:11), “Eu sou a Ressurreição e a Vida” (Jo 11:25), e “Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida” (Jo 14:6).

Mais enredado e espiritual do que os outros três evangelhos, João apresenta o argumento mais convincente em favor da identidade sobrenatural de Jesus como o Filho de Deus. Somente João chama Jesus de Palavra de Deus:

“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” (João 1:14)

João declara seu propósito para este livro:

“Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” ( João 20:31 )

3. Romanos

Uma das minhas lembranças favoritas é ter estudado o livro de Romanos com irmãos e irmãs locais, em nossa casa no Oriente Médio, por um período de seis meses. Eu nunca tinha entendido isso antes, mas conforme discutimos suas profundas verdades teológicas semana após semana, ganhei uma nova apreciação e compreensão. 

No final de nosso estudo, meu amigo Filiz resumiu bem: “Romanos explica Deus. Mostra-nos como é Deus, como Ele nos salva e como Ele quer que vivamos.” 

Escrito com maestria pelo apóstolo Paulo, Romanos apresenta um argumento convincente de por que precisamos de um Salvador

Frequentemente citamos versículos de Romanos para compartilhar o evangelho, como por exemplo:

“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” (Romanos 5:8)

Minha passagem favorita em toda a Bíblia, é o capítulo 8 de Romanos, onde contém tanta verdade edificante em apenas 39 versículos. Pelo menos uma vez por ano, levo quatro ou cinco dias para lê-lo e absorvê-lo.

4. Salmos

Se você quer um manual simplificado de oração, vá para o livro dos Salmos. Eles nos ensinam como nos relacionar com Deus em qualquer circunstância. Eles expressam lamento, louvor, alegria e desespero. 

Podemos encontrar Salmos que atendem à nossa necessidade de lamentar, confessar pecados, pedir orientação a Deus ou até mesmo expressar alegria e agradecimento. 

Eu leio um Salmos todos os dias durante a maior parte da minha vida adulta, e de todos os livros da Bíblia, Salmos foi o que mais me influenciou profundamente. As palavras se tornaram familiares. 

Recorro aos Salmos quando estou muito aflita ou ansiosa para ler qualquer outra coisa. Quando a vida me vira de cabeça para baixo, lembro-me:

“Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia”. (Salmo 46:1)

Quando estou com medo, lembro a mim mesmo:

“Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo descansará à sombra do Todo-Poderoso”. (Salmo 91:1)

5. Efésios

Durante um período difícil em minha vida, memorizei os versículos iniciais deste livro para me lembrar das muitas razões pelas quais eu tinha que ser grata. A carta de Paulo aos Efésios começa com uma descrição inspiradora das bênçãos e da graça que são nossas, em Cristo, e sempre volto a ela quando preciso de confirmação.

Efésios nos lembra que somos salvos somente pela graça por meio da fé em Jesus Cristo. Nele contém um lembrete poderoso de nossa identidade e propósito:

“Pois somos obra das mãos de Deus, criados em Cristo Jesus para fazer boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que as praticássemos”. (Efésios 2:10) 

Este livro também abrange tópicos úteis para a vida cristã, como unidade no corpo de Cristo, conselhos para maridos, esposas e famílias, bem como como se engajar na guerra espiritual para que possamos permanecer firmes em nossa fé. 

6. Provérbios

Se você precisa de sabedoria ou apenas de um manual geral de “Como fazer a vida”, leia o livro de Provérbios. 

O livro de declarações curtas e objetivas de Salomão, nos dá a verdade atemporal para uma vida eficaz. 

É por isso que muitos de nossos avós cresceram ouvindo Provérbios, lidos na mesa do café da manhã. Nele encontramos bons conselhos para tudo, desde relacionamentos, casamento e família até trabalho e finanças

Provérbios, também, nos ensina sobre autocontrole, discurso sábio, planejamento, justiça, liderança, sucesso e amor. 

Os capítulos iniciais do livro explicam a importância da sabedoria para a vida e descrevem os benefícios da sabedoria e como alcançá-la. A mensagem mais importante do livro é esta: o fundamento de toda sabedoria é honrar e obedecer a Deus. 

“O temor do Senhor é o princípio da sabedoria, mas os tolos desprezam a sabedoria e a disciplina.” (Provérbios 1:7)

7. Filipenses

Quando a vida nos derruba e a alegria quase desaparece, Filipenses nos encoraja a olhar além de nossas circunstâncias e encontrar alegria em Jesus Cristo. 

Em apenas quatro capítulos, Paulo menciona alegria ou regozijo dezesseis vezes; na verdade, simplesmente lembrar que Paulo escreveu esta carta falando de alegria, quando estava em uma prisão romana, isto me lembra que talvez minha vida não seja tão ruim quanto eu penso. 

Se ele pôde dizer: “Alegrai-vos sempre no Senhor”, certamente eu também posso (Filipenses 4:4).

Também aprecio esta orientação sobre como lidar com a preocupação e a ansiedade:

“Não andem ansiosos por coisa alguma, mas em todas as situações, pela oração e súplicas, com ação de graças, apresentem seus pedidos a Deus. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus.” (Filipenses 4:6-7)

8. 1 João

Deus usou 1 João para me levar a Cristo quando eu tinha apenas dezoito anos. 

Ao ler esses versículos, o Espírito Santo os trouxe à vida, e de repente o evangelho ficou claro para mim: Isto é amor: não que nós tenhamos amado a Deus, mas que ele nos amou e enviou seu Filho como sacrifício expiatório pelos nossos pecados. (1 João 4:9-19).

Quando precisamos de um lembrete do amor de Deus por nós, 1 João nos encoraja com suas muitas afirmações de Seu maravilhoso amor. Em apenas cinco capítulos, João aborda temas de luz, vitória em Cristo, comunhão com Deus, perdão pelos nossos pecados e certeza da vida eterna.

9. Tiago

Quando fiz uma pesquisa com um grupo de 50 amigos sobre seus livros favoritos da Bíblia, fiquei surpreso ao ver quantos deles mencionaram Tiago. Mas quando olhei mais de perto, lembrei-me da sabedoria prática que ele oferece. 

“Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia.” (Tg 3:17)

Este pequeno livro nos desafia a dar passos práticos para colocar em prática nossa fé, em vez de apenas falar sobre ela. Tiago começa com um encorajamento especial para as pessoas que passam por provações e para aqueles que precisam de sabedoria. 

Continua, no entanto, com sábios conselhos sobre ouvir antes de falar, obedecer à Palavra de Deus, domar a língua e mostrar generosidade para com os pobres.

10. Isaías

Escrito cerca de 700 anos antes de Cristo, Isaías prediz a vinda do Messias, o servo ungido de Deus. Dás várias profecias específicas sobre Jesus: que ele viria da linhagem de Davi, nasceria de uma virgem, sofreria por nossas transgressões e governaria eternamente. 

Este livro dá a Jesus os nomes de “Maravilhoso Conselheiro”, “Deus Forte”, “Pai Eterno” e “Príncipe da Paz” (Isaías 9:6)

Como muitos profetas do Antigo Testamento, Isaías pode ser difícil de ler por causa de suas fortes palavras de julgamento contra a desobediência e o pecado. 

No entanto, também nos dá uma bela imagem da santidade, majestade, compaixão de Deus e Seu plano de redenção. 

Afinal, Isaías oferece palavras poderosas de encorajamento e conforto, como estas:

“Os que esperam no Senhor renovarão as suas forças. Eles voarão com asas como águias; correrão e não se cansarão, caminharão e não se fatigarão.” (Isaías 40:31)

Equipe Redação BP

Nossa equipe editorial especializada da Biblioteca do Pregador é formada por pessoas apaixonadas pela Bíblia. São profissionais capacitados, envolvidos, dedicados a entregar conteúdo de qualidade, relevante e significativo.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo